ÚLTIMAS NOTÍCIAS
São Paulo vence e convence na estreia do Paulistão

Com gols de Luis Fabiano e Jadson, São Paulo vence Mirassol com a cabeça no Bolivar

Por Vladimir da Costa

Enfim, o maior e melhor campeonato estadual do país começou, e neste sábado, um dos candidatos ao titulo da competição entrou em campo, dentro de casa, no Morumbi, para dar inicio a mais uma temporada.

Jogando diferente do que o torcedor estava habituado a ver no ano passado, o tricolor versão 2013 está mais “lento”, já que não conta com Lucas, mas por outro lado, está mais técnico, com jogadas mais envolventes e com bom toque de bola, muito em função do novo meio que o técnico Ney Franco colocou em campo, mesmo com um jogo importante no meio de semana, optou por ir para a partida com o que tem de melhor, já pensando que o Bolivar vai jogar fechado, assim como o Mirassol atuou em todo o primeiro tempo.

O esquema deu certo. Com gols de Luis Fabiano e Jadson, o São Paulo inicia o ano vencendo a primeira, por 2 a 0 sobre o modesto Mirassol.

A partida

O São Paulo começou a partida que atuará de forma diferente neste ano. Com mais toque de bola, jogadas mais trabalhadas, o tricolor vai investir na posse de bola para sobressair sobre os adversários. Mesmo sendo inicio de temporada, os donos da casa partiram pra cima do Mirassol e abriu o placar logo no inicio do jogo.

Aos 12 minutos, o camisa 8 recebeu de Luis Fabiano e de costas acertou um lindo passe de calcanhar para Osvaldo. Na velocidade, o atacante invadiu a área pela esquerda e cruzou para o Fabuloso desviar no canto direito do goleiro Diego. São Paulo 1 a 0.

Luis Fabiano começou bem o ano marcando o primeiro gol do Paulistão 2013 (Foto: William Volcov / Ag. Estado)

Muito recuado, o Mirassol, permitiu que o São Paulo tivesse uma amostra do que possivelmente enfrentará diante dos bolivianos. Porém, o meio organizado por dois meias habilidosos, deu mais opções para a equipe furar o bloqueio defensivo adversário, mas a falta de ritmo pesou para que o tricolor ampliasse o placar no primeiro tempo e aos poucos o cansaço ia batendo e o na mesma medida o Mirassol ia melhorando.

O time do interior tentou reagir, chegou a aparecer algumas vezes na área, mas em nenhuma com chance clara para marcar. Outra novidade no São Paulo versão 2013 estava na zaga. Lúcio passou segurança na defesa, errando muito pouco. Mas mostrou que não perdeu a mania nem a vontade de sair fazendo fila e chegar no ataque. Em uma delas o recém chegado da Itália, passou por três adversários antes de perder a bola.

A partida seguia em ritmo lento, sem chances de gols. Além do gol, a única outra boa chance de gol foi com Luis Fabiano, que recebeu outro bom passe de Osvaldo, mas o atacante não conseguiu manter o controle e acabou perdendo boa chance de gol.

O segundo tempo teve outro personagem, muito conhecido pela torcida São-paulina. O São Paulo parece ter cansado e o Mirassol cresceu na partida. Com as peças mais adiantadas, a equipe vestida de amarelo passou a criar e com frequência chegava ao gol do tricolor.

Rogério Ceni, que completará 40 anos na terça-feira, fez aos menos duas boas defesas, salvando o tricolor de levar o empate. Na primeira, o camisa um fez grande defesa em chute de Rodrigo Possebon na área. Em seguida, evitou o gol de empate em forte cabeçada de Gian.

Ney Franco observando que o time parou de jogar, sacou Luis Fabiano, que quase não participou do segundo tempo e Ganso para colocar Aloísio e Cañete, respectivamente. Antes mesmo de a troca fazer efeito, o Mirassol, quase igualou o placar. Alex Silva acertou uma paulada no travessão.

O Mirassol continuava melhor, mas a falta de qualidade técnica não deixava a equipe do interior criar mais. O São Paulo só conseguiu equilibrar a partida nos 15 minutos finais. Cañete, acertou a trave esquerda com um forte chute, mas aos 35 minutos, Jadson assegurou a vitória ao receber de Denilson e bater rasteiro no canto direito de Diego.

Com o segundo gol o Mirassol praticamente desistiu de tentar alguma coisa a mais e a partida seguiu em ganha e perde no meio campo.

Agora, na quarta-feira, o time tricolor estreia na fase preliminar da Taça Libertadores, diante do Bolívar, às 22h, também em casa – o decisivo duelo está marcado para dia 30 de janeiro, em La Paz. O vencedor entrará no Grupo 3, com Arsenal, The Strongest e Atlético-MG. Já o Mirassol tentará reagir em sua primeira partida em casa. O clube recebe o União Barbarense, quinta-feira, às 19h30m.