ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Promoção Barcos - Leve 1 e pague 5!

O atacante palmeirense Hernan Barcos foi negociado com o Grêmio nesta sexta-feira.

Por Paulo Edson Delazari

A última partida de Barcos pelo Palmeiras contra Atlético Sorocaba. (Foto: Luis Moura / AE)

Uma negociação entre Brunoro, gerente de futebol do Palmeiras e Grêmio, durante a noite de quinta-feira e o desenrolar da sexta-feira, culminou com a negociação do centroavante argentino Hernan Barcos e o clube gaúcho.

Em entrevista coletiva, o ex-jogador alviverde justificava aquilo que houvera prometido em outras coletivas, que não sairia do Palmeiras, contudo a oportunidade de continuar jogando na elite da competição nacional e jogar a Libertadores falou mais alto para o atacante, que desde Dezembro/12  já cogitava a ideia de continuar aparecendo no cenário mundial, afim de ser convocado para seleção argentina. 

– Eu sempre disse que só iria sair se chegasse uma boa proposta para mim e para o Palmeiras. Concluímos que sair era melhor. Chegou a hora de sair. Obviamente a gente fica meio triste, chateado pela situação porque ainda tínhamos muita coisa pela frente. Não foi uma decisão fácil de tomar. Sinto que perdi espaço na seleção e vi na transferência a chance de recuperar terreno e jogar o mundial.

O atacante foi envolvido em uma negociação de 5 jogadores gremitas para ida dele aos sul, na troca cogita-se a vinda para o Palmeiras do zagueiro Vilson, o volante Léo Gago, o meia-atacante Rondinelly e os atacantes Leandro e Marcelo Moreno. Da lista, porém, Moreno já deixou claro que não pretende atuar no Palestra Itália. 

Se o negócio com o atacante de fato não acontecer, o valor pago pelo Grêmio deve aumentar. Na oferta inicial, o Palmeiras receberia R$ 4 milhões e ainda se livraria das dívidas que tem com a LDU e com o jogador
 

Respostas da coletiva

Com relação a saída do Palmeiras:

Serei eternamente agradecido ao Palmeiras por tudo o que me deu, pelo grande carinho que a torcida sempre teve comigo. O Brunoro não é o responsável pelos problemas que o clube vive. A diretoria nova tem feito muita coisa, está se vendo um Palmeiras completamente diferente, aquele que todos queremos.

Sobre valores

Levo recordações muito boas. Sempre que falei, fui muito sincero e estou sendo hoje. A negociação foi boa para todo mundo. Sei que o torcedor e a opinião pública podem não estar de acordo. Muitas vezes é difícil compreender quando alguém vai embora. Já ouvi muita coisa, me chamaram de mercenário, mas não tem nada a ver. O problema não foi econômico.

Convocação

Não foi fácil decidir. É muita coisa para analisar, muita coisa para colocar na balança. Primeiro tem a família, depois a seleção argentina. No último jogo, nem fui convocado e isso me deixou bastante preocupado. O Grêmio será um novo desafio na minha carreira.

Após o término da entrevista coletiva na Academia de Futebol, a assessoria de imprensa do atleta soltou um comunicado pelo Facebook. Veja a íntegra abaixo:

Olá torcedores, boa tarde.

Desde o início falei que estaríamos juntos, que acreditava e continuo acreditando no 2013 e que só sairia se fosse algo bom para mim e para o Palmeiras. O clube tem dívidas comigo e com a LDU e essa proposta do Grêmio ajudará o time a resolver essas questões e a formar um elenco forte para o ano.

A negociação não nasceu da minha vontade e nem do meu empresário. Foi o Palmeiras que nos passou o interesse do Grêmio e nos deixou à vontade para buscarmos o acerto.

Agradeço aos torcedores, ao clube, jogadores e funcionários pelo carinho em todos os momentos. Lutei muito, sempre me doei ao máximo pelo clube que amo. O Palmeiras foi, é e será muito importante para mim.

Nos vemos por aí

Abraços,

Hernán Barcos