ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Tricolor arranca empate com Coxa no Paraná

Depois de perder em casa, São Paulo segue sem derrotas no brasileiro fora.

Por Vladimir da Costa

Vindo de derrota em casa para o Internacional, o São Paulo visitou o Coritiba nesta quarta-feira (25), no Couto Pereira, com time misto, jogou melhor, perdeu gols, mas conseguiu arrancar empate na reta final da partida, depois de sair perdendo. Alan Santos, volante do time da casa, abriu o placar. Aos 33 minutos do segundo tempo, Rogério empatou.

O goleiro Wilson foi o destaque da partida. (Foto: Foto: Gazeta Press)

O goleiro Wilson foi o destaque da partida. (Foto: Foto: Gazeta Press)

Mesmo sem muitos titulares, o São Paulo criou as melhores oportunidades: Lucas Fernandes, Alan Kardec, na trave e Centurión que desperdiçou oportunidade de gol incrível. No rebote do goleiro Wilson, a bola ficou livre para o atacante que não chutou nem dominou e perdeu oportunidade clara. Na velha máxima do futebol, quem não faz, toma. Depois que Juan cobrou escanteio, a defesa não cortou e Alan Santos marcou. O Primeiro. Bauza, sabido que só tem libertadores daqui a 40 dias, tratou de mexer na equipe em busca de empatar. Colocou o time para a frente e com o iluminado Rogério, chegou ao empate, no segundo tempo. Placar que ficou de bom tamanho para ambos, uma vez que o volume de jogo dos visitantes foi maior.

Com o empate, o tricolor chegou a 4 pontos, na nona colocação. Já o Coritiba tem a mesma pontuação e está uma posição abaixo por critérios de desempate. No próximo domingo, o São Paulo receberá o Palmeiras, no Morumbi, às 16h. O Coxa, por sua vez, visitará o Grêmio, no mesmo dia.

A partida

 Com um time bastante modificado, o Coxa, comandado na lateral do gramado pelo interino Pachequinho, começou a partida tentando se impor. Porém, quem criou primeiro foi o Tricolor, aos três minutos, com Thiago Mendes pegando rebote e batendo para defesa de Wilson. Mais um arremate, aos seis minutos, com Lucas Fernandes, também parando no goleiro alviverde.

O São Paulo seguia em cima do adversário. Com mais perigo a cada descida ao ataque. Na resposta, aos 18 minutos, Centurión partiu para a jogada individual, deixou a defesa para trás e cruzou na medida para Alan Kardec testar por cima da trave.

O jogo seguia em ritmo acelerado. Aos 27 minutos, Lucão cabeceou para trás e carimbou o travessão, quase marcando contra. O goleiro Wilson tinha bastante trabalho e, aos 29 minutos, parou uma bomba de Wesley. Como os ataques não resolviam, González tentou dar uma força, aos 37 minutos, com um recuo atrapalhado, mas Wilson se recuperou para salvar. Em alta no Tricolor, Kelvin, aso 40 minutos, tirou dois da jogada e mandou o petardo para mais uma intervenção de Wilson.

Para a segunda etapa, as equipes retornaram sem alterações. O Tricolor teve a grande chance de abrir o placar logo aos dois minutos, com Centurión, que pegou rebote na cara do gol após chute de Lucas Fernandes, sem goleiro, e conseguiu perder. Lucão e Denis quase bateram cabeça aos seis minutos gerando inclusive um atrito entre os companheiros, separados por Maicon. Lance inacreditável, aos 10 minutos, com Alan Kardec carimbado o travessão em cabeçada certeira.

Rogério se prepara para marcar o gol de empate do São Paulo. (Foto: Foto: Gazeta Press)

Rogério se prepara para marcar o gol de empate do São Paulo. (Foto: Foto: Gazeta Press)

Só dava São Paulo depois do intervalo e Gilson Kleina mandou a ordem para Pachequinho colocar Negueba e Leandro no jogo. E, no primeiro bom ataque coxa-branca no segundo tempo, aos 17 minutos, Juan fez o levantamento no escanteio e Alan Santos apareceu para desviar e estufar as redes para abrir o placar.

O Coritiba recuou em campo, mas aproveitava para explorar os contra-ataques. Aos 30 minutos, a bola sobrou para Negueba arrematar e Denis ceder escanteio. Mas, aos 33 minutos, Rogério recebeu com alguma liberdade, escolheu o canto e bateu para deixar tudo igual. Aos 38 minutos, Juan abriu espaço e fuzilou, nas mãos de Denis. Aos 46 minutos, Negueba pegou uma pancada de fora na área e Denis pegou em dois tempos para garantir o empate.