ÚLTIMAS NOTÍCIAS
São Paulo e Inter fazem partida morna

Empate sem gols deixa equipes no meio da tabela do brasileiro.

Por Vladimir da Costa

Contra uma equipe mista, o São Paulo criou, mas não conseguiu converter as chances criadas em gol. O Inter pouco chegou, mas foi mais perigoso.

Jogando no sul, o São Paulo fez um bom primeiro tempo. Neutralizou o meio campo do Internacional e por pouco não abriu o placar. Doria e Pato tiveram a chance de marcar, mas desperdiçaram. Alias, o atacante que fez um belo primeiro tempo, pecou na hora de finalizar.

Pato disputa a bola. Atacante não fez uma boa apresentação e foi substituido. (Foto: Getty Images)

Pato disputa a bola. Atacante não fez uma boa apresentação e foi substituído. (Foto: Getty Images)

O segundo tempo, o jogo foi mais morno. Nenhuma equipe demonstrou muita vontade de vencer. Com duas finalizações para cada lado, nada que mereça muito destaque. Apenas uma cobrança de falta de Alex que Rogério fez ótima defesa. Muito pouco para duas equipes com grandes jogadores.

Com o empate, o São Paulo chegou à sete pontos. Já o inter chegou a 5. A próxima rodada será no meio de semana e na quarta, o tricolor terá Osório estrando como técnico da equipe num clássico. Contra o Santos, em casa, às 21h. Já o Inter pega o Palmeiras, no Allianz Parque, no mesmo horário.

A partida

Com um time misto, mas com Alex em campo, o Inter não foi o mesmo do meio de semana. Tudo bem que a motivação não é a mesma, mas o time gaucho demonstrou muita dificuldade de chegar ao gol de Rogério.

Com Pato e Luis Fabiano no ataque, a equipe do Morumbi arriscava bastante de fora da área. Michel Bastos e Denilson arriscaram, mas sem força. O São Paulo apesar de ficar mais com a bola, não conseguia chegar dentro da área. Errava passes curtos e nos oito escanteios que teve no primeiro tempo, não conseguiu nenhuma finalização.

Com o meio campo mais marcador, do que técnico, a equipe chegava sempre em velocidade, mas com pouca qualidade.

Apenas nos últimos 5 minutos, o tricolor pressionou em busca do gol. O Inter “aceitou” a pressão, mas sou se defender e levar o zero para o intervalo.

Anderson disputa a bola com Denilson no Beira-Rio. (Foto: Foto: Lucas Uebel / Getty Images)

Anderson disputa a bola com Denilson no Beira-Rio. (Foto: Lucas Uebel / Getty Images)

Aos 41 minutos, a primeira boa chance. No contra-ataque, Pato recebeu de Michel Bastos na área e bateu rasteiro, forte. Alisson salva o Inter. Três minutos depois, novo lance de perigo tricolor. Em novo escanteio, Pato ergueu na área, e Luís Fabiano acertou o travessão, de cabeça. No rebote, Doria desviou, mas Alisson consegue fazer a defesa em cima da linha.

O segundo tempo começou mais morno. O São Paulo errava passes e facilitava o controle do meio campo do Internacional, que passou a jogar mais no campo adversário. Vitinho e Rodrigo Dourado arriscaram, mas mandaram para longe.

O tricolor deu o troco com Luis Fabiano aos seios minutos. O atacante aproveitou vacilo entre Paulão e Rodrigo Dourado e bateu forte após cruzamento da direita. A bola passou sobre o gol.

O Inter voltou a atacar aos 14 minutos. Alan Costa ajeitou de cabeça para Lisandro López, que finalizou para grande defesa de Rogério.

A partida ficou morna, com os dois times trocando bola no meio campo. A bola ficava muito com Michel Bastos, na intermediaria, sem perigo algum para a defesa colorada.

A medida que a tempo ia passando, a partida ficava morna. Milton Cruz trocou os atacantes. Colocou o jovem João Paulo e Centurión, mas pouco mudou. Assim como o Inter, que não conseguia chegar perto do gol de Ceni.

A