ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Vitória que dá moral para o Clássico!

Repleto de reservas, Palmeiras vence a primeira na Sul-americana

Por Vladimir da Costa

Com um time misto em um torneio internacional, o Palmeiras entrou em campo, querendo passar de fase, sem se complicar no brasileiro. E como de costume, o Palmeiras se deu melhor na estreia da fase “internacional” da Sul-Americana e acabou vencendo.

Com gols de Obina, Tiago Real e Luan, o Verdão venceu por 3×1 e pode até perder por um gol de diferença no jogo de volta que passa de fase.

A partida

Em ritmo lento, mas com total controle do jogo o Palmeiras foi a campo com metade dos reservas atuando como titulares.

E com um time repleto de reversar, não demorou para o Verdão abrir o placar. Um time bem montado por Gilson Kleina, que já deixou claro que o objetivo é não cair no Brasileiro, quem entrou em campo nesta terça-feira quis mostrar trabalho.

Um deles, emprestado do futebol chinês quis mostrar serviço e acabou marcando logo no inicio da partida.

Obina é abraçado por companheiros depois de abrir o placar no Pacaembu (Foto: Leonardo Soares/UOL)

Depois que Daniel Carvalho viu Obina, bem colocado, o meia fez ótimo lançamento para o atacante que apareceu nas costas da zaga e só teve o trabalho de tirar do goleiro Delgado para abrir o placar no Pacaembu para delírio da torcida que acompanhava a partida.

Depois do gol o Palmeiras passou a dominar as ações, mas não produzia mais jogadas de ataque. É bem verdade que um time com reversas faltava entrosamento, mas os diversos passes errados determinaram para um primeiro tempo muito franco, pelo menos no quesito emoção.

Depois de estar vencendo a partida, o Palmeiras passou a administrar a posse de bola. Com o time do Millonarios muito atrás, o Verdão não conseguia entrar na área adversária. E passou a arriscar de fora longe para surpreender a defesa adversária. Na melhor chance, Luan chutou de muito longe e obrigou o goleiro a fazer bela defesa, colocando a bola para fora.

E o primeiro tempo acabou com um Palmeiras lento, mas dominando por completo a partida.

O segundo tempo começou morno, até que Tiago Real, que havia entrado minutos antes no lugar de Márcio Araújo, depois de ótima jogada de Luan pela esquerda, a bola chegou à entrada da área que achou o meia, que bateu de primeira, sem chances para Delgado, para marcar o segundo gol do Palmeiras na partida.

O gol motivou a torcida e o Verdão que passou a atacar mais, principalmente pelas laterais, com Juninho e Luan pela esquerda.
Somente aos 17 minutos o time Colombiano conseguiu chegar com mais perigo ao gol de Bruno. Após cobrança de escanteio, Torres subiu sozinho para cabecear, mas bem colocado, o goleiro palmeirense salvou o gol.

Gilson Kleina segue invicto no comando do Verdão (Foto: Leonardo Soares/UOL)

Com o placar praticamente definido, o Palmeiras relaxou e com isso quem apareceu na partida foi Bruno, ao menos em dois lances seguidos o goleiro palmeirense teve trabalho para manter o placar a favor.

Na primeira chance, Perlaza avançou pela direita sem marcação e chutou cruzado, mas Bruno fez a defesa. Minutos depois, Otálvaro abriu na esquerda e chutou, mas novamente o goleiro defendeu. E na melhor delas, novamente Otálvaro recebeu livre na entrada da grande área e chutou forte e colocado no canto, obrigando Bruno a fazer ótima defesa.

Aos 33 minutos o Palmeiras teve ótima chance de matar, talvez, a classificação para as quartas. Depois de um contra-ataque puxado por Luan, que ganhou na velocidade do marcador até chegar na área, onde passou para Juninho, o lateral passou bem defensor e chutou cruzado, mas em cima de Delgado que salvou o terceiro gol do Verdão.

E a pressão do time colombiano deu certo. Em rápido ataque pela direita, Cosme cortou Maurício Ramo, cruzando para o meio da área e achou o zagueiro Arthur que jogou contra o próprio gol.

O gol não abalou o Palmeiras, que chegou ao terceiro gol, depois de um vacilo enorme do Millonarios aos 42 minutos. Valdivia ganhou de Martinez, mas Franco se antecipou e sem olhar, tentou recuar para Delgado, antes dele, Luan chegou na bola. O atacante passou pelo goleiro e fazer o terceiro gol do Verdão e decretar a vitória do Palmeiras.