ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Timão perde mais uma e cai para sétimo no brasileiro

Corinthians volta a perder para equipe da parte de baixo da tabela e se complica na parte de cima.

Por Vladimir da Costa

Jogando na bela Arena da Baixada, o Corinthians fez mais do mesmo e novamente decepcionou sua grande torcida na capital paranaense e todos aqueles que viram a partida.

Com propostas semelhantes, os donos da casa se deram melhor e venceram pelo placar mínimo. Resultado mais do que normal quando o alvinegro está em campo. Com a bela e importante vitória, o Atlético-PR venceu o Corinthians por 1 a 0, com um gol de Cléo, num pênalti sofrido por ele mesmo, fez o gol da vitória paranaense. e teve um respiro na zona da degola.

Com o resultado, o Furacão foi a 31 pontos, cinco a mais do que o Botafogo, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Atlético-PR vence o Corinhtians e se afasta da zona re debaixamento. (Foto: Jason Silva/Agência Eleven / Gazeta Press)

Atlético-PR vence o Corinthians e se afasta da zona re de rebaixamento. (Foto: Jason Silva/Agência Eleven / Gazeta Press)

Já o Corinthians teve o pior fim de semana possível, já que rivais diretos na luta por uma vaga no G-4, como Atlético-MG, Grêmio e Fluminense, venceram seus jogos (só o São Paulo perdeu, justamente para o Flu). Com a derrota, a segunda consecutiva, o Timão caiu para sétimo, sua pior posição desde a sétima rodada. O time de Mano Menezes estacionou nos 40 pontos, três a menos do que o Atlético-MG, quarto colocado.

O próximo jogo do Corinthians será pela Copa do Brasil, contra o Atlético-MG, na Arena de Itaquera. Pelo Brasileirão, o Timão encara o Sport, também em casa, no sábado, às 18h30. No mesmo dia, mas às 16h20, o Atlético-PR faz o clássico paranaense contra o Coritiba, no Couto Pereira.

O jogo

O Corinthians dominou a posse de bola no primeiro tempo, com bom volume no meio campo, o rendimento caia quando a bola chegava nos atacantes.

Com a volta de Petros após suspensão e Bruno Henrique na vaga do suspenso Ralf, o time de Mano Menezes sofria pra encaixar a marcação. Elias teve de recuar e deixou de ser o homem surpresa, um trunfo quando joga mais avançado.

O Atlético-PR, por sua vez, claramente atuava nos contra-ataques. Com Marcelo, Douglas Coutinho e Cléo, mais o auxílio dos laterais Sueliton e Natanael, o Furacão se fechava e esperava a hora certa de dar o bote e sair em velocidade. O Atlético pouco chegava à frente, e em uma das raras tentativas, fez. Elias se descuidou e derrubou Cléo na área. Pênalti bem marcado. Que ele mesmo bateu para tirar de Cássio e fazer o primeiro da partida.

Guerrero foi inoperante neste domingo contra o Furação. (Foto: Heuler Andrey / Getty Images)

Guerrero foi inoperante neste domingo contra o Furação. (Foto: Heuler Andrey / Getty Images)

Afobado e nervoso, o Corinthians sofreu no retorno do segundo tempo e pouco criou. O jogo ficou mais quente com o passar da etapa final e a pressão alvinegra, sem chances perigosas, cresceu. Com a falta de criatividade da equipe, Mano Menezes sacou Petros para a entrada de Romero em tentativa de deixar o time mais ofensivo.

No segundo tempo, Mano Menezes trocou Petros por Romero, e o time passou a apostar mais em lançamentos longos. Bem postada, e contando com os erros de passe dos corintianos, a defesa do Atlético-PR neutralizou bem todas as investidas alvinegras. E foi assim, sem passar sustos, que o Furacão levou o jogo sem sustos para garantir uma importante vitória em casa. Apesar de mais posse de bola do Corinthians, o resultado foi justo.