ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Se é para o bem dos Tricolores, diga a todos que fico!

O goleiro Rogério Ceni renovou seu vinculo com o Tricolor em mais 1 ano.

Por Paulo Edson Delazari

Rogério segue por mais um ano no São Paulo (Foto: Rubens Chiri/ saopaulofc.net)

O goleiro Rogério Ceni e o São Paulo Futebol Clube definiram na noite desta quinta-feira (08) a renovação de contrato do jogador. Em rápida conversa com o diretor de futebol Adalberto Baptista, o capitão são-paulino estendeu seu vínculo até o final de 2013.

“É uma alegria imensa poder seguir contando com o Rogério, um atleta que com toda sua experiência segue no auge da sua forma, além de toda idolatria que causa a nós são-paulinos . Eu diria que esse é nosso primeiro reforço para 2013”, explica Adalberto Baptista.

Rogério Ceni vai para o 23º ano defendendo a camisa do São Paulo. Na manhã desta sexta-feira, o clube anunciou a renovação de contrato do goleiro por mais um ano. Após o treino no CT da Barra Funda, o M1TO concedeu entrevista e transpareceu toda emoção com a notícia.

“Tenho prazer de jogar aqui. Nasci para jogar no São Paulo. Se eu não ficasse, não iria jogar por mais um ano em outro lugar. Aqui vou encerrar a minha carreira. Atuar é o ponto máximo, me sinto muito feliz com isso. Fico feliz de ficar mais um ano na minha casa”, ressaltou Rogério Ceni.

A cada pergunta dos jornalistas, Rogério Ceni fez questão de mostrar todo seu amor pelo Tricolor. Há 22 anos no clube, o M1TO, além de todo profissionalismo em campo, é um grande torcedor. Ama e defende as cores do São Paulo como poucos ao longo da história.

“Eu não tenho isso como emprego, trabalho. Trato isso como a minha casa. É muito mais do que um vínculo trabalhista. Falo para todo mundo ter paixão pelo lugar que você trabalha. Agradeço também à torcida, que é o grande motivo de entrar em campo”, completou o capitão.

E para animar a torcida Tricolor ainda mais o capitão deixou seu recado, ele quer mais títulos.

“ Só fico porque tenho vontade de ganhar, fico porque não ficaria se não fosse para ganhar. Seria o final perfeito buscar o título da Libertadores antes de parar.”

O ano não começou bem para Rogério. No início da temporada, ele passou por uma cirurgia no ombro direito. Após seis meses de recuperação, o camisa 01 retornou ao gol são-paulino e não saiu mais. Presença que foi fundamental para o Tricolor arrancar na temporada e ir bem no Brasileiro e Sul-Americana.

No clube desde 1990, Rogério Ceni é um colecionador de recordes. Ao todo, são 1044 partidas e 105 gols. O goleiro chegou ao clube no dia 7 de setembro de 1990 e desde então conquistou diversos títulos, com destaque para os dois Mundiais (1993 e 2005), duas Copa Libertadores da América (1993 e 2005) e os três Brasileiros de forma consecutiva (2006, 2007 e 2008), dentre outros. São 1044 jogos e 105 gols com a camisa do São Paulo.