ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Um empate em clima amistoso no Clássico Paulista

Santos sai na frente com gol no primeiro tempo, mais Corinthians reage e iguala o placar

Por Renato Melo

Numa partida muito disputada, Corinthians e Santos fizeram um bom clássico nesta noite no estádio do Pacaembu, em São Paulo, que recebeu um excelente publico, pois seria a ultima partida do Corinthians como mandante antes da partida para o Japão, onde ira disputar o Mundial, Interclubes. Com os dois times desfalcados, o Timão sem o volante Paulinho e o Peixe sem o atacante Neymar, os técnicos Tite e Muricy Ramalho cotados para assumir a vaga deixada por Mano Menezes para o comando da Seleção Brasileira, montaram suas equipes para o ataque, com chances de lado a lado. No fim, foi um treino de luxo para o Timão, que após o empate com o Peixe, fará sua despedida do Brasil em outro clássico, com o São Paulo, também no Pacaembu. Já o Santos encerrará sua participação no Brasileirão contra o já rebaixado Palmeiras, na Vila Belmiro, ambas as partidas no próximo domingo.

PRIMEIRO TEMPO

O jogo começou a todo vapor, com as duas equipes procurando o gol, mais a primeira chance foi do Peixe, aos 5 minutos, após falha da zaga corintiana, o jovem Victor Andrade chutou com perigo ao gol de Cassio que fez uma grande defesa. Mais a resposta do Timão veio logo em seguida, aos 6 minutos, o atacante Guerrero recebeu um excelente passe de Edenilson, mais chutou para fora.

Felipe Anderson comemora seu gol diante do Corinthians no Pacaembu (Foto: Junior Lago/UOL)

A partida continuou muito disputada, principalmente no meio campo, mais aos 25 minutos, o Santos ameaçou após uma cobrança de escanteio, em uma jogada ensaiada, Felipe Anderson lança para Juan que de primeira acertou um belo chute, mais o goleirão Cássio segura. Depois dos 30 minutos, o jogo caiu de produção, até que aos 35 minutos, o Santos abre o placar com Felipe Anderson, que tabelou com André e chutou no canto direito de Cassio, 1 a 0 Santos. Com o gol sofrido, o Corinthians acordou e aos 39 minutos, após falha do goleiro Rafael, Romarinho errou o cabeceio e perdeu a chance de igualar o placar.

SEGUNDO TEMPO

Não muito diferente do primeiro tempo, o jogo recomeçou com muita disposição das equipes. Aos 8 minutos, o Corinthians perdeu uma grande oportunidade para igualar o placar, Sheik recebeu um grande lançamento feito pelo volante Guilherme e sozinho, chutou longe da meta santista.  Logo após o lance, vendo o time correr muito e não acertando os arremates, a torcida corintiana pede a entrada de Jorge Henrique. Aos 24 minutos, Guerrero chutou cruzado e após um rebote do goleiro Rafael, Danilo chutou para o gol vazio, mais Juan conseguiu tirar a bola e salvou a equipe santista do empate.

Tite parece que ouviu o pedido da torcida e colocou o atacante Jorge Henrique no lugar do volante Guilherme, e a mexida deu efeito, aos 34 minutos não teve jeito, Jorge Henrique lançou na área santista e Wallace subiu no terceiro andar e balançou as redes do Santos, 1 a 1.

Depois do gol, as duas equipes diminuíram o ritmo do jogo, parecendo satisfeitos com o resultado.

Agora o Corinthians cai uma posição, após o empate, o Timão vai para a sexta posição com 57 pontos, já o Santo fica na nona colocação com 50 pontos ganhos.

 

FICHA TÉCNICA

 

CORINTHIANS 1 X 1 SANTOS

 

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data/Horário: 24/11/2012-19h30 (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Daniel Paulo Siolli (SP)

 Renda/Público: R$ 1.157.591,94 / 34.171 pagantes

Cartões Amarelos: Romarinho e Guilherme (COR); Victor Andrade e André (SAN)

GOLS: Felipe Anderson, aos 35’/1ºT (0-1) e Wallace, aos 34’/2°T (1-1)

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Wallace, Paulo André e Guilherme Andrade (Jorge Henrique, 26’/2ºT); Anderson Polga (Guilherme, 12’/2ºT) e Edenílson; Romarinho, Danilo e Emerson; Guerrero. Técnico: Tite.

 SANTOS: Rafael; Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Durval e Juan; Arouca, Henrique, Felipe Anderson (Gérson Magrão, 40’/2ºT) e Patito (Adriano, 25’/2ºT); Victor Andrade e André. Técnico: Muricy Ramalho.