ÚLTIMAS NOTÍCIAS
São Paulo perde a partida e o rumo contra o Vasco

São Paulo joga novamente mal e perde seus 100% no Morumbi

Por Vladimir da Costa

O Tricolor, até então 100% em casa, buscava seu sexto trunfo no Morumbi contra um adversário direto e que até então não havia perdido como visitante e a partida acabou sendo melhor para a equipe carioca, que venceu o duelo chegando aos 23 pontos, dois a menos que o Atlético MG

O Vasco, antes do inicio da rodada ocupava a segunda posição, atrás apenas do Atlético Mineiro, com 20 pontos.

O São Paulo parece ainda não ter se encontrado nas mãos de Ney Franco, um time mal distribuído em campo e pouco efetivo no ataque. Durante a partida, Luís Fabiano ficou oito vezes impedido. Fato que demonstrou que a equipe ainda não se achou encontrou a melhor forma de atuar com seu novo treinador.

A Partida

 

Luís Fabiano lutou, mas não conseguiu salvar o São Paulo da primeira derrota em casa para o Vasco ( Idário Café/VIPCOMM)

O São Paulo começou com cautela, procurando ficar mais com a posse de bola, tentando achar uma brecha na defesa vascaina, mas assim como na partida contra o Palmeiras, faltava criação no meio de campo para abastecer o ataque tricolor. Na base do toque rápido o Tricolor chegou primeiro ao gol do Vasco. Luís Fabiano recebeu na área, cortou o zagueiro Dedé e bateu, mas Fernando Press bem colocado pegou sem dificuldades.

Três minutos mais tarde, Osvaldo fez boa e tocou para Cicero que de perna esquerda bateu bonito no gol, mas a bola acertou a trave e saiu.

Depois disso, o Vasco foi tomando conta da partida, criando mas melhores chances de gols, quase que sempre nas bolas paradas com Juninho. Por sinal, mas melhores oportunidades de gols no primeiro tempo saíram dos pés do camisa 350.
Aos 12 minutos Barbio achou Diego Souza livre dentro da área, mas o atacante perdeu gol incrível.

Minutos depois o atacante Osvaldo saiu de campo sentindo muitas dores, em seu lugar entrou Rafinha. A mudança não mudou o panorama da partida, que seguia com o Vasco tomando conta das ações.

Aos 29 minutos, Juninho, em bela cobrança de falta acertou o travessão de Denis, no rebote, Barbio livre de marcação cabeceou pra fora. Quatro minutos mais tarde, novamente o meia chutou de longe com efeito, mas o goleiro são paulino espalmou a bola, afastando o perigo da área.

Nos minutos finais da partida o ataque do São Paulo quase não viu a cor da bola. Tanto que depois do apito final, o time deixou o gramado sob vais de sua torcida que via um time apático.

Segundo tempo

A segunda etapa conseguiu começar o segundo tempo pior. Aos três minutos o lateral Fagner apareceu sozinho na área do São Paulo e chutou em cima de Denis que não conseguiu tirar a bola. Vasco 1 a 0.

Os dois melhores da partida em ação, o 350 Juninho obriga Denis a trabalhar (Idário Café/VIPCOMM)

O São Paulo seguiu errando nas jogadas individuais, sendo desarmado com facilidade pelos defensores vascaínos.

Percebendo o domínio do Vasco, Ney Franco tentou mexer na equipe e sacou Cicero, colocando o jovem Ademilson em seu lugar, mas 1 minuto depois, em jogada infantil de Rodrigo Caio, o São Paulo ficava com um a menos.

O Volante, no meio de campo, colocou a mão na bola em jogada bola e acabou levanto o segundo amarelo, sendo expulso aos 12 minutos.

Com a expulsão, a torcida perdeu as esperanças na equipe, passou a vaiar o time, com muitos dos xingamentos direcionados ao presidente, Juvenal Juvencio. Sem organização tática, o São Paulo parecia perdido dentro de campo. Com muita dificuldade no meio para armar o ataque, que não conseguia chegar no gol de Fernando Prass.

O Vasco seguiu tocando a bola tranquilamente no meio de campo do São Paulo, cadenciando a partida, esperando o melhor momento para definir o jogo.

Mas quem quase marcou foi o São Paulo com Luís Fabiano. O atacante recebeu dentro da área, passou do marcador, mas tirou demais do goleiro e a bola passou rente a trave. No contra-ataque, Juninho recebeu livre de marcação e bateu no gol, mas Denis bem colocado tirou para escanteio.

O São Paulo tentava na base da vontade, principalmente em jogadas de linha de fundo, com Rafinha pela direita, mas a defesa do Vasco, bem posicionada conseguia desarmar o atacante. O time do Morumbi não conseguiu criar jogadas que envolvessem o time do vasco. O meio campo tricolor, abusou dos toques de lado, sem objetividade, o que facilitava o time adversário.

No final da partida a torcida poupou apenas o atacante Luís Fabiano, gritando seu nome. Aos 44 o atacante cobrou falta perigosa, mas Fernando Prass conseguiu chegar na bola, um minuto depois foi a vez do Vasco tentar, Carlos Alberto chutou firme, mas Denis fez boa defesa, de novo.

A partida acabou com vitória do Vasco, que ainda não perdeu no campeonato brasileiro fora de casa. Já o São Paulo perdeu a primeira partida em casa, permanecendo com 16 pontos, na sétima posição.