Seleção da 6° rodada “Quatro Maiores”

Reservas do timão são destaque na 6ª rodada

Por Anderson Marinho

Corinthians e Palmeiras, envolvidos em decisões paralelas ao Brasileirão, se enfrentaram no último domingo, no estádio do Pacaembu, adotando estratégias diferentes, o timão foi à campo com um time reserva e venceu de virada, por 2 x 1, surpreendendo os titulares do verdão.

Demonstrando um padrão de jogo bem definido, marcando sob pressão e sem dar espaços para o adversário, o alvinegro conseguiu reverter o placar, após sair perdendo, e tomou conta da partida, passando a jogar no contra-ataque, como já havia feito com os titulares nos duelos contra o Santos pela Libertadores.

O principal destaque do Dérbi foi o atacante Romarinho, autor de dois gols, recém-chegado ao elenco, ele justificou a sua contratação e desponta como uma ótima opção para as finais da Libertadores.

No primeiro jogo após a eliminação na Libertadores, o Santos recebeu o Coritiba na Vila Belmiro e ficou no empate por 2 x 2. O técnico Muricy Ramalho escalou o time com o que tinha de melhor a sua disposição, Ganso e Fucile em fase de recuperação e Juan suspenso não jogaram, e o peixe esteve duas vezes na frente do marcador, mas deixou escapar a vitória.

Neymar foi o melhor homem do time, marcando o seu primeiro gol no nacional, e um dos poucos jogadores poupados pelas vaias da torcida santista.

No sábado, o São Paulo foi ao Canindé enfrentar a Portuguesa e saiu derrotado por 1 x 0. O jogo marcou a estréia do goleiro Dida, pentacampeão mundial, pela Lusa e também mais um episódio da conturbada relação do técnico Emerson Leão com a torcida são-paulina.

Sem Luís Fabiano, suspenso, o tricolor não se encontrou em campo e foi coadjuvante na partida, tomando pressão dos donos da casa, sem conseguir levar perigo ao gol adversário.

O treinador até tentou modificar a equipe, apostando na correria de Fernandinho, mas não obteve sucesso e foi cobrado pela pequena torcida presente ao estádio.  Leão tem sua parcela de culpa, mas o atual elenco tricolor é o mais fraco das últimas duas décadas, e embora a diretoria negue, uma nova derrota no próximo fim de semana pode culminar com a sua demissão.

Seleção da Rodada “Quatro Maiores”

6ª rodada

Técnico da Rodada: TITE

Técnico da Rodada: TITE