ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Velha Senhora derrota jovem time do Milan de virada

Juventus derrota o Milan na prorrogação e avança para a semifinal

Por Vladimir Da Costa

Jogando em casa, a Velha Senhora teve trabalho para derrotar o jovem time rossonero por 2 a 1, na prorrogação, e se classificar para as semifinais da Copa da Itália. Vucinic foi quem garantiu a vaga na semi ao marcar no primeiro tempo da prorrogação.

O jogo começou movimentado no clássico. Boateng escapou pela esquerda e cruzou rasteiro. A bola passou por Pazzini e sobrou para El Shaarawy abrir o placar aos seis minutos de jogo.

Jogadores do Juventus se abraçam depois da virada da equipe na prorrogação contra o Milan (Foto: Getty Images)

O gol despertou o Juventus que não demorou para reagir. Aos 12 minutos, Giovinco, em ótima cobrança de falta, colocou a bola no canto direito do gol de Amelia, que parece nem ter visto a bola entrar, ficou imóvel, nada pode fazer.

O ritmo acelerado dos 15 minutos iniciais deram espaço para mais toque de bola, e controle do meio campo. Neste quesito, quem se deu melhor foi a Velha Senhora. Jogando com velocidade, os anfitriões chegavam com facilidade ao ataque e levavam perigo para a defesa rossonera.

Já o Milan, não conseguia articular uma jogada de perigo, fazia muita ligação direta, o que facilitava a marcação bianconera.

Aos poucos, o Juventus chegava cada vez mais com perido. Giovinco estava incansável. Por duas vezes o camisa 12 não virou a partida. Aos 30 minutos, o atacante tentou de falta, mas Amelia estava atento e fez boa defesa.nova cobrança de falta, Dois minutos depois, Giovinco recebeu passe de Matri, ganhou na velocidade de Acerbi, mas chutou para fora.

O segundo tempo começou no mesmo ritmo do primeiro tempo. O Juventus pressionava a saída de bola do Milan, mas não conseguia uma jogada perigosa. Giovinco seguia dando trabalho para a defesa adversária. Era o principal jogador da equipe.

Vucinic saiu do banco para garantir a classificação para o Juve (Foto: REUTERS)

Só que seu folego não duraria por muito tempo e aos 20 minutos, Giovinco foi substituído por Vucinic. Mesmo com maior volume de jogo, o Juventus não conseguia mais pressionar o Milan e a caça passou a ser a caçadora. O técnico Allegri resolveu apostar na juventude e colocou em campo dois novos atacantes, Bojan e Niang, uma espécie de cover de Balotelli, nos lugares de Emanuelsson e Pazzini. Já Conte, do Juve, fez o contrário: sacou o garoto Marrone e colocou o veterano Pirlo.

Apesar das mudanças, o panorama permanecia inalterável e a prorrogação era o destino das duas equipes. O Milan, mais inteiro, já que contava com jogadores mais novos que o Juve.

A prorrogação começou movimentada. E depois de uma boa perdida no ataque, o Juventus aproveitou a experiência de seus jogadores para virar a partida. Giaccherini avançou pela a intermediária de defesa e tocou para De Ceglie. O lateral-esquerdo só teve o trabalho de rolar para Vucinic, que, de frente para Amelia, teve a calma para virar a partida: 2 a 1 para a Velha Senhora.

Depois do gol, o Juventus parou de atacar e passou a esperar o Milan em seu campo de defesa para, quem sabe, ampliar em novo contra-ataque, que não aconteceu. A equipe não conseguia furar o bloqueio feito pela defesa dos donos da casa e o cansaço parecia latente. O time rossonero não tinha forçar para empatar a partida que acabou com vitória da Velha Senhora.

Agora, o Juventus vai encarar o Lazio na semifinal. A equipe de Hernanes derrotou o Catania em partida disputada ontem, por 3 a 0, com uma grande atuação do ex-são Paulo, que fez dois gols na partida.