ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Penapolense goleia Santos. Pior para o São Paulo.

Equipe do técnico Narciso vence e garante liderança do grupo A, já Peixe perde a invencibilidade.

Por Paulo Edson Delazari
Guaru comemora o gol que abriu caminho para a vitória do Santos sobre a Penapolense (Foto: Gazeta Press)

Guaru comemora o gol que abriu caminho para a vitória do Santos sobre a Penapolense (Foto: Gazeta Press)

Santos conhece sua primeira derrota no Campeonato Paulista, neste domingo, e foi de goleada. A Penapolense venceu por 4 a 1. Com o resultado negativo do Peixe, o São Paulo perdeu a liderança do grupo A do Campeonato Paulista. A novidade da equipe de Penapólis era a presença de Narciso, ex-jogador e técnico das divisões de base do alvinegro praiano.

Com o triunfo, a equipe do interior paulista chegou aos 15 pontos – com quatro vitórias consecutivas – e deixou o São Paulo, de dois pontos a menos, para trás. Já para o Santos, a derrota tira do time a invencibilidade e a condição de melhor campanha do Estadual. A equipe, ainda líder do grupo C, fica com 19 pontos, um a menos que o Palmeiras.

O lance que acabou marcando a atuação de Damião neste domingo em Penapólis aconteceu logo aos nove minutos de jogo. O atacante derrubou Alexandro dentro da área, e o árbitro não teve dúvida para assinalar a marca da cal. Na cobrança Guaru, marcou. Ainda na etapa inicial, Cícero deixou tudo igual. Depois, porém, Douglas Tanque, Petros e Alexandro deram a vitória aos anfitriões.

Também pesou contra o Santos o fato de jogar com um homem a menos, o zagueiro Gustavo Henrique acabou expulsou aos 25 minutos do segundo tempo, quando o time do Penapolense vencia por 2 a 1, após receber o segundo cartão amarelo por entrada dura no mesmo Alexandro. Já no fim, Petro também acabou levando vermelho pelos donos da casa.

Depois da expulsão o Santos deixou as portas de sua defesa escancaradas, facilitando os contrataques para a equipe do interior, numa jogada de enfiada de bola por elevação aos 39 da etapa final, Petros matou no peito, ficou de frente com Aranha e fuzilou uma bola cruzada. O quarto gol saiu após bobeira de Neto, o zagueiro perdeu no meio campo e permitiu a arrancada de Washigton, o meia tocou para Alexandre Créu que encheu o pé de fora da área, dando números finais a partida, 4×1.

Oo Santos volta a campo na quinta-feira pela nona rodada, quando recebe o Atlético Sorocaba na Vila Belmiro. Gustavo Henrique, o técnico Oswaldo de Oliveira não contará com Alan Santos, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Já o Penapolense joga um dia antes, na quarta, novamente no Tenente Carriço, contra a Portuguesa.

FICHA TÉCNICA
PENAPOLENSE 4 x 1 SANTOS

Local: Estádio Tenente Carriço, em Penápolis (SP)
Data: 16 de fevereiro de 2013 (domingo)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Jose Claudio Rocha Filho
Assistentes: Fausto Augusto Viana Moretti e Alex Ang Ribeiro
Cartão amarelo: Gustavo Henrique, Mena e Alan Santos (Santos)
Cartão vermelho: Gustavo Henrique (Santos) e Petros (Penapolense)
Gols: PENAPOLENSE: Guaru, aos nove minutos do primeiro tempo, de pênalti, Douglas Tanque, aos seis do segundo tempo, Petros, aos 39 do segundo tempo e Alex Créu, aos 42 do segundo tempo; SANTOS: Cícero, aos 44 minutos do primeiro tempo

PENAPOLENSE: Samuel; Rodnei, Jaílton, Gualberto e Rodrigo Biro; Petros, Liel, Guaru (Fio) e Washington; Douglas Tanque (Neto) e Alexandro Créu (Lucas)
Técnico: Narciso

SANTOS: Aranha, Cicinho, Gustavo Henrique, Neto e Mena; Alan Santos, Arouca e Cícero; Geuvânio (Rildo), Thiago Ribeiro (Gabriel) e Leandro Damião (Stéfano Yuri)
Técnico: Oswaldo de Oliveira