ÚLTIMAS NOTÍCIAS
São Paulo atrasa, Tolói atrasa e San Lorenzo vence.

Toloi entrega novamente e tricolor é derrotado na Libertadores.

Por Paulo Edson Delazari
Rogério e Souza cabisbaixos após o gol do San Lorenzo. (Foto: Gazeta Press)

Rogério e Lucão cabisbaixos após o gol do San Lorenzo. (Foto: Gazeta Press)

A noite parecia anunciar algo de ruim para o São Paulo na quarta rodada da Libertadores diante do San Lorenzo na Argentina, após atraso do ônibus tricolor para chegar ao El Nuevo Gasómetro, o jogo atrasou cerca de 15 minutos para começar. Mas a partida se mostrava muito boa para o São Paulo até os 25 minutos da segunda etapa, quando Toloi infantilmente tomou uma toca de Calteruccio para fazer um belo gol e dar a vitória ao time da casa por 1 a 0.

Com a derrota o São Paulo, que contou com a ausência de Luis Fabiano, a noite nada inspirada de Pato e Ganso e ainda teve que ver Alan Kardec sair contundindo com uma entorse no joelho direito, viu sua classificação ficar ameaçada, pois viu seu adversário igualar o número de pontos e só ficar a frente no saldo de gols. O tricolor tem dois de saldo, enquanto o San Lorenzo tem zero.

O tricolor volta a jogar na Libertadores contra o Danúbio no Uruguai, enquanto o San Lorenzo vem a São Paulo para enfrentar o Corinthians.

O jogo

Os primeiros 45 minutos mostraram uma partida agitada e com bastante movimentação dos dois lados, mas raras chances de gol. O São Paulo tinha maior volume de jogo e usava o contrataque para chegar. Já o San Lorenzo não teve nenhuma ocasião clara de gol.

Dessa forma, o principal acontecimento da etapa inicial foi a lesão de Alan Kardec. Aos 42 minutos, o atacante sentiu o joelho direito ao fugir de um marcador e pediu a substituição no mesmo momento. Ele ainda seguiu em campo por mais alguns minutos, mas não teve condições e deu lugar a Centurión antes mesmo do intervalo.

Na volta para o segundo tempo, o duelo seguiu acelerado, e o São Paulo passou a ocupar mais o campo de ataque em relação à primeira etapa. Aos 17, Reinaldo criou a melhor oportunidade dos brasileiros até então ao finalizar cruzado e mandar à esquerda do alvo. Porém, a resposta veio com o golaço de Cauteruccio, oito minutos mais tarde. Após chutão da zaga argentina, Villalba raspa de cabeça e ganha de Lucão, Calteruccio da linda toca em Tolói que dá bote infantil, sai de frente com Rogério e fuzila. Um golaço!

A equipe visitante demonstrou certo nervosismo após o gol e seguiu sem levar perigo até o apito final. Na principal chance, Michel Bastos concluiu rasteiro de fora da área, Torrico ‘bateu roupa’, mas nenhum adversário aproveitou o rebote. Neste cenário, o São Paulo não conseguiu evitar seu segundo revés em quatro jogos.

FICHA TÉCNICA
SAN LORENZO 1 X 0 SÃO PAULO

Local: El Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires (ARG)
Data: 1º de abril de 2015, quarta-feira
Horário: 19h45 (de Brasília)
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Assistentes: Francisco Mondria (CHI) e Carlos Astroza (CHI)
Cartões amarelos: Hudson, Souza, Michel Bastos e Denilson (São Paulo)
Gol: Cauteruccio, aos 25 minutos do segundo tempo

SAN LORENZO: Torrico; Buffarini, Yepes, Caruzzo e Mas; Mussis (Villalba), Mercier, Kalinski (Quignon) e Romagnoli (Cauteruccio); Blanco e Matos
Técnico: Edgardo Bauza

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Hudson, Rafael Toloi, Lucão e Reinaldo; Denilson, Souza (Ewandro), Ganso e Michel Bastos; Alexandre Pato e Alan Kardec (Centurión)
Técnico: Muricy Ramalho