ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Sport vira e afunda o verdão

Alviverde toma a virada após mais uma falha de seu goleiro e assume a lanterna.

Por Anderson Marinho
Fábio falhou mais uma vez de forma decisiva. Foto: Anderson Stevens / Agência Eleven / Gazeta Press

Fábio falhou mais uma vez de forma decisiva. Foto: Anderson Stevens / Agência Eleven / Gazeta Press

Na luta contra o rebaixamento o Palmeiras visitou o Sport, na Arena Pernambuco, em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014 e chegou à marca de dez jogos sem vitória na competição. Após sair na frente com um gol de Henrique o verdão tomou a virada do Leão, após nova falha do goleiro Fábio, que marcou contra, e golaço do lateral rubro-negro Patric.

Com o resultado o Sport quebrou um jejum de três jogos sem vencer e chegou aos 27 pontos, ocupando agora a sétima colocação, a três pontos do G4.

Já o Palmeiras permanece com apenas 14 pontos e além de ampliar a sequência negativa, com os resultados da rodada caiu para a última colocação na classificação geral.

O jogo

Palmeirenses comemoram o gol de Henrique. Foto: Renato Spencer / Getty Images

Palmeirenses comemoram o gol de Henrique. Foto: Renato Spencer / Getty Images

O Palmeiras começou melhor, parecia que seria a noite da redenção alviverde no Brasileirão, criando boas jogadas e por pouco não abriu o marcador logo aos cinco minutos, após cruzamento rasteiro de Victor Luis para Henrique que finalizou com perigo e obrigou Magrão a fazer uma grande defesa.

O alviverde seguia melhor, e aos 13 minutos o argentino Pablo Mouche cruzou na medida para Henrique, o atacante cabeceou firme no canto direito de Magrão para mais uma grande defesa, no rebote o artilheiro do verdão  só completou para marcar o seu sétimo gol no campeonato.

Patric comemora o segundo gol do Leão. Foto: Renato Spencer / Getty Images

Patric comemora o segundo gol do Leão. Foto: Renato Spencer / Getty Images

Entretanto, depois do gol o Palmeiras relaxou e permitiu a reação dos donos da casa, que passaram a tomar conta do jogo e se aproveitaram do nervosismo alviverde para reverter o resultado negativo.

Aos 16 minutos Rithely recebeu bom cruzamento e cabeceou firme, Fábio fez boa defesa para evitar o empate.  Seis minutos depois, no entanto, após cobrança de escanteio  o arqueiro saiu mal do gol e socou a bola contra a própria meta, marcando gol contra.

O lance desestabilizou o Palmeiras em campo, o Sport aproveitou o desespero do adversário e passou a pressionar em busca da virada que não demorou para sair. Aos 32 minutos Fábio fez boa defesa após chute de bico de Wendel, na sobra Felipe Azevedo chutou em cima da defesa alviverde, mas no rebote Patric acertou um belo chute da entrada da área, no canto, sem chances para o goleiro palmeirense.

Etapa complementar

Jogadores do Sport comemoram o gol da vitória. Foto: Aldo Carneiro Costa / Gazeta Press

Jogadores do Sport comemoram o gol da vitória. Foto: Aldo Carneiro Costa / Gazeta Press

Insatisfeito com a atuação de sua equipe no primeiro tempo o técnico Ricardo Gareca promoveu na volta do intervalo a entrada do atacante Cristaldo na vaga do meia Wesley, que teve mais uma atuação apagada.

Apesar da mudança o Palmeiras seguia desorganizado em campo, sem conseguir criar, e cedendo  espaços para o adversário.  Aos sete minutos Patric fez bela jogada individual, passou por Victorino, titular pela primeira vez no verdão, e chutou a queima-roupa para grande defsa de Fábio.

Gareca ainda promoveu as entradas de Digo e Leandro, nas vagas de Alione e Mouche respectivamente, passando a jogar com quatro atacentes em busca do empate,  mas o verdão não conseguiu se encontrar em campo.

Gareca segue sem vencer no Brasileirão, mas diz que fica. Foto: Aldo Carneiro / Agência Lance

Gareca segue sem vencer no Brasileirão, mas diz que fica. Foto: Aldo Carneiro / Agência Lance

O Sport teve as estréias dos reforços Ibson e Diego Souza, ambos com atuações discretas, e seguiu criando as melhores oportunidades, mas errou muitas finalizações e perdeu a chance de ampliar o marcador. Na melhor delas, Neto Baiano acertou a trave alviverde.

Na entrevista coletiva pós jogo o Ricardo Gareca declarou que não pedirá para deixar  o comando do verdão por conta da má fase do time na competição.

O Palmeiras volta à campo agora no próximo sábado, às 21h00, contra o Coritiba, adversário direito na luta contra o rebaixamento, no estádio do Pacaembu.

Já o Sport visita o Fluminense, domingo às 16h00, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
SPORT 2 X 1 PALMEIRAS

Data/hora: 20/8/2014
Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Árbitro:  Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Kléber Lucio Gil (SC) e Carlos Berkenbrock (SC)
Cartão amarelo: Victorino (PAL)

GOLS: Henrique, aos 13’/1°T (0-1); Fábio (contra), aos 22’/1°T (1-1) e Patric, aos 31’/1°T (2-1)

SPORT: Magrão; Patric, Oswaldo, Durval e Renê; Rithely, Wendel, Régis (Ananias, aos  24’/1º T), Érico Júnior (Ibson, aos 17’/2°T)e Felipe Azevedo (Diego Souza, aos 27’/2°T); Neto Baiano. Técnico: Eduardo Baptista.

PALMEIRAS:  Fábio, Wendel, Tobio, Victorino e Victor Luis; Renato, Marcelo Oliveira e Wesley (Cristaldo, intervalo); Allione (Leandro, aos 9’/2°T), Mouche (Diogo, aos 9’/2°T) e Henrique. Técnico: Ricardo Gareca.