ÚLTIMAS NOTÍCIAS
São Paulo vence e convence com futebol vistoso

Tricolor faz ótima partida, envolve o Botafogo com muito toque de bola e se aproxima do Cruzeiro na tabela.

Por Vladimir da Costa

No estádio que tem nome de gênio, o confronto não poderia ser mais propicio. Botafogo, ex-time de Mané Garrincha, recebeu o São Paulo, que atualmente vem jogando um futebol interessante, com jogadores do meio pra frente dignos de seleção brasileira, contemplaram os presentes no estádio com um futebol que representou bem a seleção pentacampeã.

Com duas viradas somente no primeiro tempo. O São Paulo saiu o jogo vencendo e terminou a primeira etapa na frente, não sem antes ter levado a virada em duas jogadas de bola aérea na tão contestada defesa são-paulina que levou dois gols em 3 minutos.

Alan kardec comemora o primeiro gol do São Paulo na partida. (Foto: Alexandre Schneider / Getty Images)

Alan kardec comemora o primeiro gol do São Paulo na partida. (Foto: Alexandre Schneider / Getty Images)

Porém, apesar da maior vontade carioca, com muita movimentação e disposição, não foi páreo para o futebol atual do São Paulo. Veloz, envolvente e com toques rápidos levaram a melhor durante quase todo o jogo.

No segundo tempo muito mais, depois que Wallyson perdeu gol feito e Airton pisou na cabeça de Pato e foi expulso, tudo isso antes dos cinco minutos. O São Paulo distribuiu passes de todos os jeitos, acuou o Botafogo que quando teve a chance, viu Rogério fazer ao menos três boas defesas e já que não fez, assistiu o tricolor jogar e nada pode fazer. Quando tentou sair, levou o quarto.

Com a vitória, o São Paulo chegou aos 39 pontos. Quatro a menos que seu próximo adversário. No domingo, no Morumbi o tricolor terá a chance de diminuir a vantagem em casa, às 16h certamente com Morumbi lotado, ainda mais depois da bela apresentação desta quarta.

A partida

Com ambições diferentes São Paulo e Botafogo fizeram sua estreia no novo Mané Garrincha e quase a equipe carioca, marcou com um minuto de jogo. Ferreyra recebeu na área, mas a bola escapou e Ceni saiu na hora certa para bloquear a finalização. O São Paulo não demorou para responder e três minutos depois, chegou bem em passe de Ganso para Alan Kardec que bateu fraco e a bola e o goleiro Andrey pegou sem problema. A melhor opção era rolar para Kaká, livre de marcação.

Não demorou muito e o inicio melhor do Botafogo, foi interrompido por novo ataque do tricolor. Michel Bastos fez ótima jogada de ponta pela esquerda, olhou para a área e cruzou na medida para Alan Kardec pegar de primeira e fazer o primeiro gol da partida, aos sete minutos.

O gol cedo não mudou o panorama da partida. A equipe da estrela solitária continuava em cima do São Paulo, com velocidade e disposição a equipe carioca conseguia impor seu ritmo pressionava o adversário em seu campo de defesa. Aos 12 minutos, em cobrança de falta da intermediária, Rodrigo Souto livre tentou de primeira, mas a bola subiu muito.

Jogadores do Botafogo comemoram gols relampagos marcado no primeiro tempo. (Foto: Alexandre Schneider / Getty Images)

Jogadores do Botafogo comemoram gols relampagos marcado no primeiro tempo. (Foto: Alexandre Schneider / Getty Images)

O Botafogo insistia e pressionava o São Paulo e teve na bola parada e aérea, a arma para virar a partida em menos de dois minutos.

Aos 19 minutos, Wallyson bateu escanteio, e Zeballos cabeceou para ótima defesa de Rogério que deu rebote e o atacante na segunda tentativa para empatar a partida. Mal o São Paulo assimilou o golpe e já tinha levado o segundo. Em nova cobrança de escanteio para o meio da área, André Bahia subiu no meio de vários jogadores do São Paulo para virar a partida em menos de três minutos.

Somente depois de levar a virada o São Paulo conseguiu ficar mais com a bola. O quarteto ofensivo passou a procurar o jogo, fazer tabelas, mas o forte sistema de marcação carioca levava a melhor e conseguia desarmar os atacantes são-paulinos.

Pouco a Pouco o São Paulo ia envolvendo o adversário  e com toques rápidos, de primeira conseguia chegar perto da área de Andrey e numa jogada rápida, novamente pela esquerda, a bola chegou em Pato que avançou dentro da área, cortou o marcador e bateu. O goleiro defendeu para o lado e a bola ficou livre e Souza não teve trabalho para empatar a partida aos 36 minutos.

O jogo seguia frenético e assim como o Botafogo que virou em 3 minutos, o São Paulo deu o troco. Pela terceira vez, pela esquerda, o tricolor chegou com força e velocidade, com Pato, que cruzou para a área. A bola chegou em Souza que ganhou da marcação, dominou e soltou o pé. O goleiro Andrey ainda tocou na bola, mas à viu morrer dentro das redes.

O jogo seguia intenso e o Botafogo ainda perdeu uma chance ótima chances aos 44 minutos. Wallyson recebeu com espaço, limpou a jogada e bateu à queima-roupa em cima de Ceni, que encaixou a bola.

Jogadores do São Paulo comemoram um dos dois gols marcados por Souza na partida contra o Botafogo. (Foto: Alexandre Schneider / Getty Images)

Jogadores do São Paulo comemoram um dos dois gols marcados por Souza na partida contra o Botafogo. (Foto: Alexandre Schneider / Getty Images)

No segundo tempo o jogo seguia aberto e com dois minutos Wallyson, cara a cara com Rogério Ceni, totalmente livre, tentou deslocar o goleiro que caiu certo e fez excelente defesa.

Na sequência, em jogada ofensiva do São Paulo, Pato tentou passar por Airton e foi derrubado e logo após, levou um pisão na cabeça do atacante tricolor e foi prontamente expulso.

Com um a mais, o São Paulo ficou soberano na partida. Em nova jogada bem trabalhada, Kardec achou Kaká livre, o meia passou pela marcação e cruzou rasteiro na pequena área. A bola passou a frente de Alexandre Pato que tentou alcançar com um carrinho, mas a bola ficou com e Gabriel que dominou e tocou para fora.

O São Paulo seguia no ataque, condensando o jogo pelo meio campo, o tricolor fez o que a equipe carioca fez durante o primeiro tempo. Com toque de bola o São Paulo chegava com facilidade. Alan Kardec e Michel Bastos levaram perigo em chutes de hora da área.

Fechou a conta!

Pato fez gol e fez boa partida pelo tricolor. (Foto: Alexandre Schneider / Getty Images)

Pato fez gol e fez boa partida pelo tricolor. (Foto: Alexandre Schneider / Getty Images)

A partida seguia bem disputada e o São Paulo seguia tocando a bola, sem o ímpeto inicial e com isso o jogo ficou perigoso. O tricolor mantinha a bola, mas não pressionava em busca do quarto gol e com isso o Botafogo jogava por uma bola, que custava a vir

Até que aos 35 minutos, saiu o gol que definir o placar. O São Paulo que cozinhava o jogo com a bola nos pés, viu num ataque do Botafogo uma chance para marcar.  O time carioca cobrou escanteio, a defesa tirou, e em três toques a bola estava no ataque com Osvaldo, que havia entrado no lugar de Kaká, que partiu em velocidade até dentro da área. Aí, foi rolar para Pato, em posição legal para marcar o quarto gol da tricolor. O oitavo do atacante no brasileiro.