ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Rogério Ceni falha e São Paulo cede empate no Morumbi.

Muryci vê seu time vacilar mais uma vez em jogada de bola parada e Tricolor só empata.

Por Paulo Edson Delazari
Pato se embola com zaga catarinense após finalização para o gol. (Foto: Gazeta Press)

Pato se embola com zaga catarinense após finalização para o gol. (Foto: Gazeta Press)

Mais uma vez os mais de 46 mil torcedores que compareceram ao Morumbi presenciaram um tropeço do São Paulo que segue em uma fase bastante complicada no Campeonato Brasileiro. Mesmo jogando em casa o time tricolor não conseguiu superar o adversário e ficou no empate por 1 a 1 diante do Criciúma. Alan Kardec até abriu o placar para os donos da casa, mas Rodrigo Souza garantiu o empate após falha de Rogério Ceni que soltou a bola nos pés do adversário depois de mais uma cobrança de bola parada.

O destaque do jogo foi Alexandre Pato. O atacante ganhou a sequência que queria e foi mais uma vez titular, mas se cansou de perder gols, ouviu até a torcida pedir por Luis Fabiano, mas o atacante não estava em uma noite inspirida nas conclusões, apesar da boa movimentação.

Pato perdeu pelo menos três chances claras de gol. Na primeira delas, aos 17 minutos do segundo tempo, Maicon achou espaço pela direita e cruzou rasteiro para trás. Pato apareceu totalmente livre, próximo da marca do pênalti, e teve só o trabalho de finalizar, mas pegou errado na bola e mandou ao lado do gol.

No fim da etapa inicial foi a vez de Ganso deixar Pato em ótima condição de balançar as redes. O atacante recebeu ótimo lançamento, invadiu a área pelo meio da zaga e ficou de cara para o gol, mas mais uma vez errou a finalização, pegou fraco e jogou nas mãos do goleiro Silvio.

A última chance do badalado atacante saiu na segunda etapa, aos 14 minutos. Pato foi mais uma vez lançado, achou espaço e invadiu a área, mas seguido de perto por um jogador do Criciúma. Pressionado pela marcação, ele pegou mal na bola de novo e mandou no meio, facilitando a defesa de Silvio.

Mesmo com Pato se cansando de perder gols, o São Paulo ficou perto da vitória. Aos 28 minutos, Álvaro Pereira – que tinha acabado de voltar a campo após ficar desacordado por bater a cabeça no chão – recuperou uma bola na defesa e puxou o contra-ataque. Souza carregou, tocou para Ganso, que deu um toque magistral por cima da defesa para Alan Kardec, que ficou livre para tocar por baixo do goleiro e balançar as redes.

O problema é que mais uma vez o São Paulo falhou na bola parada. Quando tudo parecia encaminhado para a vitória, o Criciúma cobrou uma falta na área aos 35 minutos, Rogério Ceni saiu muito mal do gol e acabou espalmando a bola nos pés de Rodrigo Souza, que só teve o trabalho de empurrar para as redes e deixar tudo igual.

O gol jogou uma ducha de água congelada na torcida e também no time do São Paulo, que desanimou em campo e não conseguiu buscar a vitória. Foi o terceiro tropeço seguido do time tricolor no Campeonato Brasileiro – a equipe vinha de derrotas para Chapecoense e Goiás.

Com isso, o São Paulo pode sair da cola dos quatro primeiros colocados. O time tricolor chega a 20 pontos e até assume a 7ª posição provisoriamente, mas pode até cair para 10º e ficar cinco pontos atrás do G-4. A equipe volta a campo no próximo domingo pelo Brasileirão para enfrentar o Vitória, de novo no Morumbi.

Já o Criciúma segue na metade de baixo da tabela. Com 12 pontos, a equipe catarinense é a atual 14ª colocada – mas por até subir na tabela se recuperar no tribunal os três pontos que perdeu pela escalação irregular de um jogador. No próximo sábado, o time recebe o líder Cruzeiro no Heriberto Hulse.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 1 CRICIÚMA

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 2 de agosto de 2014, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (Fifa-MG) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Cartões amarelos: Douglas (São Paulo)
Público: 46.617
Renda: R$ 1.243.465,00
Gols: SÃO PAULO: Alan Kardec, aos 28 minutos do segundo tempo
CRICIÚMA: Rodrigo Souza, aos 35 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio (Paulo Miranda), Rafael Toloi e Álvaro Pereira; Souza, Denilson (Boschilia), Maicon e Ganso; Alexandre Pato (Ademilson) e Alan Kardec. Técnico: Muricy Ramalho

CRICIÚMA: Luiz; Eduardo, Fábio Ferreira, Ronaldo Alves (Gualberto) e Giovanni; Rodrigo Souza, Martinez, Wellington Bruno (Higor) e Rafael Costa; Silvinho e Bruno Lopes. Técnico: Wagner Lopes