ÚLTIMAS NOTÍCIAS
São Paulo se Esforça e Consegue Perder para a Lusa

Um time pouco motivado não resiste a vontade da Portuguesa e perde a terceira no Brasileiro

Por Vladimir da Costa

Depois de ser eliminado no meio de semana pelo Coritiba, o São Paulo perdeu a chance de se aproximar dos lideres neste sábado e conseguiu perder para a Portuguesa no Canindé, em partida válida pela sexta rodada do nacional.

Com quatro pontos atrás do líder Vasco, era a chance do tricolor subir na tabela, mas assim como a equipe carioca, que perdeu para o Cruzeiro em casa por 3×1, o São Paulo estava irreconhecível, sem nenhuma jogada de ataque desenvolvida, as melhores chances de gols eram de bola parada.

 A partida

 Na estreia de Dida no gol da Portuguesa, pouco se viu do ataque adversário, nervoso e sem criatividade o São Paulo não conseguia chutar a gol, as bolas cruzadas não surtiam efeito e Willian José, que substituía Luís Fabiano, expulso na última partida, quase não tocou na bola. Mesmo com poucas alterações da equipe que chegou a semifinal da Copa do Brasil, o São Paulo parecia sem poder de reação, forçando sempre as mesmas jogadas com Lucas, que nada produziu durante o jogo.

Com apenas uma defesa de Denis e outra de Dida, que por sinal continua em forma e muito seguro no gol, o primeiro tempo foi marcado pelos protestos da torcida tricolor, que pesou durante toda a partida, cobrando jogadores, diretoria e o técnico Leão, nem Lucas de 18 anos escapou da fúria dos torcedores.

Fernandinho entrou no segundo tempo mas bem marcado pouco fez (Wagner Carmo/VIPCOMM)

O segundo tempo começo da mesma forma para o tricolor, sem audácia Leão voltou com o mesmo time, já a Portuguesa queria mais, desde o inicio, marcou em cima, pressionando o São Paulo em seu campo de defesa.

Deu certo. Aos 10 minutos após bela jogada de Guilherme pela direita, ele rolou para Ivan, que bateu forte e cruzado para o fundo do gol, Denis nada pode fazer. O gol levantou a torcida. Adversária. Os gritos soavam cada vez mais altos em protesto as recentes apresentações do São Paulo.

– Leão, pede demissão. Leão, pede demissão. Time medíocre, time medíocre.

Era o que ouvida das arquibancadas, da área técnica do São Paulo, Leão parecia apático, pouco conversou com a equipe. Diferente da Portuguesa, que continuava em cima, e Vandinho, aos 17 minutos obrigou Denis a fazer boa defesa.

Aos 20 minutos, em bela jogada de Rodriguinho quase a Lusa chegou ao segundo gol. O atacante deu um belo drible da vaca em Paulo Miranda, e quase marcou um golaço em chute cruzado. A bola passou rente a trave direita de Denis.

Leão resolveu mexer na equipe. Colocou Fernandinho no lugar de Casemiro, que saio de campo sob sonora vaia e depois sacou Cortez, também vaiado e colocou Maicon, outro que não vem agradando os tricolores. As alterações pouco mudaram o panorama da partida. A Portuguesa continuava melhor e os ataques por parte do São Paulo eram em eventuais escanteios, ou cobranças de faltas que não chegavam nas mãos do goleiro Dida.

Visivelmente irritado, Leão deixa o campo após derrota para a Lusa no Canindé (Wagner Carmo/VIPCOMM)

Os poucos mais de 4.500 torcedores que foram ao Canindé, viram uma Portuguesa aguerrida, com espírito de luta que brigou pelos três pontos até o fim. Já a equipe do Morumbi, segue sua gangorra, são seis partidas disputadas até então com 3 vitórias e 3 derrotas. Muito pouco para quem almeja ao menos uma vaga para a Libertadores do próximo ano.