ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Messi? Thomas Müller comanda goleada do Bayern sobre o Barça

Atacante alemão rouba a cena, marca duas vezes e encaminha classificação dos Bávaros

Por Anderson Marinho

Em um dos duelos mais esperados da temporada o Bayern de Munique recebeu o Barcelona, no Allianz Arena, pela partida de ida das semifinais da Liga dos Campeões 2013 e abriu grande vantagem sobre o adversário na luta por uma vaga à grande decisão do torneio, goleando os espanhóis por 4 a 0, com uma grande atuação de Thomas Müller, autor de dois gols e uma assistência, que ofuscou o craque argentino Lionel Messi.

Thomas Müller comemora o primeiro gol diante do Barcelona. Foto: AFP PHOTO / Christof Stache

Com o resultado a equipe alemã pode perder por até três gols de diferença no jogo de volta, dia 01/05/2013, no Camp Nou que estará na garantida na final, 25/05/2013, em Wembley.

O jogo

Como já era de se esperar a partida começou equilibrada, com as duas equipes marcando muito no meio de campo, e com poucas oportunidades claras de gol nos primeiros 20 minutos.

O Barcelona mantinha uma posse de bola maior, característica principal da equipe catalã, mas não conseguia chegar à área do rival, com Messi ainda sem os 100% de sua capacidade física, e pouco produziu no setor ofensivo.

Messi esteve apagado em campo. Foto: AFP / Pierre Philippe Marcou

Por outro lado o Bayern impôs um ritmo forte de marcação e passou a aproveitar as deficiências do adversário, apostando no jogo aéreo, para construir o resultado.

Aos 25 minutos, após boa trama entre Thomas Müller e Arjen Robben, o holandês cruzou, Dante subiu mais que a defesa espanhola e escorou de cabeça para Müller testar firme, sem chances para Valdés, abrindo o placar na Alliaz Arena.

O Barcelona tentou reagir, três minutos depois, em cruzamento de Pedro para Messi, mas Dante apareceu para fazer o corte e evitar o gol de empate.

O Bayern seguiu melhor na primeira etapa, neutralizando o jogo catalão, e ainda reclamou de um suposto pênalti, após uma cabeçada de Dante, quando a bola desviou no braço do chileno Alexis Sánchez.

Na etapa complementar o jogo seguiu sob domínio dos bávaros, que aproveitaram a baixa estatura dos jogadores do Barça e a jornada inspirada de Thomas Müller para fazer história.

Logo aos quatro minutos, Robben cobrou escanteio pela direita no segundo pau, Müller ganhou na disputa com Daniel Alves e escorou de cabeça para Mario Gomez completar de pé esquerdo, marcado o segundo gol dos donos da casa.

O Barcelona não conseguiu se acertar em campo, com pouca objetividade, e as melhores oportunidades saíram em chutes de Bartra, o primeiro defendido por Neuer e o segundo isolado.

Aos 27 minutos, em contra-ataque puxado por Ribéry, Robben recebeu na direita e partiu para cima da marcação de Jordi Alba, Müller deslocou o marcador, e o holandês chutou rasteiro na saída de Valdés para ampliar a vantagem.

Mesmo com 63% de posse de bola o Barça foi ineficiente e não conseguiu conter o ímpeto bávaro.

Quem estava aproveitando tudo era Thomas Müller, e aos 37 do segundo tempo, Ribéry acionou Alaba pela esquerda, que foi à linha de fundo e cruzou na medida para o atacante desviar e marcar o seu segundo gol na partida decretando o triunfo por 4 a 0.

Jogadores do Bayern de Munique comemoram com a torcida. Foto: Reuters

Para continuar sonhando com o título da Champions o Barcelona precisará vencer em casa por cinco gols de diferença. Caso devolva o resultado do Allianz Arena a decisão vai para a prorrogação.