ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Vasco vence o Palmeiras e segue vivo na luta contra a degola

Verdão sofre a terceira derrota consecutiva no Brasileirão e fica mais longe do G-4. Cruz-maltino agora está à dois pontos de sair do Z-4

Por Anderson Marinho
Nenê e Rafael Silva marcaram para o Vasco. Foto: Marcos Ribolli

Nenê e Rafael Silva marcaram os gols do Vasco. Foto: Marcos Ribolli

O Palmeiras recebeu o Vasco da Gama neste domingo, no Allianz Parque, em partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro 2015 e foi derrotado por 2 a 0, com gols marcados por Rafael Silva e Nenê, chegando três jogos sem vitória na competição.

Com o resultado o Vasco foi à 33 pontos e deixou a lanterna do torneio, ocupando agora a 19ª posição, com dois pontos a menos que o Avaí, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Já o Palmeiras estacionou na nona colocação, com 48 pontos, e agora está à seis pontos da zona de classificação para a Libertadores da América.

O jogo

Precisando da vitória para se reaproximar do G-4 o técnico Marcelo Oliveira mandou o Palmeiras à campo com uma formação ousada, com apenas um volante, Zé Roberto e Robinho  no meio de campo, Egídio e João Pedro, com características ofensivas, nas laterais e o trio de ataque composto por Rafael Marques, Gabriel Jesus e Lucas Barrios.

Com a bola rolando, no entanto, o poderio ofensivo do alviverde não foi efetivo e a equipe deixou muitos espaços para o adversário, que entrou em campo bem postado e soube explorar os contra-ataques.

O Vasco impôs sua proposta de jogo desde os primeiros minutos, envolvendo o vulnerável meio de campo alviverde, com muita marcação e grande atuação do meia atacante Nenê, dominando o primeiro tempo do jogo.

Rafael Silva, mais uma vez, mostrou que tem estrela. Foto: Paulo Fernandes / Vasco.com.br

Rafael Silva, mais uma vez, mostrou que tem estrela. Foto: Paulo Fernandes / Vasco.com.br

Aos 34 minutos, em cobrança de escanteio pela esquerda, Nenê fez o levantamento no segundo pau, Rafael Silva subiu nas costas de João Pedro e testou firme, no canto direito de Fernando Prass, a bola ainda toucou na trave antes de balançar a rede do verdão.

O Vasco aproveitou o bom momento e seguiu pressionando o Palmeiras.  Aos 40 minutos Rafael Silva trombou com Egídio e Thiago Santos, Vitor Hugo saiu para o combate, mas escorregou e deixou a bola de presente para Nenê, cara a cara com Fernando Prass, o camisa dez vascaíno tocou com categoria, por cobertura, para ampliar a vantagem.

O Palmeiras não levou perigo à meta defendida pelo goleiro uruguaio Martín Silva e foi para o intervalo sob vaias de sua torcida.

Etapa complementar

Na volta para o segundo tempo Marcelo Oliveira promoveu a entrada de Kelvin na vaga do inoperante Rafael Marques, dando mais velocidade para as jogadas pelos lados do campo.

Nenê e Rafael Silva comemoram um dos gols do Vasco. Foto: Paulo Fernandes / Vasco.com.br

Nenê e Rafael Silva comemoram um dos gols do Vasco. Foto: Paulo Fernandes / Vasco.com.br

O Palmeiras tentou esboçar uma reação nos primeiros minutos e quase diminuiu aos 13, após cobrança de escanteio pela direita, em cabeçada de Thiago Santos que explodiu no travessão de Martín Silva.

Aos 18 minutos Lucas Barrios, machucado, deixou o gramado para a entrada de Alecsandro. Seis minutos depois o treinador palmeirense promoveu a estréia do meia Fellype Gabriel, contratado em março, no lugar de Egídio, deslocando Zé Roberto para a lateral esquerda.

Desorganizado o verdão não conseguiu criar oportunidades de gols e não levou mais perigo a defesa vascaína, que se manteve bem postada até o apito final do árbitro Anderson Daronco.

O Palmeiras volta à campo agora no dia 18/11/2015, quarta-feira, às 21h00 contra o Atlético-PR na Arena da Baixada em Curitiba.

Já o Vasco recebe o Corinthians na quinta-feira, 19/11/2015, às 22h00 em São Januário.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 2 VASCO

Data: 08 de novembro de 2015
Horário: 17h (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Cleriston Clay Barretos (SE)
Cartões amarelos: Riascos, Luan, Serginho, Madson (Vasco), Jackson (Palmeiras)
Gols: Rafael Silva (Vasco), aos 35 do 1º tempo; Nenê (Vasco), aos 40 do 1º tempo

Palmeiras: Fernando Prass; João Pedro, Jackson, Vitor Hugo e Egídio (Fellype Gabriel); Thiago Santos, Robinho, Zé Roberto e Rafael Marques (Kelvin); Lucas Barrios (Alecsandro) e Gabriel Jesus.
Técnico: Marcelo Oliveira

Vasco: Martin Silva; Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar; Diguinho, Serginho, Andrezinho e Nenê (Rafael Vaz); Riascos (Eder Luis) e Rafael Silva (Julio dos Santos).
Técnico: Jorginho