ÚLTIMAS NOTÍCIAS
São Paulo dá canetada no Grêmio no Morumbi.

Na estreia do “escritor” Osório, São Paulo faz a lição de casa e bate o Grêmio.

Por Vladimir da Costa
Osório deu todo crédito a jogadores e Milton Cruz na sua primeira vitória no comando tricolor. (Foto: Gazeta Press)

Osório deu todo crédito a jogadores e Milton Cruz na sua primeira vitória no comando tricolor. (Foto: Gazeta Press)

O São Paulo fez uma partida de dar gosto para seus torcedores. Seguro na zaga e dinâmico na frente, com volume de jogo e força pelos lados, o tricolor dominou o time gaúcho e conseguiu uma vitória para dar confiança para a equipe comandada pelo técnico colombiano.

Com gols de jogadores queridos pela torcida, o São Paulo segue na parte de cima da tabela. O primeiro foi de Luis Fabiano, com calma e qualidade, o camisa 9 venceu o goleiro, já batido. O segundo, foi de Ceni, assim como o Fabuloso, no grupo dos 10 mais artilheiros da história da equipe, O atacante com 199 e o goleiro com 129 gols.

Na saída do gramado do Morumbi, alguns jogadores do São Paulo, entre eles Ganso e Hudson, disseram que já sentiram uma mudança no time com a chegada do novo treinador. Osorio, porém, discorda.

“Não, não acredito. Não acho justo da minha parte. Eu quero elogiar o muito bom trabalho do Milton (Cruz, técnico interino). Eu continuo com uma ideia similar e, obviamente, somando algumas coisas pessoais. A vitória é muito boa contra um adversário direto. Mas todo o crédito para os atletas. Por agora, é minha pequena contribuição para, reitero, uma boa vitória”, falou.

A vitória levou o São Paulo aos 13 pontos ganhos e fez o time dormir na vice-liderança do Campeonato Brasileiro – dois pontos atrás do Atlético-PR . Já o Grêmio segue com oito pontos no meio da tabela. O próximo compromisso do tricolor é contra a Chapecoense na Arena Condá, enquanto os gaúchos recebe o Atlético-PR em Porto Alegre.

A partida

Com Pato no banco e apenas Luís Fabiano no ataque, sendo apoiado por Ganso, Michel Bastos e Wesley, o São Paulo dominou a primeira etapa.

Aos 26 minutos, Wesley alçou bola da esquerda, Rodrigo Caio escorou para o meio, Rhodolfo afastou mal e a bola sobrou para Luís Fabiano, que teve tranquilidade para chutar no canto de Tiago.

O gol não acordou o Grêmio que seguiu dominado pelo tricolor paulista. Melhor em campo e com maior posse de bola, o time do Morumbi dominou as ações do jogo, enquanto a equipe gaúcha se defendeu como pode.

Rogério Ceni e Luis Fabiano marcaram os gols da partida. (Foto: Rubens Chiri)

Rogério Ceni e Luis Fabiano marcaram os gols da partida. (Foto: Rubens Chiri)

Já o Grêmio seguia recuado e quando teve a chance, perdeu. O Grêmio teve excelente chance de empatar, quando Giuliano deixou Pedro Rocha na cara do gol. Ele bateu na saída de Ceni, mas a bola,  foi pra fora.

Logo no começo do segundo tempo, as coisas pioraram para os gaúchos após um lance polêmico: Wesley cruzou e a bola bateu no braço de Marcelo Oliveira, que estava de costas. O árbitro Péricles Bassols assinalou pênalti.

Rogério Ceni foi para a bola e bateu bem, no cantinho do lado direito, marcando seu 129, tornando-se o décimo artilheiro do tricolor, agora de maneira isolada. O São Paulo ainda teve chance de ampliar em chute forte de Wesley, mas Tiago pegou.

Sem força para reagir, o Grêmio tentou ao menos evitar uma derrota maior. E conseguiu segurar o ímpeto são-paulino. Juan Carlos Osorio fez suas tradicionais anotações durante a partida. Mas deve ter gostado da entrega do time na sua primeira vitória da equipe tricolor.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 0 GRÊMIO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 6 de junho de 2015 (sábado)
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols (Fifa-RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Correa (Fifa-RJ) e Thiago Henrique Farinha (RJ)
Cartões amarelos: Denilson, Luis Fabiano, Souza (São Paulo); Fellipe Bastos, Marcelo Oliveira (Grêmio)
Gols: SÃO PAULO: Luis Fabiano, aos 26 minutos do primeiro tempo, e Rogério Ceni (pênalti), aos oito minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rodrigo Caio, Dória e Carlinhos; Denilson (Hudson), Souza (Thiago Mendes), Ganso, Wesley e Michel Bastos (Reinaldo); Luis Fabiano
Técnico: Juan Carlos Osorio

GRÊMIO: Tiago; Fellipe Bastos, Geromel, Rhodolfo e Marcelo Oliveira; Araújo (Júnior), Maicon, Giuliano e Luan; Pedro Rocha (Vitinho) e Yuri Mamute (Braian Rodríguez)
Técnico: Roger Machado