ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Timão se reencontra com a vitória diante do Galo

Em jogo de muita marcação, zagueiro Paulo André faz o gol solitário

Por Eduardo do Carmo

Duelo de dois grandes times pela 21ª rodada do Brasileirão, no Pacaembu. O Corinthians bateu o líder Atlético-MG por 1 a 0 e voltou a vencer após três jogos. Por sua vez, o Galo soma o terceiro tropeço seguido.

Com o resultado, o Timão assumiu a nona colocação com 28 pontos. Na próxima rodada, o time de Parque São Jorge enfrenta o Figueirense, na quarta-feira, às 22h, no Orlando Scarpelli. Já o time mineiro visita o Bahia, no Estádio de Pituaçu, no mesmo dia, às 19h30.

O Atlético começou melhor, mas com o tempo o Corinthians equilibrou as ações. As duas equipes paravam na boa marcação dos volantes e poucas oportunidades foram criadas na etapa inicial, apesar do bom nível de jogo.

No segundo tempo, o time paulista voltou melhor e abriu o placar em jogada aérea. O Atlético-MG tentou a igualdade, mas esbarrou na principal característica corinthiana: marcação implacável.

O jogo

Zagueiro Paulo André recebe cumprimento do técnico Tite após gol único da partida (Foto: Miguel Schincariol/Agência Lance)

As duas equipes encontravam dificuldades na criação de jogadas. Nos dois lados, a dupla de volantes fazia um belo trabalho. Com isso, o jogador mais experiente em campo apareceu para furar o bloqueio adversário. Aos 10 minutos, Ronaldinho fez boa jogada, lançou Bernard, que rolou para Jô. O atacante atleticano, porém, chutou fraco para defesa fácil de Cássio.

O Corinthians apostava na velocidade de seus dois atacantes, que voltavam para buscar o jogo, abertos pelas pontas, e deixavam espaços para a chegada dos meias e do volante Paulinho. Aos 31 minutos, Emerson puxou contra-ataque, tabelou com Douglas, e após boa troca de passes, Marcos Rocha desviou contra o próprio patrimônio, mas Victor, ligado, defendeu.

Aos 38 minutos, Júnior César avançou pela esquerda e rolou para Bernard, que não acertou o chute ao gol. Pouco depois, Romarinho tentou lance pelo centro, mas sozinho não conseguiu se livrar da marcação do Atlético.  Aos 42, Marcos Rocha cruzou, Bernard tocou para Jô, mas Cássio se antecipou e tirou o perigo. Com exatos 45 minutos de jogo, o árbitro Péricles Bassols encerrou o primeiro tempo.

No início do segundo tempo, Romarinho apareceu bem no ataque por duas vezes. Primeiro, arrancou pela direita, mas Victor interceptou a jogada. Logo em seguida, o atacante avançou novamente e sofreu falta. Na cobrança, Douglas carimbou a barreira.

O Atlético-MG se soltou com o tempo e, aos 8 minutos, chegou ao ataque em cobrança de falta. Ronaldinho, de longe, cobrou para defesa de Cássio. A resposta corinthiana aconteceu aos 11 minutos. Emerson dominou e tocou para Romarinho, que chutou por cima do gol de Victor. Aos 16, Emerson recebeu lançamento, mas finalizou longe.

Paulo André cfoi o cara do jogo (Foto: Miguel Schincariol/Agência Lance)

Aos 17 minutos, a jogada mais treinada por Tite durante a semana surtiu efeito. Em cobrança de escanteio, Douglas alçou na área e Paulo André desviou de cabeça para o fundo das redes. Três minutos depois, Emerson invadiu a área, sofreu leve toque de Réver, mas o árbitro mandou o lance seguir.

O Timão teve uma baixa aos 31 minutos. O atacante Emerson levou o braço à bola e tomou o segundo amarelo. O técnico Tite reclamou muito e também foi expulso do banco.

Aos 40 minutos, Ronaldinho cobrou escanteio, e após corte da zaga, pegou o rebote. O número 10 do Galo finalizou para defesa de Cássio. As duas últimas oportunidades dos mineiros aconteceram aos 44 e 49 minutos. Ronaldinho alçou na área, Leonardo Silva se apoiou em Fábio Santos para escorar a bola e Guilherme balançar as redes. No entanto, o árbitro anulou o tento atleticano por conta da falta de Leonardo Silva. O lateral Júnior César reclamou da decisão e foi expulso no final. Logo depois, Guilherme arriscou e Cássio defendeu com os pés.