ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Sensacional!!! Dois de Suárez e todos do Uruguai!

Luis Suárez comanda vitória da Celeste que segue viva na copa, para a Inglaterra, só um milagre a classifica.

Por Vladimir da Costa

Um jogo incrível, bem disputado com emoção do começo ao fim. Desde a recusa de Alvaro Pereira em deixar o campo, até o corte errado de Gerrard, a partida podia ser vencida por qualquer uma das equipes, mas quis o destino que o maior astro do campeonato inglês, marcasse dois gols e praticamente eliminar a Inglaterra na Arena Corinthians, em São Paulo.

O primeiro tempo foi extremamente bem disputado, apesar das poucas chances de gols, os goleiros pouco apareceram. Hart não fez uma defesa sequer, Muslera foi mais exigido, pegou um bom chute de Sturridge e viu Rooney acertar a trave, mas o goleiro foi mais feliz que Hart. O goleiro inglês quando ficou cara a cara com o atacante, não teve sorte. Em jogada pelo lado, Cavani cruzou na medida para Luis Suárez abrir o placar. Um gol muito especial para o atacante, que fez uma cirurgia no joelho a pouco menos de dois meses.

Visto de cima, a cabeçada indefensável de Suárez para abrir o placar. (Foto: REUTERS/Pawel Kopczynski)

Visto de cima, a cabeçada indefensável de Suárez para abrir o placar. (Foto: REUTERS/Pawel Kopczynski)

No segundo tempo, um jogão de bola onde a esperança de gol vinha daqueles que se espera mais. Aos 29 minutos, Rooney empatou a partida e deu esperança para o time que veio para o Brasil desacreditado. A Inglaterra seguia na pressão, depois que o Uruguai recuou demais. mas a nação celeste estava certa em depositar sua esperança no camisa 9. O atacante que operou o joelho a menos de dois meses era a grande esperança de classificação de sua seleção no grupo tido como o mais complicado da primeira fase. E ele fez jus a confiança do torcedor. Em jogada de três toques: Muslera deu o balão, Gerrard desviou errado e a bola caiu nos pés de Luis Suárez, ele invadiu a área e soltou a bomba, sem chances para Hart. Decepção de um lado e felicidade geral do outro.

A partida

Precisando do resultado e com Luis Suárez em campo, fazendo sua estreia pela celeste, o Uruguai começou a partida marcando no campo adversário. A Inglaterra, com um bom meio campo, tocava de lado, esperando uma brecha para aproveitar a velocidade dos homens de frente, Sturridge e Sterling.

Ao nove minutos, Rooney cobrou falta da entrada a área e quase abriu o placar. Muslera tirou com os olhos a bola que passou rente a trave.

O Uruguai respondeu aos 14 minutos. Rodriguez chegou livre pela esquerda, dentro da área e pegou um lindo chute, uma pancada que passou perto do gol de Hart.

Luis Suáres faz dois e Uruguai vence a Inglaterra na arena Corinthians. (Foto: Matthias Hangst/Getty Images)

Luis Suáres faz dois e Uruguai vence a Inglaterra na arena Corinthians. (Foto: Matthias Hangst/Getty Images)

A marcação forte não permitia que ninguém dominasse a partida. Com muita disposição, seja quem pegasse na bola, a marcação duplicava. Somente quando tocavam a bola com mais velocidade, as jogadas de ataque tinham mais chances de acontecer. Porém, a bola só chegava dentro da área na bola parada. Aos 26 minutos, Suárez cobrou escanteio rasteiro, Cavani, pegou de primeira, mas a bola subiu por sobre o gol inglês.

O English team respondeu aos 30 minutos. Em cobrança de falta de Gerrard, a bola foi no segundo poste e achou Rooney, quase dentro do gol. O atacante ganhou no alto e cabeceou, mas a bola explodiu no travessão. Muslera já tinha ido no lance.

A Inglaterra era superior na partida e dominava o meio campo, só que o Uruguai conta com jogador acima da media. Aos 39 minutos, em jogada rápida pela direita, Cavani recebeu perto da área, olhou pra área e cruzou na medida, por trás da marcação, Luis Suárez cabeceou no contrapé de Joe Hart que pulou, mas não alcançou. Delírio dos torcedores presentes na arena em São Paulo.

Nos últimos cinco minutos, o time inglês fez uma pressão enorme. Rooney fez ótimo drible em Cáceres e lançouem profundidade para Sturridge que entrou na área e bateu firme, mas Muslera caiu bem e mandou para escanteio.

Sem alterações, o segundo tempo começou com o Uruguai melhor. Em cobrança de escanteio por baixo de Luizito, a bola desviou no meio do caminho e quase entrou. Hart fez ótima defesa salvando o segundo gol da celeste.

Minutos depois, uma jogada típica de suilamericano, Lodeiro não desistiu, mesmo no chão e ganhou a bola para sua seleção. A bola chegou em Cavani, de frente pro gol, o atacante do PSG tirou demais e acabou mandando a bola pra fora.

O troco veio na sequência. Baines cruzou da esquerda, a bola sobrou para Rooney, que chutou, mas Muslera salvou.  A medida que o tempo passava a Inglaterra passava mas tempo

Momento tenso.

Alvaro Pereira levou a pior em dipusta de bola e ficou desacordado por um instante. (Foto: Richard Heathcote/Getty Images)

Alvaro Pereira levou a pior em dipusta de bola e ficou desacordado por um instante. (Foto: Richard Heathcote/Getty Images)

Aos 16 minutos, Álvaro Pereira disputou bola com Sterling e ficou caído, desacordado por um instante. O joelho esquerdo do inglês bateu na cabeça do lateral uruguaio, que levou a pior.  Minutos depois, ele se levantou e foi pra lateral para voltar pra campo. O médico uruguaio pediu substituição, prontamente recusada por Alvaro, que fez sinal negativo para a substituição. Atendida pelo técnico Álvaro Tabárez que não fez a alteração.

Perdendo, a Inglaterra jogava dentro do campo do Uruguai. Com jogadas pelos dois lados do campo, os ingleses pressionavam, fizeram as alterações para dar movimentação e velocidade no ataque, mas a força defensiva uruguaia seguia na vantagem. Sturridge era o único que arriscava jogadas individuais, com algum sucesso, mas a falta de aproximação dos demais homens de frente dificultavam as coisas para o atacante.

A pressão deu resultado. Johnson recebeu bola de Sturridge na ponta e na base da raça, venceu a disputada com os marcadores e cruzou rasteiro. Muslera não alcançou e da pequena área, Rooney chegou para empatar o jogo e marcar seu primeiro gol em copas aos 29 minutos. Festa inglesa nas arquibancadas de São Paulo.

Aos 32 minutos, nova jogada do English team. Sturridge recebeu dentro da área e chutou colocado, mas Muslera fez boa defesa.

Rooney comemora o gol de empate da Inglaterra. Seu primeiro gol em copa do mundo. (Foto: REUTERS/Damir Sagolj)

Rooney comemora o gol de empate da Inglaterra. Seu primeiro gol em copa do mundo. (Foto: REUTERS/Damir Sagolj)

A igualdade no placar deixou o jogo equilibrados. Com velocidade, ambas equipes buscavam o gol. Com jogadas pelas pontas, Uruguai e Inglaterra buscavam a vitória. Que iria brindar apenas uma equipe, e tinha de ser histórico e acabou ficando com a celeste, para festa da maioria presente no estádio.

Aos 39 minutos, a bola foi lançada por Muslera, Gerrard desvia mal com a cabeça para trás e Suárez ficou com a sobra pelo lado direito da área. O atacante soltou a bomba na saída de Hart. Festa dentro e fora de campo. Emocionado, o craque uruguaio não sabia se chorava ou se sorria.

Os últimos foram dramáticos. Pressão total dos ingleses. Até Hart tentou empatar na cobrança de escanteio, mas não deu e a Inglaterra agora está praticamente fora da Copa do Mundo. Para o Uruguai, depois de uma estreia desastrosa contra a Costa Rica, o sonho de classificação no grupo da morte voltou para Luis Suárez e cia.

Vibração do grande responsável pela vitória do Uruguai sobre a Inglaterra em São Paulo. (Foto: Julian Finney/Getty Images)

Vibração do grande responsável pela vitória do Uruguai sobre a Inglaterra em São Paulo. (Foto: Julian Finney/Getty Images)