ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Timão perde para Galo alternativo e segue longe do topo

Rosinei, ex-Corinthians, faz o gol da vitória do Atlético-MG no Pacaembu

Por Eduardo do Carmo

Com a classificação para a final da Libertadores, o Atlético-MG mandou apenas três titulares para a partida deste domingo, contra o Corinthians, válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. A torcida do alvinegro paulista lotou o Pacaembu, mas o time não correspondeu e perdeu por 1 a 0.

CássioRos..

Rosinei comemora gol da vitória atleticana contra o Corinthians (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O gol da vitória mineira saiu dos pés de um jogador que apareceu para o futebol no próprio Corinthians. Após curtas passagens por Espanha e México, o meio-campista foi contratado pelo Galo para a atual temporada. No Brasil, o atual camisa 88 do Atlético já jogou também pelo São Caetano e Internacional de Porto Alegre.

O triunfo proporcionou cinco posições para o Atlético-MG, que é o oitavo colocado, com 10 pontos. Na próxima rodada, o Galo recebe a Ponte Preta, no Independência, domingo, às 18h30. Antes, na quarta-feira, encara o Olimpia no primeiro jogo da final da Libertadores, às 21h50, no Defensores del Chaco.

O Corinthians, por sua vez, ficou com os mesmos nove pontos, na 11ª colocação, e segue distante da liderança. Na rodada seguinte, visita o Atlético-PR, no Durival de Britto, domingo, às 16h. No meio da semana, o Timão também tem compromisso em uma competição continental. Na quarta-feira, no mesmo Pacaembu, encara o São Paulo, às 21h50, pelo título da Recopa Sul-Americana. Na ida, no Morumbi, o Timão venceu por 2 a 1. O empate já basta para a conquista.

Se o Corinthians vai muito bem no setor defensivo (é o melhor com apenas quatro gols sofridos), o ataque continua devendo. São apenas cinco tentos em sete jogos. O revés marcou a perda de invencibilidade em casa. No Pacaembu, o Timão havia vencido a Ponte Preta e empatado com a Lusa e o Botafogo.

Já o Atlético, com o resultado positivo, conseguiu o primeiro triunfo fora de seus domínios. O Galo ainda está invicto em partidas com mandante.

Em um domingo agradável e com sol, o Pacaembu recebeu mais de 34 mil pessoas. A torcida do Atlético também compareceu em bom número.

Timão desperdiça chances e é castigado

Guerrero e Romarinho passaram em branco na derrota do timão em casa Danilo Verpa Folhapress

Guerrero e Romarinho passaram em branco na derrota do timão em casa (Foto: Danilo Verpa/ Folhapress)

Com o apoio da torcida, o Corinthians iniciou o jogo pressionando o Atlético. Aos 6 minutos, Romarinho driblou Réver e ficou cara a cara com Victor. Na hora do chute, porém, o atacante finalizou para fora. Aos 11, após escanteio, Réver balançou a rede de Cássio. O zagueiro, no entanto, estava impedido e o gol foi anulado.

Aos 12, Ralf tentou surpreender Victor e finalizou bem. Com a ponta dos dedos, o goleiro atleticano mandou para escanteio. Aos 27, Alexandre Pato, já na área, bateu bem, mas Victor espalmou. No rebote, Ibson tentou o chute, mas a zaga tirou o perigo. Na sequência, Bernard fez boa jogada individual e assustou o adversário com um chute perigoso.

Aos 36, Bernard cruzou rasteiro da esquerda e Rosinei empurrou para o fundo da rede. Aos 42, Romarinho teve outra oportunidade, mas errou novamente. Paolo Guerrero ainda pegou a sobra, mas parou na defesa.

Atlético-MG garante vitória no Pacaembu

Na volta do intervalo, o Corinthians não criou boas chances como fez na etapa inicial. O Atlético-MG, porém, logo aos 7, quase ampliou. Berola cruzou e Guilherme desviou muito perto da trave.

A partir daí, o duelo ficou preso no meio-campo. O Corinthians tinha dificuldade para chegar ao campo ofensivo e o Atlético apostava na posse de bola para passar o tempo. Ao final, Pato foi vaiado e muito criticado pelos torcedores. Os jogadores do Galo ressaltaram a importância da vitória para aumentar a moral do time para a decisão da Libertadores.