ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Reservas do São Paulo perdem para o Criciúma na Sul-americana.

Recheado de alterações, tricolor paulista sai atrás na Copa sul-americana.

Por Paulo Edson Delazari
Jogadores do Criciúma comemoram o gol que deu a vitória a equipe catarinense. (Foto: Gazeta Press)

Jogadores do Criciúma comemoram o gol que deu a vitória a equipe catarinense. (Foto: Gazeta Press)

Vindo de quatro vitórias consecutivas no brasileiro Muricy resolveu poupar seus titulares e pagou o preço na Copa Sul-americana, ao ser derrotado por 2 a 1 pelo Criciúma no estádio Heribert Hulsen. Os gols foram marcados por Silvinho e Lucca para o Criciúma e Pato diminuiu para o São Paulo.

Titulares na equipe hoje em Santa Catarina somente Rogério Ceni, Alvaro Pereira e Pato, o treinador Muricy Ramalho acreditava que seus suplentes fossem capazes de superar o Criciúma, apesar da boa partida no primeiro tempo o tricolor paulista saiu atrás, perdendo por 2 a 1, resultado que se manteve na segunda etapa, quando os dois time pareceram estar contentes com o resultado.

Já que a equipe paulista poupou Kardec, Ganso e Kaká, o time catarinense foi com força total e contou com Silvinho ex-São Paulo e o eterno Paulo Baier, estes que fizeram a diferença a favor da equipe do sul.

Com a derrota e o gol fora basta ao São Paulo uma vitória simples no Morumbi para seguir a próxima fase, no dia 04, quinta-feira. Antes disto o tricolor paulista segue no estado de Santa Catarina, onde domingo às 16h enfrenta o Figueirense em Florianópolis. O  Criciúma por sua vez viaja para Recife, onde enfrenta o Sport no Lacerdão no mesmo dia e horário.

O jogo

Pato bate na bola e empata a partida ainda no primeiro tempo. (Foto: Rubens Chiri / saopaulonet)

Pato bate na bola e empata a partida ainda no primeiro tempo. (Foto: Rubens Chiri / saopaulonet)

Logo aos 15 minutos, após lançamento, o atacante, que teve apagada passagem pelo São Paulo em 2013, aproveitou falha de Lucão para invadir a área e chutar no canto direito do goleiro Rogério Ceni. O gol só dificultou ainda mais para o São Paulo, que detinha mais posse de bola, mas era inoperante no ataque. Até aos 27 minutos.

Depois da roubada de bola no meio, Michel Bastos foi acionado na esquerda e cruzou rasteiro. Na segunda trave, em velocidade, Alexandre Pato chegou para dar um tapa na bola e empatar a partida. Foi o nono gol do camisa 11 na temporada.

O time paulista ensaiou uma pressão maior no Criciúma, com as melhores jogadas saindo dos pés de Michel bastos. Do outro lado, Paulo Baier comandava as ações do time catarinenses. E, depois de ter um gol de calcanhar anulado corretamente pela arbitragem, o veterano foi decisivo mais uma vez.

Aos 43 minutos, dentro da área, o meia recebeu de Silvinho na direita. Mesmo acossado por Lucão, Baier conseguiu rolar para Lucca dominar e chutar cruzado para fazer 2 a 1 e deixar os mandantes novamente na frente do placar.

No segundo tempo, o Criciúma continuou mais perigoso que o São Paulo. Com chutes de média distância e em jogadas de bola parada, a equipe criou muito perigo para a meta defendida por Ceni. No principal lance, logo aos sete minutos, Serginho, livre dentro da grande área, cabeceou e viu a bola explodir na trave.

O único lance de perigo da equipe paulista veio aos 27 minutos – e novamente com Pato como protagonista. Álvaro Pereira fez ótimo cruzamento da esquerda para o atacante cabecear. A bola passou rente à trave esquerda do goleiro Bruno. Placar final Criciúma 2 x 1 São Paulo.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)
Data: 28 de agosto de 2014, quinta-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Julio Bascuñán (CHI)
Assistentes: Sergio Román (CHI) e Juan Maturana (CHI)
Cartões amarelos: Lucca, Ronaldo Alves (Criciúma); Lucão, Hudson (São Paulo)
Gols: CRICIÚMA: Silvinho, aos 15, e Lucca, aos 42 minutos do primeiro tempo
SÃO PAULO: Alexandre Pato, aos 26 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lucão, Edson Silva e Álvaro Pereira; Souza, Hudson, Maicon (Boschilia) e Michel Bastos; Ademilson (Ewandro) e Alexandre Pato
Técnico: Muricy Ramalho

CRICIÚMA: Bruno; Luis Felipe; Alcides, Ronaldo Alves e Giovanni; Serginho, João Vitor, Wellington Bruno (Rafael Costa) e Paulo Baier (Michael); Silvinho (Maurinho) e Lucca
Técnico: Wilson Vaterkemper (interino)