ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Santos Campeão da Recopa Sul-americana

Neymar perdeu pênalti novamente, mas deixou o seu, título inédito.

Por Paulo Edson Delazari

Neymar, perseguido por zagueiro do Universidad de Chile (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

O título que faltava ao Peixe chegou na noite de hoje no Pacaembu. Jogando de maneira inteligente o Santos soube domar o time da Universidad do Chile e conquistou a Recopa Sul-americana vencendo por 2×0. Com o título do peixe o Brasil passa a ser o maior detentor de títulos da Recopa com 7 conquista, deixando para trás os argentinos com 6 conquistas.

Muryci havia alertado sobre a velocidade do time chileno e parece ter estudado muito bem o adversário, o Santos conteve a boa equipe e matou o jogo com ótima jogada de Neymar e André e depois no forte do treinador, a boa e velha bola parada com Bruno Rodrigo na finalização.

O peixe agora volta a jogar no domingo às 18h30m no RS contra o Grêmio pelo campeonato brasileiro.

O Jogo

O Santos queria buscar o título que ainda não tem na sua galeria de troféus e já mostrou a que veio logo aos 20 segundos de partida, Neymar toma bola e parte para cima da zaga chilena, toca para André que tenta se desvencilhar e perde a bola sobra para Neymar que de fora da área chuta raspando a trave direita de Jonhy Herrera.

O Universidad do Chile não estava morto e tentava chegar com toque de bola, numa dessas triangulações Lorinzetti após receber de Gutierrez ficou frente a frente com Rafael, mas invés de bater cruzou rasteira, Bruno Rodrigo chegou tirando, grande chance desperdiçada.

O time da LAU seguia buscando o gol e numa das arrancadas de Mathias Rodrigues o meia rolou para Martinez que vinha de trás, o volante encheu o pé e a bola passou raspando o travessão de Rafael.

Neymar comemora primeiro gol (Foto: reprodução uol.com.br)

Aos 27 minutos surge o brilho da equipe santista, Leo sai da zaga e joga a bola entre as pernas de Mena, o lateral vê Felipe Anderson  arrancando na esquerda e lança, o meia que substitui Ganso, recém vendido ao São Paulo, recebe e parte para cima de Rojas ao chegar no fundo rola para Neymar, o atacante recebe olha e toca para André que faz o papel de pivô devolvendo para Neynar que de primeira chuta rasteirinha no canto direito de Herrera para abrir o placar para o peixe. Santos 1×0, 37º gol de Neymar em 39 jogos no ano.

O Santos queria aumentar a vantagem e teve mais duas chances antes de terminar o primeiro tempo, uma com Felipe Anderson que aos 36 recebeu no meio campo arrancou e chutou forte a bola passou raspando a trave esquerda de Jonhy Herrera e outra aos 44 minutos, num pênalti nos pés de Neymar, o atacante bateu mal, fraco e a meia altura, Jonhy Herrara se antecipou e defendeu no canto esquerdo de sua meta.

2º Tempo

Bruno Rodrigo Homenageia filho recém nascido. (Foto:(Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

A LAU queria o empate especialmente depois da chance desperdiçada por Neymar no pênalti e assim resolveu partir para cima do Santos, logo aos cinco minutos a equipe chilena teve duas chances, num escanteio cobrado Lorinzetti desviou no primeiro pau e Ubija dentro da pequena área perdeu gol incrível, cabeceando para fora.

No lance seguinte, nova bola alçada na área, novamente Ubija cabeceou só que desta vez Léo meteu o braço na bola, o Juiz Martin Vasquez não viu e deixou de marcar um pênalti para o time do Chile.

O Santos só reapareceu no ataque aos quinze e quando chegou definiu, Felipe Anderson levantou uma falta pelo lado esquerdo de ataque, o grandalhão Bruno Rodrigo subiu mais que todo mundo e testou firme, ampliando para o Peixe. Santos 2×0.

Daí em diante a tônica do jogo é só uma a Universidad do Chile atacava e o Santos se defendia em busca do contrataque.

 

 

 

FICHA TÉCNICA

Santos x Universidad do Chile

Estádio: Pacaembu

Data: 26/09/2012 – 19h00

Arbitro: Martin Vasquez (URU) – FIFA desde 2001

Cartão Amarelo: Adriano (Santos), Rojas e Martinez (LAU)

Cartão Vermelho: –

Público: não divulgado

Escalações:

Santos: Rafael, Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Durval, Léo, Arouca, Felipe Anderson, Adriano, Patito Rodrigues, Neymar e André.

Univ. do Chile: Jonhy Herrera, Gonzalez, Rojas, Acevedo, Mena, Rodriguez, Martines, Gutierrez, Ubija e Lorinzetti.