ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Santos vivo com o sonho da Libertadores vence Bahia.

A luta continua para o Peixe, sonho de Libertadores vivo, em noite de Cícero.

Por Paulo Edson Delazari
Cícero e Montillo comemoram gol do meia. (foto: gazeta press)

Cícero e Montillo comemoram gol do meia. (foto: gazeta press)

O Santos voltou a vencer no Campeonato Brasileiro depois de três jogos sem vitória. Nesta quinta-feira, a equipe recebeu o Bahia no Pacaembu e bateu o adversário por 3 a 0, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Montillo e Cícero, duas vezes, fizeram os gols da partida.

Com o resultado, o time paulista chega a 48 pontos e fica na nona posição, a oito pontos do Goiás, time que fecha o G-4 do Nacional. Já a equipe baiana estaciona nos 39 pontos, caiu para a 16ª colocação e pode entrar na zona de rebaixamento caso o Fluminense vença.

Além disso, o clube tricolor completa sete partidas sem ganhar no Brasileiro. O último triunfo ocorreu no clássico contra o Vitória, por 2 a 0, no dia 9 de outubro. Desde então, foram quatro derrotas e três empates e time vê de perto a briga para não cair para série B.

A partida ainda ficou marcada pela manifestação dos atletas por conta da proposta do Bom Senso FC. Assim como no duelo entre São Paulo e Flamengo na quarta, alguns jogadores ficaram de braços cruzados, enquanto outros chutaram a bola de um lado para o outro. A ação durou cerca de 30 segundos.

Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos vai ao Barradão encarar o Vitória no domingo, às 17h (de Brasília). No mesmo dia, o Bahia visitará o Náutico na Arena Pernambuco, às 19h30.

O jogo 

 Apesar da necessidade dos dois times de voltar a vencer, ambos iniciaram a partida desorganizados em campo. O Bahia se concentrou apenas em buscar jogadas pela esquerda, com o lateral Raul e o atacante Wallyson. Já o Santos mostrou dependência por Montillo, com Geuvânio tentando arriscar também alguns lances.

O time alvinegro chegou a ter duas oportunidades em cobranças de faltas, mas desperdiçou ambas. Assim, a partida demorou a ter emoção. O primeiro lance de perigo saiu apenas aos 25 minutos, depois que Edu Dracena não conseguiu cortar lançamento. A bola sobrou para Wallyson, que rolou na direita para Obina arrematar cruzado, rasteiro. Aranha se esticou para salvar os mandantes.

A jogada acordou o Santos, que respondeu cinco minutos depois. Geuvânio dominou pela direita, cortou para o meio e bateu de pé esquerdo. Marcelo Lomba espalmou, e a bola ainda acertou o travessão antes de sair pela linha de fundo. Aos 36, a equipe da casa abriu o placar. Emerson pegou a bola pela esquerda, em rebote de Fabrício, e fez a assistência na meia-lua para Montillo, que driblou o marcador e bateu cruzado para fazer o gol.

Antes do fim do primeiro tempo, o Bahia desperdiçou boa chance de empatar. Marquinhos recebeu cruzamento da esquerda nas costas da zaga, com liberdade, mas não conseguiu dominar, quase na linha da pequena área, e Aranha ficou com a bola.

No segundo tempo, o Santos voltou melhor. Em cobrança de falta de Montillo da intermediária, Gustavo Henrique cabeceou, a bola desviou em Cícero e passou perto da trave. Depois, Cristóvão Borges tirou o volante Fahel para colocar o atacante Souza, que, em sua primeira oportunidade, desperdiçou chance de frente para o gol.

Já o Santos não falhou na oportunidade seguinte. Aos 25, Thiago Ribeiro roubou a bola no meio-campo e lançou para Montillo, que ajeitou de cabeça para Cícero arrematar para a rede. Cinco minutos depois, Cícero aproveitou cruzamento de Montillo e deu números finais ao confronto, sem deixar nenhuma dúvida de quem merecia o resultado na partida..