ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Santos avança na Copa do Brasil.

Novamente, o Santos não encantou, mas conseguiu a classificação à segunda fase da Copa do Brasil com tranquilidade.

Por Paulo Edson Delazari

Léo em destaque, time de Piauí deu trabalho ao Peixe.

Nesta quarta-feira, a equipe alvinegra recebeu o Flamengo-PI, venceu por 2 a 0, na Vila Belmiro, e garantiu a vaga para Copa do Brasil. No duelo de ida, o clube alvinegro havia decepcionado ao abrir dois gols de vantagem e ceder o empate por 2 a 2, desta vez foi diferente.

O time paulista não brilhou ao longo da partida, mas, ao menos na hora dos gols, tratou de caprichar. Rafael Galhardo, com um belo chute de fora da área, abriu o placar. Neymar, com uma bela jogada individual dentro da área, definiu o triunfo com outro golaço.

Os mandantes até tiveram o controle da partida ao longo dos 90 minutos, mas tinham dificuldades em criar chances. Assim, só conseguiram chegar ao triunfo na segunda metade da etapa final.Além disso, a equipe paulista teve uma boa notícia fora do gramado. Afinal, voltou a ser comandada por Muricy Ramalho, que se recuperou de um quadro de diverticulite. O treinador foi internado no último dia 5 e recebeu alta dois dias depois do Hospital São Luiz. Por conta disso, não esteve à beira do campo no duelo de ida da Copa do Brasil e na partida contra o União Barbarense, pelo Campeonato Paulista, sendo substituído pelo auxiliar Tata.Na próxima fase, o Santos irá enfrentar o Joinville, que, após empatar por 1 a 1 com o Aracruz fora de casa, venceu por 1 a 0, como mandante, nesta quarta, e avançou à segunda fase da competição nacional.

O triunfo ainda permitiu que o clube praiano mantivesse sua invencibilidade que já dura 12 partidas oficiais, contando o Paulista e a Copa do Brasil. São sete triunfos e cinco empates. O últimos revés do time ocorreu diante da Ponte Preta por 3 a 1, no dia 17 de fevereiro.

O jogo

Galhardo marcou um golaço na Vila. (Foto: reprodução)

O Santos começou a partida melhor e pressionando o Flamengo-PI. Aos cinco minutos, o meia Montillo aproveitou um rebote dado pela zaga adversária e, da entrada da área, chutou forte para boa defesa de Robson. O zagueiro Durval tentou completar para o gol, só que a defesa nordestina afastou o perigo.

Em busca do primeiro gol, o time da casa teve mais uma chance, desta vez com Neymar. Aos 13, o astro fez jogada individual e, quando se prepara para o arremate, caiu após choque com o zagueiro Rafael Araújo. O atacante reclamou pênalti, mas a arbitragem mandou o jogo seguir.

Os santistas tiveram mais uma boa oportunidade de gol, aos 36, quando o lateral Rafael Galhardo recebeu de Montillo pela direita e cruzou rasteiro. Róbson deu rebote, mas o ataque do time praiano não aproveitou a chance de abrir o placar.

Antes do intervalo, os piauienses ainda se arriscaram no ataque e deram um susto na torcida alvinegra. Aos 45, Édson Di driblou a marcação e bateu de fora da área para boa defesa de Rafael, que desviou a bola para escanteio.

O Santos voltou para o segundo tempo criando novas chances de gol. Aos quatro, Arouca lançou Montillo, que cruzou da direita para Patito Rodriguez, mas a finalização saiu desviada, pela linha de fundo.

Pouco depois, aos oito, Neymar dominou no peito e, de frente para Robson, viu o arqueiro do Flamengo-PI sair bem da meta e travar o seu chute, evitando o primeiro gol dos donos da casa.

Aos 11, o camisa 11 arrancou pelo lado esquerdo, deixou os seus marcadores para trás e soltou a bomba, de perna esquerda, defendida por Robson, que mandou para escanteio.

Depois de tanto insistir, enfim, os santistas chegaram ao gol. Aos 25, Rafael Galhardo resolveu soltar a bomba de fora da área, e a bola entrou no ângulo direito de Robson, que não conseguiu evitar o gol que abriu o placar para os alvinegros.

Com a desvantagem no marcador, o técnico do Flamengo-PI, Josué Teixeira, resolveu queimar as suas três alterações. Lúcio saiu para a entrada de Augusto, Neilson deixou o campo, sendo substituído por Wildinho, e, por último, Rafinha foi sacado, dando lugar a Darlan. Já Muricy, aos 35, trocou o volante Arouca pelo meia Felipe Anderson, para os minutos finais do confronto.

Antes do fim do jogo, aos 40, Neymar fez grande lance individual, driblando um zagueiro na entrada da área, tirando mais dois marcadores com um corte seco e finalizando, com precisão, para o fundo da rede: 2 a 0 para o Santos.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 2 X 0 FLAMENGO-PI
Local:Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 17 de abril de 2013 (quarta-feira)
Horário: 22 horas (horário de Brasília)
Público: 8.732 pagantes
Renda: R$ 133.300,00
Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Ezequiel Barbosa Alves (MS)
Cartões amarelos: Edu Dracena (Santos); Leo Maceió, Rafael Araújo, Duda e Darlan (Flamengo-PI)
Gols: SANTOS: Rafael Galhardo, aos 25 e Neymar, aos 40 minutos do segundo tempoSANTOS: Rafael; Rafael Galhardo, Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca (Felipe Anderson), Cícero e Montillo; Patito Rodriguez (Giva) e Neymar
Técnico: Muricy RamalhoFLAMENGO-PI: Robson; Niel, Duda, Rafael Araújo e Rafinha (Darlan); Marcelo, Alessandro, Leo Maceió e Neílson (Wildinho); Lúcio (Augusto) e Édson Di
Técnico: Josué Teixeira