ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Santos perde para o Vitória! Tudo acabado, a esperança acabou.

Santos joga mal e perde para o Vitória, dando adeus às chances de ir a Libertadores.

Por Renato Melo
Biancutti finaliza contra o Peixe. (Foto: Reprodução)

Biancutti finaliza contra o Peixe. (Foto: Reprodução)

No Barradão, o Peixe levou um passeio do Rubro Negro baiano, perdendo o jogo por 2 a 0, com gols de Dinei e Maxi Biancuchhi. No começo da partida o Santos parecia que iria conseguir algo pressionando o Vitória, mais tomou um gol de contrataque que levou a equipe do litoral paulista a se desestabilizar no jogo, caindo mais uma posição na tabela e se afastando definitivamente do G-4.

PRIMEIRO TEMPO 

O jogo começou com o time da Vila Belmiro quase marcando no primeiro minuto com Cicero, depois de uma roubada de bola do atacante Thiago Ribeiro, ele tocou para Kadu que cruzou, a bola caiu nos pés de Geuvanio e rolou para Cicero, que batei rasteiro para o gol, mas a bola foi para fora.

Depois o Vitória respondeu, aos 7 minutos, depois de um bate rebate dentro da área, a bola sobrou para Carceres, que chutou mais a bola bateu na zaga santista e foi para a linha de fundo. A partida continuou muito disputada até que aos 20 minutos, o time da boa terra abriu o placar com Dinei, o argentino Escudero recebeu um cruzamento e rolou para o atacante que livre, balançar a rede santista, 1 a 0 para o Vitória.

O time baiano quase fez o segundo, aos 23 minutos, Aranha fez uma linda defesa, depois de uma paulada de fora da área do atacante Dinei, o goleiro santista espalmou para fora.

O Alvinegro Praiano tentava empatar o jogo e aos 33 minutos chegou com muito perigo com Thiago Ribeiro, depois de passar por Victor Ramos, o atacante santista chutou e a bola passou muito perto do gol do time da casa. O arbitro acrescentou mais um minuto de acréscimo e terminou o primeiro tempo, Vitória 1 x Santos 0.

SEGUNDO TEMPO 

Nem Cícero deu jeito. ( Foto: Edson Rizzi)

Nem Cícero deu jeito. ( Foto: Edson Rizzi)

O Santos começou o segundo tempo fazendo sua primeira substituição, entrou Cicinho para a saída de Bruno Peres. Apesar do placar adverso para o time paulista, o Vitoria que começou a segunda etapa com a corda toda, pressionando o Peixe em seu campo e com vários cruzamentos em sua área, mais a zaga santista estava se saindo bem, afastando todas as chances de gol do time baiano.

O jogo caiu muito de produção e o Santos não conseguia encontrar o caminho para entrar na defesa alvinegra.

Enquanto isso, o Vitória aproveitava suas chances, aos 35 minutos, Maxi Biancucchi recebeu um lançamento mais não conseguiu finalizar. Mais aos 38 minutos não teve jeito, novamente o atacante argentino do time rubro negro recebeu um cruzamento do lateral Juan, ele dominou a bola, driblou o defensor santista e chutou sem chances para o goleiro Aranha, 2 a 0 para o Vitoria.

O Santos quase tomou o terceiro, aos 43 minutos, Danilo Tarracha soltou uma bomba, mais o goleiro santista salvou espalmando para escanteio. Logo depois, o Santos quase diminuiu o placar com Gabriel, que na frente do goleiro, chutou no canto, e o arqueiro do Vitoria defendeu. O juiz deu três minutos de acréscimo e terminou a partida aos 48 minutos, vitória do Rubro negro baiana por 2 a 0 em cima do Santos.

Agora o Peixe deu não tem mais chances matemáticas de lutar por uma vaga na Libertadores de 2014, ficando caindo para a decima posição com 48 pontos, já o Vitoria segue mais vivo do que nunca na busca do G-4, na sexta posição com 56 pontos.

Na próxima rodada o Peixe enfrenta o Fluminense na Vila Belmiro, já o Vitoria joga contra o Criciúma fora de casa.

FICHA TÉCNICA 

VITÓRIA 2 X 0 SANTOS

Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data/Hora: 17/11/2013 – 17h (de Brasília) Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE) Assistentes: Elan Vieira de Souza (PE) e Albino Andrade Albert Junior (PE)

Renda/Público: Não disponíveis
Cartões Amarelos: Kadu (VIT); Bruno Peres, Alison e Emerson (SAN)
Cartões Vermelhos: –
GOLS: Dinei, aos 20’/1ºT (1-0) e Maxi Biancucchi, aos 38’/2ºT (2-0)

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Marcelo (Michel, 12’/1ºT), Cáceres, Escudero e Marquinhos (Danilo Tarracha, 11’/2ºT); Dinei e William Henrique (Maxi Biancucchi, 30’/2ºT). Técnico: Ney Franco.

SANTOS: Aranha; Bruno Peres (Cicinho, Intervalo), Edu Dracena, Gustavo Henrique e Emerson; Arouca, Alison (William José, 28’/2ºT), Cícero e Montillo; Geuvânio (Gabriel, 32’/2ºT) e Thiago Ribeiro. Técnico: Claudinei Oliveira.