ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Venezuela apronta mais uma!

Jogando em Montevidéu, time venezuelano arranca empate contra Uruguai.

Por Paulo Edson Delazari

Venezuela vai a Montevidéu e mostra que não tem mais bobo no futebol, após ter vencido a Argentina nas eliminatórias sul-americanas para copa do mundo, o time venezuelano aprontou mais uma vez e surpreendeu os mais de 50 mil uruguaios que assistiam ao jogo, empatando contra a forte equipe do Uruguai em 1×1.

Importante lembrar que o Uruguai não perde a 16 partidas e que lidera as eliminatórias sul-americanas com oito pontos, enquanto a Venezuela pulou para segundo, com os mesmos oito pontos. Porém, esta liderança pode cair por terra na noite deste sábado quando o time de Leonel Messi enfrenta o Equador e pode chegar aos 10 pontos.

Forlán vibra com o gol sobre a Venezuela. (FOTO: Reuters)

Quanto ao jogo a equipe venezuelana entrou com um único objetivo, não perder. Na primeira etapa a equipe uruguaia foi soberana, não com todo entusiasmo que a torcida esperava, mas sequer deu chance ao adversário que saiu satisfeito da primeira etapa com a derrota parcial de 1×0. O tento da Celeste foi marcado por Diego Forlán ao 37 minutos do primeiro tempo, após lindo passe de Alvaro Pereira nas costas da zaga, o artilheiro só teve o trabalho de bater de perna esquerda para o fundo das redes.

Já no segundo tempo o jogo começou como terminou, Uruguai atacava, enquanto a Venezuela só se defendia, numa das chances mais claras Diego Lugano quase fez de cabeça, fazendo com que o goleiro Veja fizesse uma linda defesa, na sequência do lance o goleiro ainda operou um milagre ao defender o chute de Cavani. O lance fez com que o técnico da Venezuela César Farias mexesse no time, colocando o atacante Miku no lugar do meia Frank Feltscher .

A mudança surtiu efeito, enfim, os venezuelanos resolveram atacar. E levaram perigo. Primeiro numa cabeçada de Rondón, e em seguida em jogada individual de Seijas, o time “viñotinto” esteve muito perto do empate. A igualdade já não parecia algo tão impossível para os venezuelanos, o jogo tornou-se violento de ambos os lados, com muitas faltas.

Aos 38 minutos o estádio Centenário se calou, após cruzamento da esquerda, Rondón subiu livre para cabecear. A bola ainda desviou em Godín e enganou o goleiro Muslera.O técnico uruguaio num ato de desespero ainda tentou colocar Louco Abreu, mas não havia mais tempo, a Venezuela se fechou esegurou o empate em 1×1.

Derzeit plane ich an der tum maschinenbau zu studieren, Ich dachte daruber um danach in luft- und raum