ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Só um desastre tira o Uruguai da Copa 2014.

Jogando fora de casa a Celeste atropelou a anfitriã Jordânia em Amã.

Por Paulo Edson Delazari
Atletas uruguaios praticamente comemoram a classificação para o mundial 2014. (Foto: Getty)

Atletas uruguaios praticamente comemoram a classificação para o mundial 2014. (Foto: Getty)

A seleção celeste não deu nenhuma chance para a ‘zebra’ e goleou a Jordânia por 5 a 0, na casa do adversário em Amã e praticamente colocou os dois pés na Copa do Mundo de 2014. Maxi Pereira, Stuani, Lodeiro, Cristian Rodríguez e Cavani marcaram os gols da vitória fácil.

O placar foi aberto logo aos 22 minutos do primeiro tempo. Stuani fez ótima jogada pela direita e colocou a bola na área. Cavani fechou na segunda trave e tocou para o meio de cabeça. Maxi pereira apareceu livre, sem goleiro e teve o trabalho apenas de empurrar a bola para as redes.

Stuani aumentou a vantagem ainda na primeira etapa, tocando na saída do goleiro após cruzamento de Lodeiro. O botafoguense ainda foi o responsável por mais um gol, chutando para o gol vazio após receber bom passe de Cavani. Cristian Rodríguez marcou o quarto após cruzamento de Álvaro Pereira, e Cavani deu o golpe de misericórdia em bela cobrança de falta, já nos acréscimos da etapa final.

Uruguai e Jordânia ainda voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, desta vez em Montevidéu. Os uruguaios podem perder até por quatro gols de diferença que mesmo assim estarão garantidos no Mundial. Até por isso, a Celeste até já fez festa após a partida.

A superioridade em campo apenas traduz a enorme diferença que já existia no papel. As duas seleções estão separada por 64 posições no ranking da Fifa (o Uruguai é o 6º, e a Jordânia, a 70ª) e um abismo de 195 milhões de euros na avaliação do elenco.

Esta já é a quarta vez seguida que o Uruguai tem que passar pela repescagem. E, pela terceira vez, a Celeste deve garantir a vaga à Copa do Mundo. A única ‘catástrofe’ aconteceu diante da Austrália, em 2006, mas a lição serviu para levar o Uruguai à semifinal do mundial de 2010.