ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Tricolor atropela Rio Claro em noite de Fabuloso

Ataque desencanta, Luis Fabiano faz três e São Paulo goleia Rio Claro.

Por Vladimir da Costa

Depois de anunciar que precisava de atacantes, o time parece ter entendido o recado e engrenou. Em dois jogos 8 gols e a certeza que o time pode dar mais. Hoje, foi a vez de Luiz Fabiano fazer uma volta ao tempo e reviver o seu melhor. O atacante foi decisivo, e fez jus ao apelido. Foi de fato, Fabuloso.

O camisa 9, que havia perdido um pênalti no último domingo, se redimiu nesta quarta-feira com direito a recorde histórico. Foram três gols marcados por ele na goleada por 6 a 3 sobre o Rio Claro, na noite desta quarta-feira, no Morumbi, pela quarta rodada do Paulistão. O hat-trick fez com que o atacante atingisse a marca de 182 gols pelo clube, mesmo número do ex-jogador França, que atuou pelo Tricolor entre 1996 e 2002.

Noite de recorde. Luis fabiano faz três e iguala França na artilharia tricolor. (Rodrigo Capote/UOL)

Noite de recorde. Luis fabiano faz três e iguala França na artilharia tricolor. (Rodrigo Capote/UOL)

Agora, Luis Fabiano é o 4º maior artilheiro da história do São Paulo. Ele poderá subir mais uma posição no ranking ainda durante o Paulistão. Quem ocupa a terceira posição é Teixeirinha, com 189 gols. Acima dele estão Gino Orlando, com 233, e Serginho Chulapa, com 242 gols.

A partida

De maneira tranquila, o São Paulo não teve dificuldades para abrir o placar diante da modesta equipe do Rio Claro. O time do interior mostrou fraca qualidade técnica e que irá brigar para não cair na competição. Vendo isso, o tricolor partiu para o ataque de inicio. O time teve muito mais velocidade e conseguia criar jogadas a partir de Paulo Henrique Ganso, que voltou a apresentar um futebol mais vistoso

Aos 11 minutos, Osvaldo chutou de longe, Cléber rebateu e Luis Fabiano pegou o rebote livre para abrir o placar.

Cinco minutos depois, novamente Osvaldo, que aos poucos vai recuperando seu futebol, deu bela bola nas costas da zaga. Na velocidade, Fabuloso dominou, driblou o goleiro e tocou para as redes.

A equipe do interior ainda tentou atacar, mas quase não deu trabalho. Léo Costa, em chute de longe, que foi pra fora. E a dupla de ataque estava inspirada. Pela terceira vez, Osvaldo fez bela jogada, passou por três marcadores e lançou Luis Fabiano. O centroavante dominou e bateu na saída de Cléber para marcar mais um, o terceiro.

Segundo tempo

O São Paulo continuou superior no segundo tempo. Com o placar favorável e o adversário sem oferecer perigo, Muricy Ramalho aproveitou para deixar Alvaro Pereira mais solto na parida.

Promessa da base, Ewandro comemora seu primeiro gol como profissional. (Rodrigo Capote/UOL)

Promessa da base, Ewandro comemora seu primeiro gol como profissional. (Rodrigo Capote/UOL)

O uruguaio teve espaço para virar quase um ponta esquerda. Foi assim que, aos 11 minutos, recebeu passe de Ganso na linha de fundo e cruzou para Ademilson, fazer o quarto. Logo em seguida, Osvaldo poderia ter ampliado ainda mais ao partir livre na área, mas Cléber desviou o chute cara a cara.

Com a vitória garantida, Muricy sacou Ganso que deu lugar ao garoto Boschilia, e o São Paulo passou a depender apenas da velocidade de Osvaldo, diminuindo um pouco o ritmo.

O Rio Claro só conseguiu responder aos 25 minutos. Alvaro Pereira, contra. O lateral esquerdo tentou cortar cruzamento, para evitar a finalização do atacante adversário, e colocou a bola para dentro do gol de Rogério Ceni

Estava fácil demais para o São Paulo. O quinto gol, veio dos pés de uma das novas apostas das categorias de base. Anderson Luis escorreu e permitiu que Douglas ficassem com a bola e cruzasse. Ewandro, de apenas 17 anos, apareceu livre para desviar e completar a goleada.

O ponto negativo que ainda aparece no São Paulo está na tarefa defensiva do meio de campo. Wellington nem de longe parece ser a melhor opção para a saída de bola da equipe. Que insiste em sair tocando e, frequentemente, leva gols bobos.

De erros individuais e coletivos da defesa tricolor, saíram mais dois gols para o Rio Claro. O segundo gol foi Léo Costa, O time do interior ainda fez o terceiro, em nova falha são-paulina, com André.

Nos acréscimos, Antônio Carlos marcou o sexto gol do São Paulo, seu terceiro na temporada, completando cruzamento na área.

O São Paulo vai a nove pontos e é líder do Grupo A do Paulistão. No domingo, faz o clássico contra o rival Palmeiras, às 17h, no Pacaembu. O Rio Claro, lanterna do Grupo D, com quatro, visita o Comercial, sábado, às 19h30m, em Ribeirão Preto.