ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Tudo igual no clássico mágico entre Barça e Real

Messi e Cristiano Ronaldo só não fazem chover no Camp Nou

Por Eduardo do Carmo

Mais um confronto entre Barcelona e Real Madrid para ficar na história. Neste domingo, pela 7ª rodada do Campeonato Espanhol, o Camp Nou foi o palco para os dois artistas da bola. Messi e Cristiano Ronaldo fizeram dois gols cada um e o Superclássico terminou empatado em 2 a 2.

O placar deixa o Barcelona na liderança com 19 pontos. O Real Madrid, por sua vez, continua longe do topo da tabela, com apenas 11.

Cristiano Ronaldo abriu o placar no Camp Nou (Foto: Agência Reuters)

Na próxima rodada, o Barcelona visita o Deportivo La Coruña, no sábado (20), às 17h. No mesmo dia, porém às 13h, o Real recebe o Celta de Vigo. Por conta das Eliminatórias da Copa, no próximo final de semana não será disputada nenhuma partida.
Quem foi ao Camp Nou, sem dúvidas, não se arrependeu. Independente do resultado, o que se viu nos 90 minutos foi um belo espetáculo dos dois times. Na arquibancada, a torcida catalã montou um lindo mosaico por toda a extensão do Estádio.

A política também fez parte da torcida do Barça, por conta do desejo de independência da Cataluña (região em que o Barcelona está situado). Em menção ao ano de 1714, quando a Cataluña foi dominada pela Espanha, os torcedores do time da casa ergueram bandeiras e soltaram o grito de ‘’Independência’’ aos 17min14seg.

Dentro das quatro linhas, o Real Madrid foi ligeiramente melhor na etapa inicial. Com Cristiano Ronaldo pela esquerda e Di María pela direita, o time merengue assustava a zaga improvisada do Barça. O lateral esquerdo Marcelo, importante em outras partidas da temporada, não avançou ao ataque. Muito por conta do atacante Pedro, que foi um dos destaques do Barça por este lado do campo. O argentino Messi, mesmo com atuação discreta, deixou a sua marca e empatou a partida oito minutos após Cristiano Ronaldo abrir o placar.

O destaque negativo das equipes no primeiro tempo foram: Mascherano, pelo lado do Barça, e Pepe, pelo Real. O primeiro deixou muito espaço para o ataque galáctico, enquanto o segundo falhou na única chance que o craque argentino teve para balançar as redes de Casillas.

Messi marca o seu 17º gol diante do Real Madrid na carreira (Foto: Getty Images)

Na etapa final, porém, Messi apareceu mais e mostrou o motivo de ser o melhor do mundo. Cristiano Ronaldo, também com bela apresentação, desempenhou o seu papel e mostrou o porquê é o único jogador apontado por muitos para quebrar e hegemonia do argentino.

Com os dois gols na partida, Messi chegou ao seu 17º contra o Real Madrid e está apenas a um de se tornar o maior artilheiro na história do clássico ao lado de Di Stéfano.

Estrelas brilham e primeiro tempo termina em igualdade

O Real Madrid criou a primeira chance aos 19 minutos. Ozil cobrou escanteio, Sergio Ramos desviou de cabeça e a bola passou perto da meta do goleiro Valdés. Um minuto mais tarde, o Barcelona trocou tradicional sequencia de passes e Iniesta finalizou por cima do travessão.

No lance seguinte, aos 22, foi a vez do Real apostar na troca de passes. Benzema encontrou Cristiano Ronaldo na esquerda e o craque português chutou forte rasteiro, sem chances para o goleiro do Barça. Em seguida, aos 24, o Madrid perdeu oportunidade clara para ampliar o marcador. Benzema recebeu na área, mandou na trave e, no rebote, Di María mandou para fora.

O brasileiro Daniel Alves, do Barcelona, sentiu lesão e foi substituído aos 27 minutos. Três minutos depois, o empate dos donos da casa. O atacante Pedro fez boa jogada pela direita e cruzou. Pepe falhou e a bola sobrou para Messi marcar. Após o gol, o Barcelona dominou as ações, porém não conseguiu criar outras chances para uma virada.

Messi e Ronaldo: mais um gol para cada e empate permanece

Com dois gols cada, Messi e Cristiano Ronaldo tomam conta do clássico (Foto: EFE)

No início da segunda etapa, duas reclamações referentes à penalidade, sendo uma para cada lado. No primeiro minuto, Ozil recebeu passe de Ronaldo, girou e caiu. Já aos 6, com Iniesta, pelo Barcelona, após dividida com Pepe, foi a vez do time da casa reclamar. Nas duas oportunidades, o árbitro mandou o lance seguir.

No entanto, foi só a bola chegar aos pés dos craques e o placar logo se alterou. Aos 15 minutos, Messi marcou um golaço de falta. Já aos 20, do outro lado, Ozil deu ótimo passe para Cristiano Ronaldo, que colocou na saída de Valdés. Outro belo gol no clássico.
Aos 24 minutos, Messi tabelou com Jordi Alba e chutou perto do gol de Casillas. O troco dos merengues veio aos 31, quando Higuaín recebeu já na área e exigiu boa defesa de Valdés.

Aos 43, o Barcelona ainda carimbou a trave de Casillas em chute de Montoya, mas o empate permaneceu até o final.