ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Santos cria demais, faz de menos e só empata em casa

Peixe pressiona durante toda a partida, Leandro Damião perde gol incrível e Santos fica no empate.

Por Vladimir da Costa

O ataque mais positivo dentre os estaduais começou o brasileiro a todo vapor, mas somente no que diz respeito a criação. Neste domingo, na primeira rodada do nacional, o Santos cansou de perder gols contra o Sport e acabou sendo surpreendido pela equipe visitante. Um gol de Neto Baiano deixou o  time de Recife na frente, na estreia das equipes no Campeonato Brasileiro, mas em um lance polêmico o jovem Gabriel sacramentou o empate por 1 a 1.

O polêmico gol marcado por Gabriel no segundo tempo deu alivio, mas mostrou que o time da Vila precisa de reforços caso almeje algo a mais na competição.

A partida

O time comandado por Oswaldo Oliveira entrou em campo da forma que a torcida gosta, ofensivo. Com Cícero, Geuvânio, Gabriel, Thiago Ribeiro e Leandro Damião na frente, o time santista tratou logo de ir pra cima. Muitas chances foram criadas, mas a noite não parecia ser de muitos gols.

Gabriel fez o gol de empate do Santos diante do Sport na estreia do peixe na Vila Belmiro. (Foto: GEOVANI VELASQUEZ/PHOTO PRESS)

Gabriel fez o gol de empate do Santos diante do Sport na estreia do peixe na Vila Belmiro. (Foto: GEOVANI VELASQUEZ/PHOTO PRESS)

O Sport, por sua vez, foi a campo apostando na marcação. na zaga, o ex-santista Durval fazia seu reencontro com a torcida que reconheceu o legado deixado pelo atleta e o aplaudiu. Neto Baiano, isolado na frente, tinha a missão de pressionar a saída de bola santista. Com dificuldade nos contra-ataques, o Leão demorou, mas conseguiu segurar o ímpeto do Peixe.

Logo aos 5 minutos, o lateral direito Cicinho acertou a trave do goleiro adversário. Aos 17 minutos, o atacante Gabriel chutou no canto, para defesa de Magrão. O Santos seguia em cima, principalmente pelas laterais, com velocidade, seguia pressionando o adversário a procura do seu gol que teimava em não acontecer. Aos 34 minutos, Cícero bateu falta no ângulo e Magrão fez excelente defesa.

Logo no inicio do segundo tempo, o Santos perdeu um gol incrível. Após receber lançamento em profundidade, o atacante Thiago Ribeiro se livrou do marcador e tocou para Leandro Damião. Sem goleiro, o camisa 9 do time praiano chutou para fora, para desespero do técnico Oswaldo de Oliveira e da torcida que não acreditava na chance perdida.

O Sport conseguiu chegar a frente somente aos 18 minutos, em um chute de longa distância de Renê, defendido em dois tempos pelo goleiro Aranha.

Mas a máxima do futebol deu as caras e aos 27 minutos o improvável aconteceu.  Apesar de estar sendo pressionado pelo Santos, o Sport chegou ao gol aos 27 minutos. Neto Baiano aproveitou cruzamento rasteiro de Felipe Azevedo para marcar.

O empate do Santos veio minutos depois, quando Geuvânio chutou de fora da área após pegar um rebote. O atacante Gabriel desviou levemente de cabeça para o fundo das redes. Os adversários reclamaram muito de impedimento, mas o árbitro chegou a consultar os assistentes antes de validar o gol de empate e concluiu que não houve irregularidade. Imagens da TV, no entanto, indicaram que o camisa 7 santista estava em posição legal. O que não diminuiu a reclamação por parte dos jogadores do Sport.

Depois disso, as equipes demonstraram um certo cansaço e não foram mais com tanto ímpeto ao ataque. O Santos ainda tentou um pouco mais, mão não venceu o esquema defensivo montado pelo Sport.

Na próxima partida, o Santos pega o Coritiba, fora de casa. Já o Sport recebe a Chapecoense, na Ilha do Retiro.

FICHA TÉCNICA

 SANTOS 1 x 1 SPORT

 Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data/Hora: 20/4/2014 – 18h:30

Árbitro: Arílson Bispo da Anunciação (BA)

Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)

Público e renda: Público: 7.964 pagantes/ Renda: R$ 142.391,00.

Cartões amarelos: Rodrigo Mancha (SPO); Jubal (SAN)

GOLS: Neto Baiano, aos 27’/2ºT (0-1), Gabriel, aos 34’/2ºT (1-1)

 SANTOS: Aranha, Cicinho, Neto (12’/2º T), David Braz, Mena, Arouca (Alan Santos, 19’/2º T), Cícero, Gabriel, Geuvânio, Thiago Ribeiro (Lucas Lima, 32’/2º T e Leandro Damião.

SPORT: Magrão, Patric, Ferron, Durval, Renê, Rodrigo Mancha, Eweton Páscoa (Rithely, 11’/2ºT), Renan Oliveira, Wendel (Ananias,19’/2ºT) , Felipe Azevedo e Neto Baiano.