ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Rogério Marca, mas tricolor leva a virada no Olímpico

São Paulo toma a virada no Olímpico e estaciona com 59 pontos

Por Vladimir da Costa

De olho na pré-libertadores de forma antecipada o São Paulo foi até o Sul do país para pegar o terceiro colocado no brasileiro. A torcida gremista por sua vez, lotou as arquibancadas na despedida do Olímpico que será fechado para reforma.

E com uma torcida motivada foi difícil segurar a pressão gremista. Em uma grande virada contra um rival direto, o Grêmio venceu o São Paulo por 2 a 1, assumindo a segunda posição do Brasileirão.

A partida

O jogo começou de maneira morna, com as duas equipes se estudando. Tanto que a primeira finalização veio apenas aos 17 minutos, com o São Paulo. Em cruzamento da esquerda, Osvaldo achou Luís Fabiano livre, dentro da área, que cabeceou, mas bem colocado, Marcelo Grohe fez boa defesa.

Rogerio Ceni, de pênalti, abriu o placar no Olímpico (Foto: Lucas Uebel/Preview.com)

Minutos depois foi a vez dona bola de fora da área que passou parto do gol de Rogério. Foi o suficiente para animar a torcida no Olímpico. A partir daí, o Grêmio foi superior. Assumiu o controle da partida, mas não conseguia chegar com qualidade para marcar. Quanto teve a oportunidade, errou o alvo. Uma com Marcelo Moreno e a outra com Souza.

Depois de muito pressionar, o Grêmio acabou tomando o gol. Saimon dominou mal, tentou consertar recuando a bola, mas a bola saiu fraca para Grohe, que precisou sair do gol, mas antes de chegar a tocar na bola o zagueiro derrubou Osvaldo. Pênalti. Na bola Rogério Ceni, que voltou a ser o batedor oficial e mostrou o porque da função. São Paulo 1 a 0 no Olímpico.

Segundo tempo

Com o placar adverso, o Grêmio manteve a postura dentro do campo e a escalação após a volta do intervalo. Adiantou a marcação e teve em Zé Roberto o seu comandante.
Com ajuda da torcida o Grêmio foi pra cima. Aos três minutos o time do Sul já havia chutado com perigo ao gol do Tricolor.

Com o passar do tempo, o volume de jogo foi diminuindo e o São Paulo começou a atacar com mais perigo.
Em uma delas, Jadson acertou a trave depois de pegar um belo chute da intermediária. Percebendo que a equipe adversária era melhor, Ney Franco fez trocou Osvaldo pelo volante Maicon.
A mudança chamou o Grêmio ainda mais para o ataque.

E depois que Zé Roberto fez grande jogada, passou por três adversários e tocou para André Lima, livre na entrada da área, que dominou e chutou forte. Sem chances para Rogério Ceni.

O Grêmio seguia melhor. Marcelo Moreno, de cabeça, e Pico, fizeram o goleiro tricolor trabalhar. Em dois chutes de fora da área quase marcam o segundo do Tricolor Gaúcho.

Pressionado e sem força para sair de trás, o São Paulo ficou totalmente dependente das escapadas de Lucas. Em uma delas, quase marcou o segundo. Depois de lindo passe de Jadson, Luís Fabiano, quase marcou. Marcelo Grohe fez ótima defesa, salvando o Grêmio.

André Lima comemora o gol de empate contra o São Paulo (Foto: Lucas Uebel/Preview.com)

E de tanto martelar, o Grêmio chegou a virada.

Marcelo Moreno recebeu cruzamento de Pará pela direita e escorou de cabeça para o fundo do gol para virar o marcador. Delírio nas arquibancadas do estádio gremista.

E não teve tempo para reação do São Paulo. Com a virada o Grêmio passou a manter a bola nos pés, com toque de bola cadenciado, esperando o apito final para chegar a vice-liderança do Brasileiro.

Com o resultado, o São Paulo chegou na terceira partida em vitória no brasileiro e permanece com 59 pontos. Já o Grêmio alcançou 66 pontos, um a mais que o Atlético-MG. Na próxima rodada, os paulistas recebem o Náutico no Morumbi, ás 17h enquanto os gaúchos visitam a Portuguesa no mesmo horário.