ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Santos vence Vasco na Vila com 2 de Miralles

Santos vence Vasco e afasta de vez qualquer chance de descenço

Por Vladimir da Costa

Novamente sem Neymar, o Santos teve uma dura missão, contra outro time carioca. O adversário da vez foi o Vasco da Gama, que lutava para se manter no G4.

Querendo mostrar que não é totalmente dependente do camisa 11, o Peixe mostrou dentro de casa que segue forte, apesar da posição na tabela, a equipe jogou bem para uma pequena torcida que foi na Vila prestigiar seus jogadores, que foram a campo com uma nova camisa, listrada.

Mais determinado durante os 90 minutos, o Santos não deu chances para o Vasco e venceu a segunda partida seguida sem Neymar, com dois gols do substituto da camisa 11, Miralles.

A partida

Jogando em casa, o Santos quando não tinha a bola, adiantava sua marcação para dificultar a saída de bola do Vasco, que não via outra alternativa a não ser rifar a bola para o ataque.

O Santos era melhor na partida. Melhor distribuído em campo, o Peixe não demorou para chegar ao seu gol. Depois da bola roubada no campo de defesa, Bill deu passe açucarado para Miralles, que tocou para o gol na saída de Fernando Prass.

O gol acordou o Vasco, que com toque de bola, começou a atacar mais. Chegou até a marcar, com Eder Luis, mas o atacante estava a frente da zaga e o impedimento foi bem marcado.

A partida ficou equilibrada. Com o Santos criando as melhores chances de gols, mesmo com o Vasco tento mais posse de bola.
Em duas oportunidades, quase o Peixe amplia. Na primeira, Felipe Anderson fez boa jogada no ataque santista e bateu colocado, mas Jonas atrapalhou o meia na hora do chute a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Miralles comemora com Bill. Atacante fez os dois gols da partida contra o Vasco, na Vila Belmiro (Foto: Ricardo Nogueira-Folhapress)

Dois minutos depois, Bruno Peres pegou de fora da área, quase da intermediária, um chute muito forte, obrigando Fernando Prass fazer belíssima defesa.

Aos 30 minutos, Bruno Peres teve outra boa oportunidade, mas acabou desperdiçando o gol. A zaga do Vasco vacilou e o lateral direito saiu na cara do goleiro vascaíno, em jogada parecida com o primeiro gol, mas Fernando Prass foi mais rápido e acabou ficando com a bola.

A primeira oportunidade do Vasco veio somente aos 31 minutos. Wendel cruzou a bola meia altura pela esquerda do ataque, mas o chute saiu forte e Alecsandro não conseguiu cabecear a bola para o gol.

Com a vantagem no placar, o Santos se acomodou, mas o Vasco, muito apático, não conseguia chegar com perigo ao gol santista.

Apenas aos 40 minutos, Carlos Alberto girou em cima de Bruno Rodrigo, fora da área, e bateu firme no gol, mas a bola foi por cima de Rafael, muito pouco para um time que luta para ganhar uma vaga na Libertadores 2013. E o primeiro tempo acabou com merecida vantagem santista no placar.

Etapa Complementar

Na volta do intervalo, o Santos continuou melhor e ampliou o placar logo no primeiro minuto do segundo tempo. Muito parecido com o primeiro gol, Miralles recebeu belo passe de Felipe Anderson, mas costas da zaga do Vasco e de primeira, botou a bola debaixo das pernas de Fernando Prass, fazendo 2 a 0 para o Peixe.

Depois do segundo gol santista, a partida ficou aberta. O Vasco passou a chegar mais ao gol adversário e o Santos por sua vez, continuava perigoso quando estava no campo de ataque.

Felipe Anderson jogou bem e ajudou o Santos a vencer (Foto:Ricardo Nogueira/Folhapress)

Aos 12 minutos, Felipe achou Eder Luis que emendou de primeira, mas Rafael saiu bem e defendeu com o peito a bola finalização do Vasco. Aos 14, Fernando Prass saiu da área para pegar a bola e acabou trombando com seu próprio companheiro, mas o goleiro se recuperou a tempo, evitando uma lambança.

Com o passar da partida, o Santos tomou conta das ações, o Vasco pouco ameaça o gol santista e a partida ficou disputada basicamente no meio campo.

O Vasco voltou a ameaçar o Santos somente nos 30 minutos, quando acertou a trave de Rafael. Depois de uma cobrança de falta de Felipe Bastos, a bola carimbou a trave santista. Muito pouco para uma equipe que ficou o campeonato inteiro entre as principais equipes da competição. Muito afoito, a equipe da Colina errava muitos passes e o Santos por sua vez, com a vantagem, tocava de lado, vendo o tempo passar.

Com o resultado, o Santos assumiu a oitava colocação, com 41 pontos e segue na parte intermediária da tabela, sem correr risco de rebaixamento, mas também com chances quase zero de chegar ao G4. Já o Vasco viu o São Paulo assumir a quarta colocação do Nacional, que venceu o Figueirense e ultrapassá-lo na briga entre as duas equipes pela última vaga na Libertadores.

Na próxima rodada, o Santos recebe outra pedreira em casa, o Atlético-MG, às 22h. O Vasco também terá um adversário complicado. A equipe terá pela frente um clássico. O time da Colina enfrenta o Botafogo, na quinta-feira, às 21h, no Engenhão.