ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Santos joga melhor, mas perde para Fluminense.

Conca surpreendeu num lindo chute para superar Aranha.

Por Paulo Edson Delazari
Conca comemora o lindo gol que marcou em Volta Redonda diante do Santos. (Foto: Matheus Andrade / Photocamera)

Conca comemora o lindo gol que marcou em Volta Redonda diante do Santos. (Foto: Matheus Andrade / Photocamera)

Sem Fred, ainda de folga após a Copa do Mundo, esse papel coube ao meia Conca neste domingo. E o camisa 11 não decepcionou a torcida: mesmo sem uma atuação brilhante, o argentino garantiu a vitória por 1 a 0 sobre o Santos, em Volta Redonda, com um belo chute de fora da área e recolocou o Fluminense no G-4 do Campeonato Brasileiro.

Pouco menos de cinco mil torcedores (3.750 pagantes) acompanharam a partida em uma noite de frio no Estádio Raulino de Oliveira. O jogo foi marcado pelo equilíbrio, pelos muitos passes errados – mais de 100! – e por dois lances polêmicos na etapa final: um gol anulado de Cícero e uma cabeçada de Jorge Eduardo que foi salva pelo zagueiro Henrique quando já tinha passado por Diego Cavalieri.

A equipe do técnico Cristóvão Borges voltou a vencer após três jogos e agora ocupa a terceira posição, com 19 pontos ganhos em 11 rodadas. Já o Peixei estacionou nos 17 pontos e caiu para nono. Fluminense e Santos só voltam a campo no próximo fim de semana. O Peixe recebe a Chapecoense na Vila Belmiro, sábado, às 18h30 (de Brasília). Já o Tricolor joga domingo contra o Atlético-PR, às 16h, na Arena da Baixada.

O jogo

Fluminense e Santos foram a campo com camisas listradas. E essa foi a desculpa usada pelos jogadores para justificar os muitos passes errados no primeiro tempo. O Santos começou melhor na partida, sempre atacando com Mena pelo lado esquerdo. A partir dos 20 minutos, o Tricolor passou a dominar a posse de bola, mas esbarrava na falta de criatividade de seu meio-campo. Rodava e tocava sem levar perigo ao gol de Aranha. Walter e Sobis também pouco apareciam.

O jogo só esquentou mesmo na etapa final, quando o Tricolor voltou com seu uniforme branco e teve um gol anulado logo no ínicio. Após a cabeçada de Gum, Samuel dividiu com o goleiro e Cícero marcou. O árbitro Leandro Vuaden assinalou falta de Samuel no lance. Pouco depois do golaço de Conca, foi a vez de o Santos reclamar: Jorge Eduardo cabeceou, a bola passou por Cavalieri e Henrique salvou em cima da linha. O juiz mandou o jogo seguir. No meio, Lucas Lima até distribuía bem o jogo e criava as melhores jogadas santistas, mas esbarrava na retranca tricolor. A oportunidade mais clara de empate veio nos minutos finais da partida. Arouca recebeu cruzamento de Mena e, sem marcação, chutou para fora. Apesar de se apresentar melhor o Santos voltou para baixada com a derrota na bagagem.