ÚLTIMAS NOTÍCIAS
São Paulo misto vence Flamengo no Brasileirão.

Pato e Ganso saem do banco de reservas e decidem para o tricolor paulista.

Por Paulo Edson Delazari
Doria e Paulo Vitor acompanhados de suas mães no Morumbi. (Foto: Marcos Riboli)

Doria e Paulo Vitor acompanhados de suas mães no Morumbi. (Foto: Marcos Riboli)

Na tarde fria deste domingo no Morumbi  o São Paulo recebeu o Flamengo e mesmo jogando com um time mesclado entre titulares e reservas levou a melhor sobre o rubro negro na primeira rodada do Brasileirão. O time dirigido por Milton Cruz venceu por 2 a 1 com gols de Luis Fabiano e Pato. Para o time carioca diminuiu Ewerton de pênalti.

A curiosidade da partida foram os uniformes das duas equipes, tanto São Paulo quanto o Flamengo entraram em campo com o nome das mães dos jogadores no lugar onde habitualmente vai o nome dos jogadores.

Com a vitória o Tricolor paulista assumiu a terceira colocação ao lado da Chapecoense no campeonato e agora só pensa no próximo jogo contra o Cruzeiro na próxima quarta-feira, às 19h30 em jogo decisivo pelas oitavas de final pela Libertadores. Pelo brasileiro a equipe do Morumbi só volta a jogar no próximo domingo contra a Ponte Preta, às 18h30 no Moíses Lucareli em Campinas.

Já o Flamengo folga no meio da semana e só volta a jogar no próximo domingo contra o Sport no Maracanã às 16h00.

O Jogo

Luis Fabiano cabeceia e abre o placar vencendo Paulo Vitor. (Foto: Marcos Riboli)

Luis Fabiano cabeceia e abre o placar vencendo Paulo Vitor. (Foto: Marcos Riboli)

Mesclando titulares e reservas e pensando na Libertadores, o São Paulo não queria perder a oportunidade de começar bem o Brasileirão 2015. Então aos sete minutos Wesley e Souza tabelaram e o meia ex-Santos bateu de fora da área, a bola passou raspando a trave direita de Paulo Vitor.

Dois minutos depois, foi a vez do Flamengo responder. Tabelando também com Anderson Pico o atacante Everton entrou na área pela esquerda e chutou rasteira para a defesa de Rogério.

Após ataques dos dois lados, as equipes se postaram melhor defensivamente e somente aos 18 minutos Luis Fabiano quase abre o placar ao chutar de primeira o cruzamento de Souza, mas Wallace estava no meio do caminho para impedir o chute.

O São Paulo só chegou novamente ao ataque aos 35 minutos em lance de bola parada. Boschilia chutou de longe e a bola passou raspando a trave esquerda de Paulo Vitor.

O São Paulo insistia e aos 42 novamente de bola parada o tricolor quase abriu o placar. Boschilia levantou na área, Paulo Miranda cabeceou para o chão e Paulo Vitor defendeu com o pé, na sobra Souza chutou e Wallace tirou com o braço, afastando novamente no meio do caminho para impedir o gol, colocando para escanteio. Contudo a arbitragem não entendeu como pênalti.

Segunda Etapa

Com um amarelo desde o começo do primeiro tempo e pouca dinâmica no meio campo, Milton Cruz sacou Hudson e colocou Ganso. A mudança deu mais movimentação ao ataque e logo aos três minutos Luis Fabiano já havia finalizado ao gol, mas a bola passou por sobre a trave. Três minutos depois Ganso deu belo passe para Luis Fabiano, mas Wallace bloqueou novamente.

Aos 11 minutos a resposta flamenguista, em contrataque Ewerton cruzou da esquerda e Gabriel chegou chutando e Rogério Ceni operou o milagre, fazendo a defesa com o pé e depois com a mão.

Cinco minutos depois foi a vez de Paulo Vitor operar o milagre, em jogada envolvente de Ganso e, Wesley e Luis Fabiano o torcedor tricolor por pouco não gritou gol. Luis Fabiano chutou na primeira o goleiro rubro negro defendeu, na sobra Luis Fabiano chutou novamente e Anderson Pico tirou em cima da linha para escanteio.

Doria queria emoção na partida e ao 23 minutos e em preparação de jogada, Doria recuou curta para Rogério, o goleiro saiu dividindo com Marcelo Cyrilo, a bola sobrou para Ewerton que bateu de primeira, mas a bola passou sobre o gol.

Jogadores do São Paulo comemoram segundo gol. (Foto: Marcos Riboli)

Jogadores do São Paulo comemoram segundo gol. (Foto: Marcos Riboli)

Com o zero a zero no placar os técnicos resolveram mexer, pelo São Paulo entrou Pato e no Flamengo Mugni e Artur Maia. Aos 28 na primeira bola que o atacante pegou o gol saiu. Pato arrancou no meio de três marcadores e tocou para Wesley, o meia marcado por três deu passe por sobre a zaga e Luis Fabiano cabeceou para o fundo do gol. São Paulo 1 a 0.

Jogando na frente o time tricolor ficou ainda mais confiante e aos 34 minutos a coisa ficou ainda melhor para a equipe de Milton Cruz, em contrataque Ganso deu bom passe para Pato dentro da área, o atacante dominou e chutou de perna esquerda ampliando o placar. São Paulo 2 a 0.

O jogo não havia acabado e aos 40 minutos o arbitro Marcelo de Lima Henrique que não viu pênalti de Wallace no primeiro tempo, viu pênalti de Ganso em lance semelhante. Na batida Ewerton bateu no canto esquerdo de Rogério, enquanto o arqueiro caiu para o outro lado. São Paulo 2 x 1 Flamengo.

Nos últimos cinco minutos o Flamengo de forma desordenada tentava chegar ao ataque, mas a equipe tricolor foi eficaz e manteve a calma preservando a vantagem.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 1 FLAMENGO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 10 de maio de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Clovis Amaral da Silva (PE)
Cartões amarelos: Paulo Henrique Ganso e Hudson (São Paulo); Lucas Mugni (Flamengo)

Gols:
SÃO PAULO: Luis Fabiano, aos 28, e Alexandre Pato, aos 34 minutos do segundo tempo
FLAMENGO: Everton (pênalti), aos 40 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lucão, Dória e Reinaldo; Rodrigo Caio, Souza, Hudson (Paulo Henrique Ganso), Wesley e Boschillia (Alexandre Pato); Luis Fabiano (Thiago Mendes)
Técnico: Milton Cruz

FLAMENGO: Paulo Victor; Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico; Canteros (Eduardo da Silva), Jonas, Almir (Arthur Maia) e Everton; Marcelo Cirino e Gabriel (Lucas Mugni)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo