ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Torcida faz sua parte e Brasil vence Croácia na estreia.

Felipão pediu e a torcida brasileira respondeu em alto e bom som, mesmo após gol sofrido.

Por Paulo Edson Delazari
Imagens da abertura da Copa de 2014 no Brasil. (Flavio Florido / Uol)

Imagens da abertura da Copa de 2014 no Brasil. (Flavio Florido / Uol)

A abertura da Copa não foi estravagante, mas foi formosa demonstrando os contrastes de nossa cultura e quão rica é a nossa natureza, valorizou a identidade daquele que de fato é o dono destas terras, os índios e mostrou que sim somos um pais dos tupiniquins. Já a partida, como toda estreia não poderia ser fácil. E foi o que aconteceu na abertura da Copa do Mundo do Brasil no jogo da seleção brasileira na Arena de São Paulo. A Croácia começou melhor e em jogada de Olic pela esquerda de ataque, aos 11 minutos, cruzou e  Marcelo marcou contra a própria meta.

A resposta brasileira começou na arquibancada, mesmo após o gol contra a torcida verde e amarelo incentivou o lateral na bola seguinte, dai pra frente apareceu a garra de Oscar para brigar contra três adversários e o talento de Neymar que de fora da área empatou com chute rasteiro.

Croatas comemoram gol contra de Marcelo. (Foto: Flavio Florido)

Croatas comemoram gol contra de Marcelo. (Foto: Flavio Florido)

O gol trouxe a calma que o time precisava e a busca pela virada seguia intensamente, mas a defesa croata se fechava muito bem, virando o primeiro tempo em 1 a 1. A volta dos vestiários fez bem a equipe que voltou mais ligada, Oscar começou a se destacar e chamar o jogo, o Brasil insistia pela direita, em um desses lances Fred recebeu de costas e dominou, o zagueiro Vrsaljko colocou a mão e deu uma leve deslocada no braço esquerdo do atacante, que não exitou, auxiliado pela força da gravidade, se jogou para trás como bom atacante que é, e ganhou a penalidade máxima anotada por Yuichi Nishimura . Na cobrança Neymar bateu a meia altura no canto direito do goleiro Pletikosa tocou na bola, mas não o suficiente para afastala, bola na rede, Brasil 2 a 1. O segundo do artilheiro da Copa.

Com o marcador na frente o bom time da Croácia começou a avançar, por duas vezes deu sustos no goleiro Julio Cesar que fez duas boas defesas em chutes de meia distância de Olic e Javinic. Os croatas tentavam o empate a qualquer custo e aos 43 minutos da segunda etapa pagaram o preço pela ousadia, em contrataque Oscar tomou a bola no meio campo, venceu dois marcadores e de fora da área chutou de bico no cantinho esquerdo do goleiro, que nada pode fazer, um prêmio para o meia. Brasil 3 a 1.

Neymar comemora gol de empate ao lado de Hulk e Marcelo. (Foto: Flavio Florido / Uol)

Neymar comemora gol de empate ao lado de Hulk e Marcelo. (Foto: Flavio Florido / Uol)

A se preocupar apenas a fragilidade da marcação do lado direito da defesa brasileira e os cartões amarelos sofridos por Neymar e Davi Luis. A se comemorar a boa entrada de Hernandes no lugar de Paulinho, a boa atuação de Oscar na partida e os gols marcados por Neymar.

Oscar comemora o terceiro gol brasileiro na partida ao lado de Ramires. (Foto: Flavio Florido)

Oscar comemora o terceiro gol brasileiro na partida ao lado de Ramires. (Foto: Flavio Florido)

Vitória brasileira, para a comeração da torcida paulista que incentivou, vaiou o adversário e jogou com o time como pediu Felipão na véspra da partida. A seleção viaja ainda nesta quinta-feira para Teresópolis, sua base de treinamentos durante a Copa. No domingo, vai para Fortaleza, onde enfrenta o México na terça-feira. Um dia depois, a Croácia pega Camarões, fechando a segunda rodada do Grupo A.

FICHA TÉCNICA:
BRASIL 3 X 1 CROÁCIA

Local: Arena Corinthians, em São Paulo
Data: 12 de junho de 2014 (quinta-feira)
Horário: 17h (de Brasília)
Público: 62.103
Árbitro: Yuichi Nishimura (Japão)
Assistentes: Toru Sagara (Japão) e Toshiyuki (Japão)
Cartões amarelos: Neymar e Luiz Gustavo (BRA); Corluka, Lovren (CRO)
Gols: Marcelo (contra), aos 11min, e Neymar, aos 29min do primeiro tempo; Neymar, aos 26min, e Oscar aos 46min do segundo tempo

BRASIL: Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho (Hernanes) e Oscar; Hulk (Bernard), Fred e Neymar (Ramires)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

CROÁCIA: Pletikosa; Srna, Vrsaljko, Corluka e Lovren; Perisic, Rakitic, Kovacic (Brozovic) e Modric; Jelavic (Rebic) e Olic
Técnico: Niko Kovac