ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Vitória dramática de uma equipe de Serie A

Com dois a menos, São Paulo vence Bahia e vê zona de rebaixamento ficar no passado

Por Vladimir da Costa

Em partida com tons dramáticos, o São Paulo conseguiu uma vitória importantíssima, que deixa, pela primeira vez na competição, o time do Morumbi em posição muito confortável sobre a zona de rebaixamento.

O tricolor começou melhor o primeiro tempo e chegou ao gol com Aloiso. Depois a equipe teve que mostra muita raça, ao ter seus dois volantes expulsos. Denilson na primeira etapa e Maicon no segundo tempo. E com muita disposição e aplicação dos 9 jogadores que terminaram a partida, o São Paulo foi recompensando com três pontos muito merecido. Agora, o São Paulo chegou aos 40 pontos, abrindo oito do primeiro time da zona da degola.

Primeiro tempo

Na bela Fonte Nova, o São Paulo começou a partida no controle. Atuando no 3-5-2, o tricolor dominava o meio campo e chegou a balançar as redes antes dos 10 minutos, mas o juiz Sandro Meira Ricci, marcou falta duvidosa no lance. Depois de cobrança de falta de Ganso pela esquerda, Marcelo Lomba tirou a bola que rebateu em Paulo Miranda e entrou, mas o árbitro viu falta do lateral e anulou o que seria o primeiro gol do jogo.

Aloisio correu para o banco para comemorar o gol junto com todo os jogadores Edson Luiz

Aloisio correu para o banco para comemorar o gol junto com todo os jogadores (Foto: Edson Luiz / Conteudo Estado)

O Bahia respondeu aos 11 minutos. Feijão fez boa jogada na intermediária e bateu, a bola desviou no meio do caminho, pegou altura e acertou o travessão. Rogério já estava batido no lance.

Aos poucos a partida ficava mais disputada, com boa movimentação das duas equipes. O São Paulo tentava chegar no toque de bola. Já os donos da casa arriscavam mais em jogadas individuais, com chutes de longa distancia. Em novo arremate de fora da área, Marquinhos Gabriel bateu e novamente a bola foi desviada no meio do caminho, mas desta vez, Rogério fez a defesa sem grandes problemas.

Aos 24 minutos, o São Paulo chegou ao seu gol. Rafael Tolói fez lindo lançamento para Aloisio que entrou livre da área e acertou um canudo, sem chances para o goleiro. 1 a 0 para o tricolor paulista.

O tricolor seguia melhor na partida e aos 30 minutos teve a chance para ampliar o marcador. Reinaldo cruzou para o meio da área e Aloisio cabeceou firme, mas em cima de Lomba que salvou o gol certo do tricolor.

Aos 33 minutos, o São Paulo resolveu facilitar as coisas para o Bahia. Em jogada no meio do campo, Denilson entrou duro em Feijão e recebeu, pela terceira vez na competição, o cartão vermelho, deixando a equipe com um a menos.

Fernandão discute com Paulo Miranda. Partida teve lances polêmicos Edson Ruiz

Fernandão discute com Paulo Miranda. Partida teve lances polêmicos (Foto: Edson Ruiz/Conteudo Estado)

Com a vantagem numérica na partida, o Bahia cresceu e passou a pressionar mais. Adiantou a marcação e tentava surpreender o tricolor com cruzamentos na área. Vendo seu time pressionado, Muricy resolveu mexer. Colocou Wellington no lugar de Edenilson

Apesar de jogar os últimos 10 minutos no campo do adversário, o Bahia não conseguia criar jogadas de perigo. Diferente do inicio da partida, o time parou de arriscar chutes de longa distância e abusava dos cruzamentos, que sempre eram cortados pela zaga são-paulina.

Segundo tempo

Com um jogador a menos, o São Paulo teve duas oportunidades de ampliar o marcador. No primeiro minuto da segunda etapa, depois de um lançamento pra área, a bola pingou e na base do corpo e da raça, Aloisio ganhou do marcador e ficou em condições de marcar, mas na hora do arremate, pegou mal na bola e não conseguiu marcar. Dois minutos depois, em ótima jogada de contra-ataque, Maicon tocou para Ganso que pegou de primeira, mas errou a finalização, desperdiçando boa chance.

Expulsão e pressão Bahiana

Depois das duas chances no inicio do jogo, o São Paulo passou a sofrer pressão do Bahia e ficou recuado, tentando jogar por uma bola.

Os donos da casa, adiantaram a marcação e passaram a jogar dentro do campo adversário, Com Souza em campo, o tricolor baiano passou a abusar dos cruzamentos dentro da área. A defesa levava vantagem, mas não conseguia ficar com a bola, com isso, rapidamente, o Bahia estava próximo da área em busca do empate.

O jogo seguia apenas de um lado do campo, com o São Paulo com dificuldades para sair do campo de defesa. Aloisio seguia isolado e depois de sentir uma fisgada, deixou o campo para entrada de Welliton.

Pouco mudou no panorama da partida. Piorou. Aos 34 minutos, Maicon recebeu amarelo, ironizou a marcação sem necessidade, recebeu o vermelho e deixou o São Paulo com 9 em campo. Se a situação não estava fácil, ficou dramática.

Com dois a menos, Gasnso teve que mudar suas caractericas e ajudar mais na defesa

Com dois jogadores a menos, Gasnso teve que ajudar mais na defesa (fOTO: Foto: Felipe Oliveira/Agif)

O Bahia se lançou pro ataque, mas faltava calma e qualidade para criar jogadas de perigo. O São Paulo seguia firme na defesa e apesar de sofrer pressão, o gol do Bahia parecia distante.

Perto do final, A torcida São-paulina era só festa nas arquibancadas. “gerreiro, guerreiro, time de guerreiro” podia ser ouvido dos torcedores que lotavam a parte que lhes cabiam.

Já no último minuto, Rogério se checou com Fernandão e ficou caído no gramado, enquanto Muricy Ramalho e os demais jogadores foram agradecer o apoio da torcida.

Com a vitória, o São Paulo chegou aos 40 pontos, ficando a 8 da zona de rebaixamento. O Bahia permanece com 37. Na próxima rodada, o São Paulo terá pela frente outro jogo complicado fora de casa. Vai até o sul para encarar o Internacional, no domingo às 16h. no mesmo dia e horário, o Bahia recebe o Atlético-PR.