ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Wesley marca dois e Fernando Prass garante a vitória do verdão

Em duelo movimentado, com direito a gol relâmpago, alviverde vence mais uma e dispara na liderança.

Por Anderson Marinho
Wesley comemora o primeiro gol da partida. Foto: Gazeta Press

Wesley comemora o primeiro gol da partida. Foto: Gazeta Press

O Palmeiras recebeu o Sport, no estádio do Pacaembu, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B e contou com dois gols do meia Wesley e grande atuação do goleiro Fernando Prass para superar o rubro-negro pernambucano, por 2 a 1, e garantir mais três pontos em sua campanha rumo à elite do futebol brasileiro.

Com este resultado, e a derrota da vice-líder Chapecoense por 2 a 0 diante do ABC, o verdão chegou aos 55 pontos na tabela de classificação, nove a mais que os catarinenses, porém com um jogo a mais que a equipe de Chapecó. Já o Sport caiu para a sexta colocação, com 37, quatro pontos atrás do Joinville, quarto colocado, última equipe que estria garantindo o acesso à primeira divisão.

O jogo

Os cerca de 23 mil torcedores que aproveitaram a ensolarada tarde de sábado na capital paulista e compareceram ao estádio Paulo Machado de Carvalho acompanharam um duelo eletrizante, um jogo aberto, muito movimentado e surpreendente em alguns momentos.

Quem se atrasou na hora da chagada provavelmente não viu o primeiro gol do alviverde, logo aos 50 segundos de bola rolando, Wesley recebeu boa assistência de Juninho, dominou na intermediária e soltou uma bomba, no ângulo do goleiro Magrão para abrir o placar.

Entretanto, quem imaginou que o jogo seria fácil foi surpreendido pela postura dos visitantes. O golaço com menos de um minuto não intimidou a equipe do Sport, que partiu para cima do verdão em busca do empate e teve pelo menos três oportunidades claras para marcar ainda no primeiro tempo, exigindo muito trabalho de Fernando Prass.

Aos cinco minutos, Lucas Lima arriscou de fora da área, o arqueiro alviverde se esticou todo para dar um tapa e afastar por cima do gol.

Com a marcação adiantada e explorando a velocidade de Felipe Azevedo pelo lado esquerdo do campo, nas costas de Luis Felipe, o Sport continuou levando perigo à meta palmeirense.

Em uma dessas investidas, aos 16 minutos, Felipe Azevedo avançou nas costas do marcador, invadiu a área, e bateu rasteiro, Fernando Prass desviou com a ponta dos dedos e a bola explodiu no poste esquerdo do arqueiro, na sobra George Lucas chegou atrasado e perdeu a chance do empate.

Marcos Aurélio teve atuação apagada no Pacaembu. Foto:  Marcelo Pereira / Terra

Marcos Aurélio teve atuação apagada no Pacaembu. Foto: Marcelo Pereira / Terra

O Palmeiras teve oportunidade para ampliar aos 21 minutos, Vinícius deu boa assistência para Valdivia, na área, o chileno driblou Marcelo Cordeiro e tocou por cima, na saída de Magrão, mas a bola saiu à direita do gol.

Aos 25 minutos, em cobrança de falta pela esquerda, Marcos Aurélio fez o levantamento no segundo pau, Tobi escorou de cabeça e Felipe Azevedo finalizou no canto direito de Prass, obrigando o arqueiro a fazer grande defesa com os pés.

Os visitantes quase chegaram à igualdade aos 39 minutos, Marcelo Cordeiro cruzou na medida para Felipe Azevedo, de novo ele, na pequena área, o atacante chutou em cima de Fernando Prass, que no reflexo evitou o empate rubro-negro.

Etapa complementar

O Palmeiras retornou para o segundo tempo com o volante Cherles na vaga de Alan Kardec, que havia se envolvido em um choque de cabeça com o zagueiro Pereira no final do primeiro tempo e se sentiu mal no vestiário.

Com a modificação tática, saindo do 4-3-3 para o 4-4-2, o Palmeiras ganhou mais consistência no meio de campo e teve mais controle das ações na segunda etapa.

Logo aos cinco minutos, Valdivia recebeu mais um belo passe de Vinícius, mas pressionado pela marcação errou o alvo na hora de finalizar.

O segundo gol palmeirense veio três minutos depois, Wesley arrancou em velocidade pelo meio, aproveitou o espaço dado pela zaga do Sport, e chutou da entrada da área, no canto direito de Magrão, sem chances para o goleiro adversário.

Wesley comemora o seu segundo na partida, o sexto na Série B. Foto: Rodrigo Capote / UOL

Wesley comemora o seu segundo na partida, o sexto na Série B. Foto: Rodrigo Capote / UOL

A equipe pernambucana sentiu o golpe e se complicou ainda mais após a expulsão do volante Tobi, aos 20 minutos, ficando com um homem a menos.

O Palmeiras tinha o controle do jogo e aos 28 minutos o técnico Gilson Kleina resolveu poupar o meia Valdivia, sacando o chileno para a entrada de Felipe Menezes.

O verdão acabou diminuindo o ritmo e quando o resultado parecia garantido os visitantes ressurgiram no jogo.

Em cobrança de falta isolada pelo lado esquerdo, Marcos Aurélio, apagado no jogo, fez o levantamento na pequena área palmeirense, Rithely subiu mais que a zaga e cabeceou firme sem chances para Prass.

O Sport se mandou para o ataque, no tudo ou nada, em busca do empate e deu trabalho para a defesa alviverde nos minutos finais.

No contra-ataque, Ananias e Luis Felipe ainda desperdiçaram duas oportunidades para ampliar a vantagem dos paulistas.

Apesar do sufoco, o Palmeiras segurou resultado e garantiu mais um triunfo em sua trajetória na Série B 2013, o 17º nesta edição, e agora está 17 pontos à frente do Icasa, quinto colocado, que tem 38.

O Palmeiras volta à campo agora no próximo sábado, às 16h20, contra o América-RN no estádio do Pacaembu. Já o Sport tem compromisso pela Copa Sul-Americana, quarta-feira às 21h50, contra o Libertad no estádio Defensores Del Chaco em Assunção. Pela Série B, o Leão volta a jogar no sábado às 16h20, contra o Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 2 X 1 SPORT

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP
Data: 21 de setembro de 2013, sábado
Horário: 16h20 (horário de Brasília)
Árbitro: Célio Amorim (SC)
Assistentes: Hélton Nunes (SC) e Rafael da Silva Alves (RS)
Cartões amarelos: Wesley (PAL); Rithely, Felipe Azevedo, Tobi e Pereira (SPO)
Cartões vermelhos: Tobi (SPO)

GOLS
PALMEIRAS: Wesley, ao 1º minuto do primeiro tempo e aos 9 minutos do segundo tempo
SPORT: Rithely, aos 36 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley (Eguren) e Valdivia (Felipe Menezes); Ananias, Vinícius e Alan Kardec (Charles) Técnico: Gilson Kleina

SPORT: Magrão; Tobi, Pereira e Vinícius Simon; George Lucas (Chumacero), Anderson Pedra (Aílton), Rithely, Lucas Lima (Oswaldo) e Marcelo Cordeiro; Marcos Aurélio e Felipe Azevedo Técnico: Geninho