ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Santos empata com invicta Ponte Preta.

Mais uma vez o Peixe esteve a frente e cedeu o empate ao adversário.

Por Paulo Edson Delazari

Geuvânio fez golaço que abriu o placar. (Foto: Gazeta Press)

Geuvânio fez golaço que abriu o placar. (Foto: Gazeta Press)

O Santos mais uma vez fez um jogo movimentado e com muitos gols, e novamente não conseguiu os três pontos. Neste sábado, na Vila Belmiro, a equipe recebeu a Ponte Preta, ficou duas vezes na frente do placar, mas sofreu o empate e viu o confronto terminar em 2 a 2. Os gols foram marcados por Geuvânio e Ricardo Oliveira para o Santos e Felipe Menezes e Renato Cajá para Ponte Preta.

Foi o quatro jogo seguido sem vitória do Santos no Campeonato Brasileiro. Com três empate, o time de Marcelo Fernandes ocupa provisoriamente a 14ª colocação, com seis pontos. Já a Ponte Preta, que vinha de duas vitórias seguidas, está na vice-liderança, também de forma provisória, com 12 pontos.

Gabriel foi a novidade de Marcelo Fernandes no ataque do time do Santos, e foi da jovem promessa a primeira chance do jogo. Aos cinco minutos, ele bateu de fora da área e Marcelo Lomba espalmou. Aos 22 minutos, as pratas da casa apareceram para abrir o placar. Daniel Guedes cruzou da direita, Geuvânio dominou e bateu firme, no ângulo.

Ricardo Oliveira fez mais um no Brasileirão. (Foto: Reprodução)

Ricardo Oliveira fez mais um no Brasileirão. (Foto: Reprodução)

Ricardo Oliveira teve duas boas chances para aumentar a vantagem, mas não aproveitou. Inferior no duelo, a Ponte Preta teve uma única oportunidade em belo chute de Josimar, mas Vladimir espalmou para escanteio.

O time campineiro chegou ao empate logo aos sete minutos da segunda etapa. Biro-Biro invadiu a área pelo lado esquerdo e bateu colocado. Vladimir espalmou e Felipe Azevedo mandou para o fundo do gol. A equipe da casa então passou a ter o controle da partida novamente e tinha em Geuvânio seu nome mais perigoso. Aos nove minutos, ele bateu de fora da área e Lomba espalmou.

Aos 14 minutos, o atacante driblou Gilson e foi derrubado pelo lateral-esquerdo adversário. Pênalti convertido com precisão por Ricardo Oliveira. Quando parecia que os mandantes tinham o controle do jogo, a Ponte apareceu novamente. Rodnei cruzou da direita e Renato Cajá cabeceou. Vladmir ainda encostou na bola, mas não impediu o gol que deixou tudo igual novamente.

Na próxima quarta-feira, o Santos enfrenta o Atlético-MG fora de casa, às 19h30. A Ponte Preta, por sua vez, enfrenta o Goiás no domingo, às 11h no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 2 PONTE PRETA

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 6 de junho de 2015, sábado
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Vinicius Goncalves Dias Araujo (SP-CBF-3)
Assistentes: Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP-CBF-2) e Ricardo Pavanelli Lanutto (SP-CBF-2)
Cartões amarelos: Lucas Lima (Santos). Gilson, Fernando Bob (Ponte)
Renda: R$159.545,00
Público: 5508 pagantes
Gols: SANTOS: Geuvânio, aos 22 minutos do primeiro tempo, e Ricardo Oliveira, aos 15 minutos do segundo tempo.
PONTE PRETA: Felipe Azevedo, aos 7, e Renato Cajá, aos 26 minutos do segundo tempo

SANTOS: Vladimir, Daniel Guedes (Chiquinho), Werley, David Braz e Victor Ferraz; Lucas Otávio, Elano (Thiago Maia) e Lucas Lima; Geuvânio, Gabriel (Neto Berola) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Marcelo Fernandes

PONTE PRETA: Marcelo Lomba, Rodinei, Tiago Alves, Pablo e Gilson; Josimar, Fernando Bob e Renato Cajá (Juninho); Biro Biro, Felipe Azevedo (Cesinha) e Diego Oliveira (Borges).
Técnico: Guto Ferreira