ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Polêmica? Deixa pra lá. Corinthians perto do título.

Timão vence Coritiba por 2 a 1 em noite infeliz da arbitragem e agora seca o Atlético MG.

Por Paulo Edson Delazari
Jadson comemora o gol de pênalti que abriu o placar. (Foto Reprodução)

Jadson comemora o gol de pênalti que abriu o placar. (Foto Reprodução)

Com uma gordura considerável de pontos em relação ao vice líder Atlético MG, o Corinthians entrou em campo diante do Coritiba em sua Arena precisando vencer para abrir 14 pontos de vantagem faltando cinco rodadas para o fim do Brasileirão.

Contudo do outro lado estava um dos times que não queria ser rebaixado. E valorizou e muito a vitória de 2 a 1 do alvinegro, mesmo diante da arbitragem ruim de Dewson Fernando dos Santos.

Como o Corinthians não tem nada a ver com os erros de arbitragem que ocorreram durante todo campeonato, horas a favor e hora contra, só cabe ao torcedor corintiano secar o Atlético MG diante do Figueirense neste domingo para poder comemorar o título com quatro rodadas de antecedência. Ao Galo só a vitória interessa.

O Corinthians só volta a jogar no dia 18 diante do Vasco no Maracanã às 22h, no jogo que pode marcar de fato o título do Campeonato Brasileiro de 2015.

O jogo

Com um jogo de muita marcação, devido o risco de queda dos paranaense e a vontade de antecipar o título dos paulista, a primeira chance de gol aconteceu aos 12 da primeira etapa. Malcon cruzou da esquerda a zaga do Coxa desviou mal e a bola sobrou para Jadson, o meia dominou e bateu, Wilson defendeu, a bola bateu no peito de Jadson e depois bateu na trave esquerda do goleiro, a zaga alviverde despachou para longe.

Dois minutos depois Edilson ganhou de Carlinhos pela direita, avançou para dentro da área, o lateral do Coxa desequilibrou e caiu nas pernas de Edilson, daí foi só se jogar para marcação do pênalti. Na batida Jadson chegou ao seu 13º gol no campeonato brasileiro. Corinthians 1 a 0.

Dewson Fernando dos Santos foi fundamental no resultado final da partida. (Foto Reprodução)

Dewson Fernando dos Santos foi fundamental no resultado final da partida. (Foto Reprodução)

Depois do gol, o time do Corinthians seguiu dominando a partida, mas sem lances de perigo. Aos 25 minutos a primeira polêmica da partida, Elias do Corinthians disputou lance contra o atacante Henrique Almeida no meio campo, ao dividir a bola, o meia corinthiano deu um pisão no pé esquerdo do adversário de maneira maldosa, o juiz Dewson Fernando dos Santos nada marcou, diante do ocorrido, os jogadores do Coxa reclamaram de maneira veemente e Kleber o Gladiador levou amarelo. Invertendo o ocorrido, caso expulsasse o volante corinthiano não seria nenhum absurdo.

Nova chance de gol só ocorreu aos 35 minutos, num bate rebate na entrada da área, a bola se apresentou para Elias, o volante bateu colocado e Wilson defendeu para escanteio, mas a arbitragem deu tiro de meta para o Coxa.

Aos 42 mais uma polêmica, O Coritiba bateu escanteio, a bola desviou dentro da área e bateu na mão de Edilson. Segundo a recomendação da CBF e para os jogadores paranaenses, pênalti.  Na visão do arbitro Dewson Fernando, bola na mão. E foi só na primeira etapa, para desespero dos torcedores tricolores.

Segunda Etapa

Negueba empatou a partida para os paranaense. (Foto Reprodução)

Negueba empatou a partida para os paranaense. (Foto Reprodução)

Depois de só olhar na primeira etapa, o Coritiba resolveu mudar de atitude e logo a um minuto partiu pra cima do Corinthians, o lateral esquerdo Carlinhos cruzou em diagonal nas costas de Arana.  Negaba chegou na pequena área e chutou para o gol para empatar a partida. Corinthians 1 x 1 Coritiba.

Dois minutos depois, a zaga corintiana queria aventura e a bola sobrou na grande área para Henrique Almeida, o centroavante bateu forte de esquerda e Cássio fez ótima defesa, afastando o perigo.

Mais dois minutos e novo susto. Negueba fez boa jogada pela direita, driblou Arana duas vezes e cruzou na direção do gol, a bola passou sobre Cássio que só olhou e torceu, a bola bateu na trave esquerda do goleiro, na sobra Felipe afastou o perigo.

A resposta alvinegra ocorreu aos nove minutos, Renato Augusto tabelou com Elias, o volante achou Malcon na esquerda e disparou para o gol, Wilson defendeu para escanteio.

Dois minutos depois, nova investida do Corinthians, Arana cruzou da esquerda, Jadson dentro da área chutou de primeira errado, a bola sobrou par Elias que desviou de calcanhar, Alan Santos tirou em cima da linha, impedindo nova vantagem alvinegra.

Depois de correria de parte a parte, o jogo diminuiu o ritmo e nova chance só aos 24 minutos, Henrique Almeida deu belo passe para Thiago, o atacante dominou de frente para Cássio e chutou pra fora com perigo.

Lucca saiu do banco novamente para fazer o gol da vitória corintiana. (Foto Reprodução)

Lucca saiu do banco novamente para fazer o gol da vitória corintiana. (Foto Reprodução)

Nova polêmica  ao 31 e novamente contra o Coritiba. Henrique Almeida recebeu lançamento em condição normal e ao driblar Cássio sofreu pênalti, contudo o assistente resolveu marcar impedimento do atacante equivocadamente. Erro triplo. Impedimento errado, falta de marcação de pênalti e expulsão de Cássio deixado de acontecer. Péssima noite para o trio de arbitragem.

Com o jogo complicado surge a estrela de Tite, após colocar Danilo e Luca na partida, os dois personagem participaram do gol que colocou o Corinthians na frente. Após cruzamento de Edilson, Danilo desviou na primeira trave e o iluminado Lucca tocou para o gol, sacramentando a vitória de 2 a 1 para o Corinthians.