ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Trinca de Aloísio e vitória do Tricolor no Sul.

Centroavante marca três na partida e garante a terceira vitória seguida no Brasileirão.

Por Paulo Edson Delazari
Aloísio da voadora após primeiro gol marca registrada do atacante. (Foto: Rubens Chiri)

Aloísio da voadora após primeiro gol marca registrada do atacante. (Foto: Rubens Chiri)

Na tarde desde domingo (27), no Estádio Centenário, o São Paulo venceu o Internacional RS por 3 a 2 em tarde inspirada do atacante Aloísio, que marcou os três gols do time são-paulino. Com o resultado, o time completou sua sétima partida de invencibilidade no ano (seis vitórias e um empate), se aproximando da briga pela Libertadores. Para os gaúchos marcaram Leandro Damião e Jorge Henrique.

 Mesmo a partida sendo no interior gaúcho, pois o Beira-Rio, casa do Inter em Porto Alegre, está em obras para a Copa do Mundo, a torcida do São Paulo compareceu em bom número e empurrou o time durante os 90 minutos. O técnico Muricy Ramalho, que não pôde contar com Antonio Carlos, Carleto, Luis Fabiano (lesionados), além dos suspensos Maicon e Denilson, colocou Fabrício e jogou no velho 3-5-2.

Com a vitória após 31 rodadas na competição nacional, os paulistas chegaram 43 pontos e ocupam a nona colocação e agora voltam a jogar contra o Nacional de Medelin no Morumbi às 21h50m em jogo válido pela Copa Sulamericana. No brasileirão o próximo desafio e no sábado (1º de novembro) às 19h30m no Morumbi contra a Portuguesa. O time já poderá contar com a volta de Luis Fabiano.

O jogo

Perecles Basols teve sua arbitragem contestada. (Foto: Gazeta Press)

Perecles Basols teve sua arbitragem contestada. (Foto: Gazeta Press)

Nos primeiros minutos do confronto, os gaúchos tomaram a iniciativa e chegaram ao ataque. No entanto, aos 9 minutos, Aloísio foi preciso e precisou de apenas uma oportunidade para abrir o placar. O volante Rodrigo Caio fez linda jogada, driblou o zagueiro e tocou para o Boi Bandido que bateu firme na saída do goleiro Muriel. Na comemoração, que já virou sua marca registrada, o camisa 19 saiu distribuindo ‘voadoras’ nos companheiros!

Em vantagem, o time são-paulino cadenciou a partida e só arriscava algumas descidas pela esquerda, com Reinaldo. Os donos da casa, então, partiram para cima e foram prendendo o Tricolor no campo de defesa. Assim, aos 32 minutos, Leandro Damião marcou o gol de empate na serra gaúcha. Mas, ao invés de sentir o golpe e apostar nos contra-ataques, o São Paulo se lançou ao ataque e anotou o seu segundo tento no duelo.

Ademilson recebeu na grande área e acabou derrubado por João Afonso. Pênalti. Aloísio, aos 44 minutos, cobrou e recolocou os visitantes na frente novamente. Na comemoração, o Boi Bandido fez questão de dedicar o gol ao goleiro Rogério Ceni, que recebeu duras críticas após desperdiçar uma cobrança de penalidade máxima no clássico contra o Corinthians (0 a 0).

Aloísio marcou dois de penalti e três na partida em Caxias do Sul e pede múxica. (Foto: Rubens Chiri)

Aloísio marcou dois de penalti na partida em Caxias do Sul. (Foto: Rubens Chiri)

E se no primeiro tempo não faltaram emoções, o segundo manteve o ritmo. Logo aos 2 minutos, Jorge Henrique aproveitou bate e rebate na pequena área e deixou tudo igual no Estádio Centenário: 2 a 2. Porém, apesar da festa dos torcedores do Internacional, a tarde era mesmo do atacante Aloísio. Aos 7, assim como na primeira etapa, Ademilson foi derrubado na grande área. Com categoria, o Boi Bandido converteu a cobrança e anotou o seu terceiro gol no jogo.

Atrás no placar, os anfitriões se lançaram ao ataque e até criaram boas chances. No entanto, quando não pararam nas mãos do goleiro Rogério Ceni, viram a trave impedir o tento de empate no chute de Alex, aos 12 minutos. Empurrados pela torcida, os jogadores do Inter pressionaram e ficaram mais tempo com a posse de bola.

No entanto, nos contragolpes, o Tricolor assustava. Ademilson aos 17 parou no travessão. Já Douglas, aos 31, viu Murial espalmar o seu chute cruzado. Para dar mais velocidade e sangue novo ao time, Muricy colocou Welliton no lugar do cansado Aloísio. Como não poderia deixar de ser, o camisa 19 deixou o gramado aplaudido de pé pela torcida são-paulina.

O Inter partiu para cima, aos 33, o arbitro marcou falta inexistente em Jorge Henrique na entrada da área, mas o juiz marcou falta fora da área. Os jogadores do Inter foram ao desespero. Na cobrança, D’Alessandro ‘enganou’ Rogério Ceni, mas mandou a bola por cima do gol.

Welliton ainda teve a oportunidade de ampliar o marcador, já nos minutos finais da partida, mas a bola passou rente a trave. Apesar das investidas gaúchas em busca do gol de empate, as redes não balançaram novamente e o São Paulo acumulou o seu sétimo jogo consecutivo de invencibilidade na atual temporada.