ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Robinho da vitória ao Palmeiras diante do Capivariano.

Meio campista aproveita momento artilheiro e da vitória ao verdão.

Por Paulo Edson Delazari

Robinho fez dois para o Palmeiras no fim da partida. (Foto: Gazeta Press)

Robinho fez dois para o Palmeiras no fim da partida. (Foto: Gazeta Press)

Neste sábado, pela sétima rodada do Campeonato PaulistEm noite de casa cheia, o Palmeiras bateu o Capivariano por 2 a 0, com dois gols de Robinho, já nos minutos finais do duelo. Líder do grupo 3, o alviverde soma 15 pontos no estadual, com cinco vitórias e duas derrotas. O time visitante, do grupo 4, apesar da derrota, segue como vice-líder, atrás apenas do Santos, com seis pontos conquistados.

A partida marcou a estreia do volante Arouca na equipe de Oswaldo de Oliveira, o penúltimo reforço contratado para a temporada. Mas a noite foi mesmo de Robinho, que marcou um golaço de falta e deu um belo chute de fora da área para aumentar o placar.

O meio-campo ainda espera por Cleiton Xavier, que não pode ser inscrito na competição, e Valdivia, que segue aprimorando a forma física.

Os primeiros instantes da partida mostraram um Palmeiras perigoso, dando a impressão de que poderia atropelar o adversário. O jogo depois esfriou, no entanto, e só foi melhorar ao final do segundo tempo.

Logo no primeiro minuto, os mandantes quase abriram o placar. Allione invadiu a área pela direita, cortou a marcação e bateu, mas o zagueiro Marllon, quase em cima da linha, evitou o gol.

Dois minutos depois, foi a vez de Cristaldo. Ele recebeu dentro da área, girou e, de pé direito, chutou rasteiro, direto na trave de Douglas. Na sobra, Gabriel ainda tentou, mas a bola foi por cima, sem perigo.

Na segunda etapa, Zé Roberto também teve sua chance. De falta, o jogador chegou perto de balançar a rede, raspando a bola na trave.

Certeiro mesmo foi Robinho, aos 35 minutos: o jogador bateu com maestria uma falta na entrada da área, no ângulo direito do goleiro, que não conseguiu impedir. Um golaço para abrir o placar.

Meia vibra muito com segundo aos 43 minutos. (Foto: Gazeta Press)

Meia vibra muito com segundo aos 43 minutos. (Foto: Gazeta Press)

O segundo saiu aos 43, de um belo passe de Dudu, que encontrou Robinho livre na entrada da área: um ótimo chute para acabar com qualquer possibilidade de reação e garantir de vez os três pontos no morno estadual. Foi o seu terceiro gol com a camisa do alviverde.

Antes do apito final, a estrela da noite acabou tomando um cartão amarelo e está fora da próxima partida pelo Paulista.

A derrota do Capivariano acabou com uma sequência de jogos sem perder no Paulista: eram quatro empates e uma vitória, nos últimos cinco confrontos.

Mais de 32 mil pessoas assistiram à partida neste sábado, no Allianz Parque, o maior público em 2015. A renda bruta conquistada pelo time mandante foi cerca de R$ 2,5 milhões.

Na próxima rodada do Paulista, no próximo sábado, o Palmeiras pega o Bragantino, de novo em sua arena, às 18h30. Antes, no entanto, a equipe enfrenta o Vitória da Conquista, na Bahia, pela Copa do Brasil, na quarta-feira à noite.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 2 X 0 CAPIVARIANO

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 28 de fevereiro de 2015, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Norberto Luciano Santos da Silveira (SP)
Assistentes: Risser Jarussi Corrêa e Leandro Fernandes Rodrigues (ambos de SP)
Cartões amarelos: Robinho (Palmeiras). Oliveira, Hélio, Júlio César, Francis (Capivariano)
Público: 32.134 pagantes
Renda: R$ 2.578.175,00
Gols: PALMEIRAS: Robinho, aos 35 e aos 43 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Arouca (Alan Patrick) (Victor Luis) e Gabriel; Allione (Rafael Marques), Robinho e Dudu; Cristaldo
Técnico: Oswaldo de Oliveira

CAPIVARIANO: Douglas; Oliveira, Marllon, Hélio e Pedro Henrique; Júlio César (Esquerdinha), Samuel Souza, Wigor e Kleiton Domingues (Aílton); Rodolfo (Romão) e Francis
Técnico: Ivan Baitello