ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Timão vence Joinville fora de casa e ameniza crise.

Meia Jadson foi o destaque da partida com um belo gol.

Por: Renato Melo
Jadson foi o destaque da partida, marcando lindo gol. (Foto: Gazeta Press)

Jadson foi o destaque da partida, marcando lindo gol. (Foto: Gazeta Press)

Com um belo gol de Jadson, no primeiro tempo, o Corinthians venceu o Joinville depois de duas derrotas e respira um pouco mais aliviado no Brasileiro. A equipe do Parque São Jorge dominou todo o jogo, levando um pequeno sufoco no final do time da casa, mas soube administrar a vitória. Fora de campo, lamentavelmente, as duas torcidas entraram em um confronto, duas pessoas ficaram feridas.

Agora o Timão vai para a sétima colocação com dez pontos, já o time catarinense amarga a lanterna com apenas 1 ponto conquistado.

Na próxima rodada o Corinthians enfrenta o Internacional em casa, enquanto o Joinville joga contra o Sport fora de casa pela sétima rodada do Brasileirão 2015.

Primeiro Tempo

O jogo começou com o Timão indo para o ataque, logo aos cinco minutos, Renato Augusto arriscou um chute colocado, mais o goleiro Augusto espalmou para escanteio.

O Corinthians continuou pressionando o time da casa, que estava bastante acuado no seu campo de defesa. Aos 15 minutos o time paulista quase abriu o placar com Gil, o zagueiro aproveitou a cobrança de escanteio de Jadson e bateu cruzado, a bola acertou a trave do Joinville.

O time catarinense deu o primeiro susto aos 19 minutos, depois do cruzamento de Sueliton, Renato tentou um golaço de letra, mais Cássio estava ligado na jogada e defendeu sem problemas.

A partida continuou com ligeiro domínio do Timão, e a insistência deu certo, aos 31 minutos, Jadson abriu o placar. O meia chutou colocado depois de uma bela troca de passes, no canto esquerdo do goleiro do Joinville. Corinthians 1 a 0.

A equipe de Santa Catarina não levava nenhum perigo à meta corintiana, mas aos 38 minutos, Fabio Santos quase jogou contra o próprio patrimônio. Heracles cruzou na área e o lateral recuou de cabeça, quase Cássio não alcançou a bola, para a sorte do Timão.

Depois desse lance, o time visitante só administrou o placar ate o fim da primeira etapa.

Segundo Tempo

Jogadores comemoram gol com Jadson. (Foto: Lance)

Jogadores comemoram gol com Jadson. (Foto: Lance)

A segunda etapa começou com o Timão mantendo o domínio da partida, contudo a primeira oportunidade veio com o Joinville, aos 14 minutos, Willian aproveitou bom passe de Rafael Costa e mandou uma bomba, Cássio espalmou para longe do gol corintiano.

O time da casa tentava o empate na base do sufoco, desorganizado, não oferecia muito perigo para o Corinthians que tocava a bola com inteligência, passando o tempo e segurando uma importante vitória que afastaria a crise temporariamente que rondava o Parque São Jorge.

O árbitro deu 4 minutos de acréscimo, o Joinville partia para o tudo ou nada pra cima do Timão atrás do empate, mas o sonhado gol não aconteceu.

Depois de duas derrotas o time paulista volta a conquistar três pontos no campeonato brasileiro. Assim o Corinthians venceu o Joinville por 1 a 0, fora de casa,

Agora o Timão vai para a sétima colocação com dez pontos, já o time catarinense amarga a lanterna com apenas 1 ponto conquistado.

Na próxima rodada o Corinthians enfrenta o Internacional em casa, enquanto o Joinville joga contra o Sport fora de casa pela sétima rodada do Brasileirão 2015.

FICHA TÉCNICA JOINVILLE X CORINTHIANS

Local: Arena Joinville, Joinville (SC)

Data/ hora: 6/6, às 22h (de Brasília)

Árbitro:  Dewson Fernando Freitas da Silva

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcio Eustaquio Santiago (MG)

Cartões amarelos: William Popp (JEC), Cásio (COR)

Público/ Renda: 14.131 / R$ 418.560,00 Gols: Jadson 31’/1ºT (1 -0);

JOINVILLE: Oliveira, Suéliton (Wélington Jr. 46’/1°T), Dankler, Guti, Herácles; Anselmo, Renato, Augusto Cesar, Willian Popp; Niltinho (Kempes 17’/2ºT), Rafael Costa (Marcelinho Paraíba 26’/2ºT); Técnico: Adilson Baptista.

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Edu Dracena, Gil, Fábio Santos; Christian, Bruno Henrique (Petros 29’/1ºT), Renato Augusto (Ralf 26’/2ºT), Jadson, Mendoza, Romero (V. Love 26’/2ºT); Técnico: Tite.