ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Três vezes Pato e mais uma vitória Tricolor.

Atacante faz três, da assistência e leva São Paulo a sua segunda vitória no campeonato paulista.

Por Paulo Edson Delazari
Alexandre Pato bate continência para a torcida tricolor após marcar o gol. (Foto: Gazeta Press)

Alexandre Pato bate continência para a torcida tricolor após marcar o gol. (Foto: Gazeta Press)

Com o gramado do Morumbi em reforma, o São Paulo recebeu o Capivariano no Pacaembu pela segunda rodada do Campeonato Paulista de 2015, na noite desta quarta-feira para mais de 20 mil pagantes. E quem compareceu ao estádio presenciou um bom jogo e a goleada do São Paulo por 4 a 2.

O destaque da partida foi o atacante Alexandre Pato que marcou três gols e ainda deu assistência para mais um. O ponto negativo ficou pela fragilidade da zaga tricolor que permitiu ao time de Capivari marcar duas vezes, mostrando a seu treinador que ainda se faz necessário um zagueiro para jogar ao lado de Rafael Toloi.

Ao ser questionado sobre o gesto de continência o atacante disse ser um soldado para o torcedor tricolor e que está à disposição para fazer o time do Morumbi e ganhar as suas próximas batalhas.

Com a vitória o São Paulo chegou aos seis pontos e lidera o grupo A da competição e voltará a jogar às 19h15m do próximo sábado contra o XV de Piracicaba.

O jogo

GAnso retorno e fez sua primeira partida oficial em 2015. (Foto: Rubens Chiri).

GAnso retorno e fez sua primeira partida oficial em 2015. (Foto: Rubens Chiri).

Em um rodízio para descansar suas estrelas e testar outras, o técnico Muricy Ramalho fez algumas mudanças na equipe em relação ao time que venceu o Penapolense no último domingo. Assim o treinador optou por Lucão, Reinaldo e Pato nos lugares de Edson Silva, Carlinhos e Luis Fabiano respectivamente.

Recuperado fisicamente quem retornou no lugar de Thiago Mendes foi o meia Paulo Henrique Ganso, o que fez o meio campo ficar mais criativo, tanto foi, que foram inúmeras as chances do tricolor no primeiro tempo, sendo que, pelo menos, duas foram para nas redes.

As mudanças fizeram com que o time ficasse mais ousado e logo aos seis minutos Pato deu o seu cartão de visitas. Após receber bom passe de Ganso, o atacante driblou o goleiro Douglas e com o gol escancarado chutou na rede pelo lado de fora.

Não demorou muito e aos 15 o lateral direito Bruno cruzou na área, Maicon desviou de cabeça em diagonal e a bola caprichosamente bateu na trave e correu por sobre a linha do gol, mas não entrou.

O tricolor seguia impetuoso e por pouco não abriu o placar aos 19. Bruno lançou Kardec pela direita, o atacante cruzou na entrada da grande área para Michel Bastos, o meia bateu de primeira e a bola pegou na rede pelo lado de fora.

Depois de mais dois lances ofensivos perigosos aos 21 e aos 31 com Maicon e Alan Kardec, o Capivariano até assustou com um chute a distância de Marlon para boa defesa de Rogério Ceni.

O susto parece ter acordado o tricolor e aos 35 saiu o primeiro. Maicon recebeu na entrada da área, deu bom passe para Michel Bastos na ponta esquerda, o meia rolou para pequena área e Pato sozinho bateu de pé direito para o gol. São Paulo 1 a 0.

Quatro minutos depois saiu o segundo gol, quase um replay do primeiro só que do lado direito. Ganso deu belo passe para Maicon, o volante cruzou rasteiro para Pato, que desta vez empurrou de pé esquerdo para o gol sem goleiro. São Paulo 2 a 0.

Segunda etapa

Kardec deixou o seu em noite de Alexandre Pato. (Foto: Rubens Chiri)

Kardec deixou o seu em noite de Alexandre Pato. (Foto: Rubens Chiri)

O ímpeto são-paulino não diminuiu mesmo estando a frente do placar e aos nove minutos Ganso tocou para Reinaldo, a bola desviou na zaga e chegou a Reinaldo, o lateral tocou para Pato que só rolou para Alan Kardec que só teve o trabalho de empurrar de pé esquerdo para o gol. São Paulo 3 a 0.

Aos 15 começa a aparecer aquele que não deve aparecer o auxiliar, após bela troca de passes entre Ganso, Michel Bastos, Pato e Maicon, Ganso recebeu em condição normal e deu belo toque de cobertura, fazendo um golaço, o bandeira anulou a jogada, indicando impedimento que não existiu.

Depois de perceber que estava acabado no jogo, o time do interior paulista saiu para o ataque e Willian Favoni encheu o pé da intermediária, a bola desviou nas costas de Lucão e entrou no ângulo direito de Rogério Ceni que nada pode fazer. São Paulo 3 a 1.

No minuto seguinte a resposta tricolor. Ganso tocou para Pato em meio a defesa, o atacante deu um toque adiantando a bola e desvencilhando de Marlon, ao driblar saiu cara a cara com Douglas e escolheu o canto esquerdo para marcar seu terceiro na partida. São Paulo 4 a 1.

Três minutos depois, nova desatenção da zaga e Francis saiu costurando da esquerda para a direita, ao tentar um último drible a bola escapou de seu controle e Everton dias deu belo chute de fora da área para marcar o segundo do Capivariano. São 4 a 2.

Com o placar definido Muricy tirou Kardec e Pato colocando Cafu e Luis Fabiano, este por sua vez só não deixou o seu, porque novamente o auxiliar resolveu dar um novo impedimento inexistente, quando o atacante sairia sozinho para o gol. E foi só, vitória e liderança do campeonato estabelecidos após boa apresentação do São Paulo.

SÃO PAULO X CAPIVARIANO

Data: 04 de fevereiro de 2015 (quarta-feira)
Local: estádio do Pacembu, em São Paulo (SP)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Daniel Luis Marques
Gols: Pato, 35’/1ºT (1-0); Pato, 39’/1ºT (2-0); Kardec, 9’/2ºT (3-0); Willian Favone, 21’/2º T (3-1); Pato, 22’/2º (4-1); Everton Dias, 25’/2º T (4-2).

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Toloi (Edson Silva), Lucão e Reinaldo; Denilson e Maicon, Ganso e Michel Bastos; Kardec (Jonathan Cafu) e Pato (Luis Fabiano)
Técnico: Muricy Ramalho

CAPIVARIANO: Douglas; Régis, Fernando Lombardi, Marllon e Hélio; Everton Dias, Wigor (Rodolfo), Ailton e Antonio Flávio (Willian Favone); Franci e Willen
Técnico: Ivan Baitello