ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Zidane é só elogios durante coletiva

Astro francês concede entrevista coletiva antes do sorteio das “bolinhas” do mundial.

Por Vladimir da Costa

Uma das estrelas que participará do sorteio que acontece amanhã, na Costa do Sauípe, na Bahia, Zinedine Zidane, carrasco do Brasil nas copas de 1998 e 2006, concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira e comentou, dentre alguns assuntos, o passado e do futuro, que é 2014. O Craque não poupou elogios para o Brasil, Cristiano Ronaldo e espera ver seu país no grupo da morte.

Ele será responsável, junto com outros craques, a sortear as bolinhas que irão compor os oito grupos da Copa do Mundo de 2014.

Zidane responde a perguntas durante coletiva de imprensa na Costa do Sauípe

Zidane responde a perguntas durante coletiva de imprensa na Costa do Sauípe (Foto: EFE)

Sempre muito franco e ponderado, Zidane não poupou elogios à Cristiano Ronaldo. O francês classificou CR7 como um exemplo para os mais jovens e afirmou que o português foi o maior responsável pela classificação de seu país a copa.

 – O Cristiano Ronaldo vai fazer o que já vem fazendo por Portugal e no Real Madrid. Ele não precisa falar muito. Muito tem se falado dele. O que ele faz dentro de campo é monstruoso. Da forma como ele ganhou a partida diante da Suécia, quando muitas pessoas achavam que Portugal não passaria. Ele carregou a equipe nas costas. A honra é dele, disse o Frances.

O ex-astro da seleção francesa e do Real madrid foi questionado vezes sobre a sua atuação nos confrontos contra o Brasil. Em 1998, na final da Copa, ele marcou duas vezes na vitória por 3 a 0, em Paris. E em 2006, deu o passe para o gol assinalado por Thierry Henry no triunfo por 1 a 0, na Alemanha.

– Para nós, o futebol brasileiro é um dos melhores do mundo. Jogam um futebol que eu amo. Cada vez que temos a chance de jogar contra eles é excelente. Sabíamos o que poderíamos fazer diante dessa camisa amarela e que tudo seria complicado, mas a minha geração teve a sorte de vencer. É a coisa mais bonita que nos aconteceu como jogadores da França: vencer o Brasil na final da Copa. Foi a cereja do bolo. Todos queriam essa final.

O francês também falou da importância de jogar e vencer uma Copa do Mundo em casa.

 – Com certeza foi umas das coisas mais importantes que aconteceram na minha carreira: jogar e vencer a Copa em casa. Em relação aos jovens, a equipe de seu país ganhar em casa é de uma grande importância. Espero que o Brasil consiga repetir o mesmo feito – comentou o craque.

Zinedine ainda disse que espera que a França caia num grupo mais forte. Para ele, enfrentar adversários mais difíceis eleva a conquista, caso ela venha.

É aguardar o sorteio de amanhã, que começa a ser transmitido para mais de 150 países de todo o mundo a partir das 14h (horário de Brasília).

Os potes e suas seleções:

Pote 1 – Brasil, Argentina, Colômbia, Uruguai, Espanha, Alemanha, Bélgica e Suíça.

Pote 2 – Argélia, Camarões, Costa do Marfim, Gana, Nigéria, Chile e Equador.

Pote 3 – Austrália, Irã, Japão, Coreia do Sul, Costa Rica, Honduras, México e Estados Unidos.

Pote 4 – Bósnia, Croácia, Inglaterra, França, Grécia, Itália, Holanda, Portugal e Rússia.