ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Santos vence Lusa em noite de Neilton.

O novo onze da Vila marcou duas vezes na Vila.

Por Paulo Edson Delazari
525_7edf3e99-ddc0-3d38-9339-b588f11e6c87

Neilton foi destaque da vitória santista na vila, (Foto: Getty)

O novo atacante santista Neilton foi o destaque da goleada de 4×1 sobre a Portuguesa na Vila Belmiro em jogo válido pelo brasileirão 2013, a revelação santista marcou duas vezes e teve boa participação no jogo.

O peixe soube explorar a deficiência da lusa pelo lado esquerdo da defesa, onde Rogério subia e deixava um buraco e abriu o placar muito cedo, antes dos 11 minutos os meninos da Vila já ganhavam por dois de diferença. Novamente Aranha parou o ataque adversário e impediu os gols do adversário.

O Santos volta a joga pelo brasileiro no dia 21 na Vila Belmiro contra o Coritiba, com a vitória o Peixe chega a 11 pontos e chega no G4, pelo menos até o domingo quando a rodada sera finalizada.

O Jogo

GOOOOLLLLL do Peixe! O jogo mal começou e Montilho descobriu o caminho das pedras e parecia ser pela direita de ataque, o dez da Vila cruzou razante, Neilton fechou no meio da área e chutou. Santos 1×0.

GOOOOLLLLL do Peixe! A partida estava fácil, aos 10 minutos, novamente pela direita, Leandrinho cruzou e Willian José sozinho na pequena área de cabeça, ampliou o placar, Lauro nada pode fazer. Santos 2 x 0 Portuguesa.

O Santos queria ampliar e por pouco Montillo não consegue, o argentino teve campo aberto foi avançando e chutou forte, a bola passou raspando a trave esquerda da Lusa.

Como tudo tem a primeira vez, a Lusa chegou aos 25 minutos e por pouco não diminuiu. Cañete fez bela tabela com Souza e tocou para Mateus, o centroavante chutou cruzado ameia altura e a bola passou muito perto da trave de Aranha.

O lance parece teracordado a Portuguesa, um minuto depoiso veterano Corrêa viu o espaço e arriscou o chute de fora da área, a bola carimbou a trave, mas na sobra voltou para zaga do Peixe.

A Lusa chegava mais e mais e aos 30 minutos Aranha operou um milagre, após cobrança de escanteio a bola foi rebatida pra fora da área, Cañete levantou pra dentro da área na cabeça de Rogério, que testou preciso no canto esquerdo do goleiro santista, este de ponta de dedo colocou para escanteio.

Etapa Complementar

As equipes voltaram a campo como terminaram tanto nas substituições, que não aconteceram, como no futebol. A Lusa seguiu apertando e o Santos administrando a vantagem adquirida logo no início da partida. O resultado disto foi um segundo tempo sem emoções. A primeira oportunidade só surgiu aos 20 minutos quando Diogo arriscou de média distância para defesa de Aranha, na sequência do escanteio Cañete carimbou a trave esquerda do goleiro santista.

Mas o Peixe definiu a partida quando, aos 30, após boa troca de passes dos santistas no campo de ataque, a bola foi para Neílton, que limpou a marcação de Luis Ricardo, e arrematou de perna esquerda, marcando o terceiro dos alvinegros. No minuto seguinte, o atacante deu lugar a Giva.

O Santos quase chegou ao quarto gol, aos 32, quando Willian José dominou dentro da área, puxou para a perna direita e tentou acertar o canto esquerdo de Lauro, que se esticou e espalmou a bola para escanteio. Este foi o último lance do centroavante, que pouco depois saiu para a entrada de Henrique.

Com a grande desvantagem no placar, a Portuguesa ainda queimou as suas duas últimas alterações, com Jean Mota na vaga de Rogério e Moisés no lugar de Diogo. No fim, aos 42, Bruno Moraes descontou de voleio, após cruzamento de Luis Ricardo, pela direita.

Apesar disso, o Peixe conseguiu se segurar nos últimos minutos, e ainda teve Giva marcando mais um gol, aos 46, confirmando a terceira vitória do seu time no Campeonato Brasileiro. O atacante aproveitou o rebote de Lauro, após chute de Henrique, para dar números finais ao confronto.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 4 X 1 PORTUGUESA

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 13 de julho de 2013, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo do Amaral (SP)
Assistentes: Vicente Romano Neto e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (ambos de SP)
Cartões amarelos: Rafael Galhardo (Santos); Ferdinando (Portuguesa)
Público: 5.860 pagantes
Renda: R$ 169.191, 00
Gols:
SANTOS: Neílton, a 1 minuto e Willian José, aos 11 minutos do primeiro tempo; Neílton, aos 30 minutos e Giva, aos 46 minutos do segundo tempo
PORTUGUESA: Bruno Moraes, aos 42 minutos do segundo tempo

SANTOS: Aranha; Rafael Galhardo, Edu Dracena, Durval e Léo; Alan Santos, Cícero, Leandrinho (Alison) e Montillo; Nilton (Giva) e Willian José (Henrique)
Técnico: Claudinei Oliveira (interino)

PORTUGUESA: Lauro; Luis Ricardo, Lima, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Corrêa, Souza e Cañete; Matheus (Bruno Moraes) e Diogo (Bruno Henrique)
Técnico: Edson Pimenta