ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Ricardo Oliveira faz dois e Santos goleia de novo

Mesmo sem Robinho, suspenso, Peixe vence mais uma por goleada no Paulistão.

Por Vladimir da Costa

Após ter demitido o técnico Enderson Moreira, o Santos mostrou um futebol parecido com o do antigo técnico, porém, com a mesma eficiência ofensiva. Diante do Botafogo-SP, em duelo válido pela oitava rodada do paulistão. No Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, o time comandado pelo interino Marcelo Fernandes venceu por 3 a 0, gols de Werley e Ricardo Oliveira (duas vezes).

Ricardo Oliveira comemora  um dos dois gols marcados na partida contra o Botafogo. (Foto: Thiago Calil / Photopress)

Ricardo Oliveira comemora um dos dois gols marcados na partida contra o Botafogo. (Foto: Thiago Calil / Photopress)

Na próxima rodada do Campeonato Paulista, o Santos terá o clássico diante do Palmeiras na Vila Belmiro, às 22h (de Brasília) no meio de semana. O Botafogo vai até a Arena Capivari encarar o Capivariano no mesmo dia, mas às 19h30.

O resultado deixa o Santos cada vez mais confortável na liderança do Grupo 4 do Estadual, com 20 pontos. Com a derrota do São Paulo, agora, o alvinegro é o dono da melhor campanha da competição dentre todos os 20 clubes. Já o Botafogo segue com nove pontos, na terceira colocação do Grupo 3.

A  partida

Um dos motivos da então demissão de Enderson, começou jogando. Gabriel, ao lado de Gustavo Henrique começaram jogando o confronto, no lugar de Robinho e David Braz, suspensos.

Apesar da mudança e de mais velocidade em campo, o Santos não atacava. Gabriel, em especial, apareceu bastante, mas pecou por prender demais a bola e dar passes nos momentos errados.

Quem fez o primeiro gol do jogo, ainda na etapa inicial, foi Werley. Aos 23 minutos do primeiro tempo, Lucas Lima cobrou um escanteio, Ricardo Oliveira deu um leve desvio e o zagueiro cabeceou bem no canto esquerdo de Renan Rocha. Com a vantagem, o Santos relaxou, o Botafogo avançou a marcação e o jogo ficou equilibrado.

O clube alvinegro voltou dos vestiários com a mesma escalação, embora o ataque tenha mostrado mais variações com Geuvânio e Gabriel, que passaram a guardar menos posição pelas pontas.

Aos 26 minutos, Lucas Lima deu belo passe para Ricardo Oliveira, que bateu na saída do goleiro e deu ao Santos a vantagem que ele precisava para garantir a vitória, que ficaria completa com um outro gol do centroavante aos 46  minutos.

Lucas Lima partiu pela direita já dentro da área e rolou para trás, Lucas Otávio chegou desviando e Ricardo Oliveira pegou a sobra para mandar para o gol e dar números finais a partida que terminou com um placar que não justificou a apresentação da equipe da Vila, mas que mostrou que o  time da baixada tem um ataque poderoso.